-  Atualizado 24/05/2017

Nhoque da fartura

Publicado por: Silvia Oliveira Massas, Receitas
Vinte e nove de setembro. E como todo dia 29, hoje tem nhoque da fartura. Conta a lenda que há muitos e muitos anos na Itália (justamente num dia 29) um andarilho bateu à porta de um casebre pedindo comida. A família que o atendeu era bem pobre e mal tinha o que comer. Mas mesmo assim recebeu o inusitado convidado – chamado Genaro – e dividiram o único alimento que tinham: nhoque. Foram sete pedacinhos para cada um.
.
Depois de saborear a deliciosa massa, o andarilho agradeceu e foi embora. Quando a matriarca foi recolher os pratos descobriu que embaixo de cada um havia notas de dinheiro. Um milagre da abundância e fartura proporcionado pela fé da família e pela gratidão daquele que hoje conhecemos como São Genaro. Após a passagem do santo por aquela vila, toda a população prosperou e a tradição de comer nhoque nos dias 29 virou um ritual: coloque dinheiro embaixo do prato e coma sete bolinhas, com um pedido para cada uma.

Para celebrar a data o Matraca na Cozinha de hoje preparou um Nhoque de Espinafre com Tomate Seco. Arrá! Quem pensa que fiquei enrolando aquela minhoquinha e depois cortando as pelotinhas, está redondamente enganado. Para facilitar a minha vida (e a sua também) eis o segredo: nos supermercados existem várias opções da massa pronta. Vejamos:Receita de nhoque da Matraca

Compre no mercado uma embalagem de 500 gramas de massa pronta de nhoque. Como é pré cozida é só colocar na água fervente e esperar três minutos. Custa em média R$ 3,50 e rende três generosos pratos.

Para o molho (Esse eu fiz. Difíííícil, nem conto.)200 gramas de tomate seco
1/2 cebola bem picadinha
3 colheres de sopa de azeite
Folhas de manjericão
Sal a gosto

Refogue a cebola no azeite. Acrescente as folhas de manjericão também em pedaços miúdos. Junte o tomate seco. Deixe no fogo médio por uns 3 minutos e coloque sal a gosto. Depois é só acrescentar o nhoque e mexer levemente. Está prontíssimo para servir.

Bom apetite e fé nos pedidos!

.

Fotos: Raul Mattar


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


12 comentários

  1. Os Mudantes
    Comentário do dia 29/9/2007 às 12:35

    Comer e fazer pedidos é comigo mesmo! Gostei da dica, já estou indo pra cozinha… rsrs
    Beijos!

    (Responder)

  2. Nair P. Siqueira
    Comentário do dia 30/9/2007 às 10:44

    Agradecimento especial!
    Silvia, quero te agradecer muito a dica da Rota dos tropeiros. Fomos na quinta e voltamos sábado. Como já conhecia o canyon, optamos por ficar só em Castro. Sem pestanejar fizemos exatamente o passeio que vc sugeriu e A-DO-RA-MOS. Meu marido me perguntava: putzzz que amiga é essa???? rsrsrs… Foi ótimo mesmo. Fomos a Castrolanda (um sonho!!!), aos Museus, Moinho, comemos feijão tropeiro. Enfim, foi o passeio que estavamos procurando e merecendo.
    Valeu mesmo pela dica. Conhecemos a história, o lugar e a gente daquela região. Obrigada pelo carinho e interesse. Coloquei umas fotos no orkut, depois dá uma olhada.
    Muito mais sucesso é o que desejamos de coração!
    bjs
    Nair e Joel

    (Responder)

  3. Muricando
    Comentário do dia 30/9/2007 às 20:13

    Minha esposa fez. Ficou delicioso!

    (Responder)

  4. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 01/10/2007 às 12:27

    Nossa, Maquiavélica, você agora está usando seu apelido do mal…! Credoemcruz!

    (Responder)

  5. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 01/10/2007 às 12:29

    Nair, vi as fotos no Orkut!!! Ah, não, você fez a maior vontade na gente!!! Quero ir de novo! Não canso dessa região… que graça, tudo super fotogênico. E feijão tropeiro…. huuuummmm! Fico feliz que você tenha descansado e trazido ótimas recordações do lugar!!! Bjs!

    (Responder)

  6. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 01/10/2007 às 12:30

    Então, Murica, no próximo dia 29, que vai fazer o agrado para a esposa será você!!! (Mandei bem, né, Sirlene!)

    (Responder)

  7. ERICA BIAZOTTO
    Comentário do dia 01/10/2007 às 15:28

    Eu não sei fazer nhoque!!!

    Graças a DEUS que inventaram uma coisa que se chama MERCADO!!!

    E que história é essa de orkut.
    Ah, não sabia que tinha.

    Um grande beijo

    (Responder)

  8. Sirlene
    Comentário do dia 02/10/2007 às 16:07

    Obrigada pelo apoio, Sílvia. Se não for através dessa "pressão" pública… o meu nhoque não sai!

    (Responder)

  9. De Cordeiro
    Comentário do dia 11/12/2008 às 10:48

    bom dia! adorei teu nhoque tanto que usei a foto como ilustração em meu blog e gostaria muito de receber sua visita e tb teu comentário, caso positivo, de liberação do uso da imagem. gostei muito do teu trabalho,parabéns! vou colocar como link no meu Mirepoix e visitar sempre que me der fome!!!! e querendo participe do desafio desse mês, sera uma honra…abraços…

    (Responder)

  10. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 17/12/2008 às 23:20

    Olá De Cordeiro!
    Obrigada pela visita! Pode usar a foto, sim, desde que dê crédito ao fotógrafo! 😉

    Não consigo acessar seu blog, ao clicar no link do seu nome dá "perfil indisponível". Você tem de tornar o perfil "disponível" lá nas configurações do seu blog! Abraços!

    (Responder)

  11. Alex Miranda
    Comentário do dia 10/7/2009 às 02:50

    Olá Silvia! Crédito adicionado no http://www.misturaperfeita.blogspot.com
    Obrigado!

    (Responder)

  12. DAMIÃO SILVA
    Comentário do dia 27/7/2013 às 11:42

    Faço curso de renda de bilros em Arraial do Cabo – RJ, gostaria de aprender a preparar os ¨”piques” , que são os desenhos para a renda, bem como comprar os bilros usados em Raposa, será possível ajudar?
    Obrigado
    Damião Silva
    Rio das Ostras – RJ

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Damião! Entre em contato diretamente com o município de Raposas. Abs!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar