Gran Parrilla del Plata: o nome já entrega onde encontrar a mais suculenta carne de San Telmo

Publicado por: Silvia Oliveira Buenos Aires

Ao melhor estilo bodegón boa-praça, o restaurante Gran Parrilla del Plata preserva as paredes de azulejos e o piso quadriculado em branco e preto da década de 20. Localizado em San Telmo, o bairro tangueiro, o restaurante pode ser uma boa opção – caso sua preferência seja uma suculenta carne – para o almoço de domingo, dia de visitar a feira de antiguidades mais conhecida de Buenos Aires. A Feria de San Telmo está a quatro quadras dali.

A lista de opções no cardápio é grande. Além da tradicional parrilla, a casa também tem tradição em oferecer massas e vinhos com rótulos econômicos. Indicado por vários portenhos e com 91% de aprovação no TripAdvisor – site com alguns milhões de resenhas sobre diversos lugares feitas pelo próprio consumidor – é obrigatório reservar.

Pedimos, para dividir, um Ojo de Bife (o miolo do nosso contrafilé), Bondiola de Cerdo (um corte da nuca do porco) e uma salada de rúcula com enormes lascas de parmesão. O Raul havia solicitado a carne “al punto”, mas ela veio sangrando e voltou para passar um pouco mais na brasa.


Ojo de Bife: o suculento miolo do nosso conhecido contra-filé.

Como já era nosso segundo bodegón começamos a entender que quando você pede “al punto” a carne vem mal passada. Então, se você quiser uma carne ao ponto brasileiro, peça “bien cocida” ou “bien hecha”. Caso peça “jugosa” (mal-passada) vai vir quase crua por dentro. Já minha Bondiola de Cerdo estava uma delícia. É uma carne gordurosa sem ser enjoativa e a porção dá para duas pessoas. Eles preparam o prato de forma bem tradicional, à la bistecão de porco, completamente diferente da cozinha de autor do Crizia, onde provavelmente é servida a mais saborosa bondiola de cerdo de Buenos Aires.


Bondiola de Cerdo: corte da nuca do porco, prato típico da região do Río de la Plata.

De sobremesa, os clássicos cheesecake com frutas vermelhas, petit gateau e torta-mousse com sorvete estão entre os mais pedidos. Acabei esquecendo de anotar os valores individuais dos pratos, mas a conta final saiu em torno de 200 pesos, algo como R$ 27 para cada – incluindo água, suco, refrigerante e gorjeta!

Diquinha extra: justamente na esquina da calle Chile com a Defensa , a 200 metros do restaurante, está a fofíssima escultura da Mafalda, a famosa personagem do cartunista argentino Quino. Mafalda – uma criança que não gostava de sopa, mas adorava o desenho do Pica-Pau –  sempre estava preocupada com o mundo e a injustiça social. Acabou se transformando em um ícone do incoformismo na América Latina. A escolha do bairro para colocar a estátua, que tem o tamanho de uma criança de 8 anos,  não foi mero acaso. Quino viveu ali, no nº 371 da rua Chile. Vale a foto-jacu! 🙂

SERVIÇO

Gran Parrilla del Plata
Local: Calle Chile, 594 (esq. com C/ Peru) | San Telmo | Buenos Aires
Tel.: 4300.8848
Funcionamento: todos os dias, 12h às 16h e 20h à 1h.
Reservas: info@granparrilladelplata.com
Importante: a conversão do Peso para o Real é aproximada. Na Argentina há inflação. Consulte valores antes de ir!

Fotos: Raul Mattar



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


9 comentários

  1. Alessandra
    Comentário do dia 21/9/2011 às 12:57

    Sivinha, que felicidade abrir o matraqueando e ver tantas informações fresquinhas sobre meu próximo destino, você é demais minha amiga!!! Olha só, preciso de uma dica. Estou levando a Bia conosco e gostaríamos de assistir a um especáculo de tango, um espetáculo bom, mas sem jantar, algo mais rápido. Você continua recomendando o Piazzola? O Ricardo Freire fala de um BBB no Centro Cultural Borges, fiquei tentanda…tendo em vista que iremos com a Bia, o que você recomenda? Outra coisa, estou quase fechando um passeio de bicicleta lá pelos lados do San Telmo, Caminito, 4 horas (coisa que era para gente ter feito em Paris, mas não conseguimos)…você viu alguma coisa disso por lá? Beijos amiga!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Continuo recomendando o Piazzolla Tango, sim. Desta vez eu não fui nele… mas minha mãe foi com o Raul (que já tinha ido da outra vez assistir comigo!). Eles adoraram. Minha mãe disse que teve um momento meio gauchesco (uma dança típica dos pampas). Mas que foi bem linda a apresentação de tango com excelentes bailarinos. Quando fui não tinha o tal momento pampa. Era só tango mesmo. (É que eu prefiro shows só com tengo mesmo, tem uns que misturam música andina, uns folclores no meio. Nada mal, mas cada um no seu quadrado. Eu quero ver tango!!!)

    Adoro o Piazzolla porque o local em si é maravilhoso, um cabaré da belle epoque todo restaurado. Está 56 dólares, sem jantar (ou 220 pesos). O show começa às 22h15 e dura 1h15. Eles oferecem translado gratuito do seu hotel/apartamento ao show, ida e volta. Passaram para pegar o Raul e minha mãe no apê na hora combinada. Eu fiz a reserva lá em BsAs mesmo, a pessoa falou comigo ao telefone no mais perfeito português. Mas você pode fazer a reserva pelo site deles: http://www.piazzollatango.com/ Já fui em outros 4 shows de tango… mas não conheço o Centro Cultural Borges! Bjs!

    (Responder)

  2. Paula Honório
    Comentário do dia 21/9/2011 às 18:54

    Demais a “diquinha extra”. Bjs:-D

    (Responder)

  3. Lucia Helena
    Comentário do dia 21/9/2011 às 19:15

    Usheee! Mas este ojo de bife está para lá de suculento mesmo! E que fofa a Mariana abraçadinha na Mafalda! 🙂

    (Responder)

  4. bernardette Amaral
    Comentário do dia 22/9/2011 às 22:10

    Ja anotei a parrilla, a Mariana esta uma graça ao lado da Mafalda.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    A Mariana nunca havia escutado falar na Mafalda… mas a personagem é tão presente por lá (pelúcias, revistas, imãs…) que quando ela viu a estátua ficou abraçando, beijando a Mafaldinha! hahahaha!

    (Responder)

  5. Fernanda Marques
    Comentário do dia 22/9/2011 às 23:38

    Ei, Silvia!

    Sempre me recorro ao seu blog quando preciso de ajuda ou quando simplesmente quero “viajar”, através do seu olhar, para lugares que ainda não fui. Eu acabo de chegar de BsAs e gostaria muito de te dar uma dica que foi uma deliciosa surpresa: o restaurante “El ultimo beso”( http://www.elultimobeso.com.ar/ ) É simplesmente apaixonante! A decoração, as flores naturais espalhadas pelo ambiente, a delicadeza dos detalhes, a vibe, o atendimento. Pedimos de entrada um prato com 5 brusquetas diferentes (estavam deliciosas), de prato principal eu comi uma cestinha de queijo parmesão que dentro tinha frango picadinho com creme de funghi…. Hummm, delicoso… Se animar de ir lá, espero que goste como eu gostei e depois conte para nós!

    Bjs,

    Fernanda

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Opa, anotado! Brigada pela dica! 🙂

    (Responder)

  6. bernardette Amaral
    Comentário do dia 24/9/2011 às 00:00

    Deve ter sido muito lindo, a Mafalda é uma personagem encantadora., mesmo para quem não conhece as tirinhas.
    Eu estou lendo em português o Toda Mafalda, mas quando voltar a BsAs vou comprar em espanhol.

    (Responder)

  7. juliana
    Comentário do dia 08/11/2012 às 11:17

    Oi Silvia, estou pensando em me hospedar em janeiro num apart na calle defensa (821) em San Telmo. O que vc acha do bairro? e dessa rua? Tranquilo?

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Juliana, eu já me hospedei em San Telmo e gostei muito do bairro, bem histórico, tangueiro e a calle defensa é uma das principais da região! Abs!

    (Responder)

  8. Larissa Guimarães
    Comentário do dia 28/4/2013 às 23:34

    Amei o Gran Parrila, melhor almoço que tive em BA, e preço muito justo.

    (Responder)

  9. Sandro Mafra
    Comentário do dia 06/11/2013 às 01:50

    Bela dica este restaurante. Estivemos lá no dia 30/10/2013 após pesquisar sobre boas parrillas em Buenos Aires. No site (não lembro qual) falava que os garçons não eram atenciosos, exceto um que se destacava pela simpatia e cordialidade. Nesta foto acima aparece o Leo, garçom a esquerda que aparece atendendo a um cliente. Fomos atendidos por ele e percebemos que deve se tratar do garçom especial citado anteriormente. Torcedor do Boca e falante, o Leo destoa dos garçons argentinos pela preocupação com o cliente. Estava sempre passando em nossa mesa para checar se faltava algo. Antes de sair, comentei com ele que havíamos ido ao local depois de pesquisar na internet e que tinha visto o comentário sobre um excelente “mozo”. Disse que eu acreditava que ele deveria ser o atendente citado e gostaria de saber o nome dele para publicar no site. Sorridente me respondeu: Leo, Leo Messi.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Que legal! 😉

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar