-  Atualizado 25/07/2017

São Luís do Maranhão: a dor e a delícia de ser o que é!

Publicado por: Silvia Oliveira São Luís

Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 13

Não busque em São Luís do Maranhão o que você não pode encontrar em… São Luís do Maranhão. A cidade Patrimônio da Humanidade não tem a cara de Ouro Preto nem o charme de Tiradentes. Não tem as praias de Maceió nem a gastronomia de Salvador.

Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 37

Entenda, o que São Luís tem é importância e reconhecimento. Já se a cidade sabe dar valor a isso… é outro conto. O Centro Histórico reúne mais de 3 mil imóveis tombados pelo patrimônio histórico estadual. Boa parte entrou na lista da UNESCO pelo conjunto arquitetônico português.

Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 03

Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 18

Se Caetano tivesse se inspirado numa cidade para compor Dom de Iludir, a escolhida teria sido a capital do Maranhão, porque só ela sabe a dor e a delícia de ser o que é. Sobrados em ruínas ou becos suspeitos — qualquer canto rende uma imagem, força uma lembrança ou deixa uma cicatriz.

Sao Luis Maranhao Pontos Turísticos Matraqueando Expedicao Brasil 33

Mesmo com alguma revitalização, o centro histórico sofre com o descaso, a sujeira e a pouca preservação. Mas eu não vim atrás de uma réplica de uma cidade histórica mineira.

Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 30

Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 21

Eu buscava a São Luís do Bumba Meu Boi, do Tambor de Crioula, dos azulejos descascados, da arte do Nhozinho, do guaraná cor de rosa, dos cofos de palha, do arroz de cuxá e da torta de camarão. E ela está lá, exatamente como eu gostaria de encontrar.

Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 15

Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 16

Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 17

Claro que no meu primeiro dia na cidade eu desconjurei até a 15ª geração da Família Sarney. Fica aquele sentimento de indignação. Por que não há uma política pública eficiente para dar pelo menos uma mão de tinta nesse amontoado de casarões e solares? Depois, não que venha a conformidade, mas você se acalma com um bem maior, o próprio maranhense.

 Sao Luis Maranhao Pontos Turisticos Matraqueando Expedicao Brasil 25

Então, faça assim, quando vier para cá não busque o que você não pode encontrar. Tente achar a capital do Maranhão para se surpreender. Aproveite e traga seu bom humor de presente. 😉

Posts relacionados

Centro Histórico de São Luís: sugestão de roteiro

Cinco atrações grátis e estreladas em São Luís

Hotel Soft Inn: hospedagem econômica e novíssima na orla de São Luís

Pousada Colonial: hospedagem no centro histórico de São Luís

Outras opções de hospedagem em São Luís  com ótimo custo/benefício

São Luís: como ir do aeroporto ao Centro Histórico

São Luís combina com

Alcântara: roteiro para quem vai fazer bate e volta de São Luís

Raposa: dos bilros às fronhas maranhenses

Lençóis Maranhenses: quando ir e como chegar

Lençóis Maranhenses: onde comer

Lençóis Maranhenses: onde se hospedar

Outras opções de hospedagem em Barreirinhas com ótimo custo/benefício

Lençóis Maranhenses: o que fazer em 3, 5 e 7 dias (Barreirinhas, Caburé, Atins e Santo Amaro, incluindo como chegar)

O camarão da Luzia em Canto de Atins

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

——————————
Minha viagem ao Maranhão faz parte da Expedição Brasil Express II, projeto do Matraqueando que leva recortes do nosso país até você.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


58 Comentários

  1. Oi Silvia
    Gostei demais deste seu post pois vc resumiu em miúdos um erro de muitos viajantes q ficam esperando sempre algo a mais q um destino as vezes nao tem a oferecer. É preciso abrir os olhos para algo novo em um lugar novo para entende-lo melhor e nao ficar fazendo comparacoes. Infelizmente eu tenho muita mania de fazer isso….

    responder
    • É comum que a gente faça isso, Deiatatu, essas comparações… mas eu estou aprendendo.. 🙂

      responder
  2. Silvia, mais que perfeitas tuas palavras para descrever a cidade, se despindo da nossa arte de “pré” julgar uma cidade por sua aparência à primeira vista, quando sua essência nos doa muito mais!!! E seu povo nos diz exatamente a historia do lugar!!!

    Sempre que venho aqui no seu blog fico com aquela vontade de viajar!!!

    responder
    • Já estou com síndrome “Maranhão”: só penso em voltar! 🙂

      responder
      • Boa tarde Silvia,
        Sou da ilha, amo minha cidade, ela não só se resume em uma cidade histórica, linda em paisagens mais em muitos erros do próprio governo com abandono na estrutura física dos monumentos históricos abandonado, isso me deixa loco! não saúde, não tem segurança o pior de tudo não tem EDUCAÇÃO, que até hoje as escolas publicas os professores estão em Greve, e não tiro a razão dos professores, sim vamos mudar, na ilha são constituida de 4 municípios são São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar. e varis cidades próximas como barreirinhas, Morros, Humberto de campos, Arari terra da melancia, Pindaré mirim e entre outros, Mas o nosso estado esta merecendo uma grande atenção em questão do abandono. e agradece por mostra a minha cidade linda e dizer que seu espaço e maravilhoso, um grande abraço e espero você na ilha do Amor ou conhecida no século 19 Atenas Maranhense.

        responder
  3. Marcia Kawabe

    Eu fui tem muito tempo, mais de 10 anos, e me lembro que fiquei meio decepcionada com aqueles casarões caindo aos pedaços. Mas me lembro que na primeira noite que fui a cidade – eu estava hospedada na praia do Calhao – eu fiquei boquiaberta com a paisagem noturna. A cidade se transforma a noite. Até o cheiro de esgoto que senti durante o dia, desapareceu a noite.

    responder
    • Marcia, São Luís ainda vai render outros posts, eu fiquei hospedada três dias na praia (Ponta D’Areia) e dois no centro histórico. Bjs!

      responder
  4. Flávia Froz

    Olá Silvia.
    Gostaria de parabenizá-la pelo seu lindo blog, e em especial a esse post. Sou maranhense e vivo a 1 ano e meio em Brasília, amo muito o meu estado e compartilho com você a mesma revolta por ver tanta beleza sendo destruída por conta de “politicagem”, temos potencial para o crescimento e desenvolvimento, mas infelizmente a família Sarney não contribui.
    Espero que no futuro essa situação possa se reverter e que não seja muito tarde..
    Bjos.

    responder
  5. Não conheço São Luis, parece tão fotogênica, apesar dos pesares…

    responder
    • Cada canto rende uma imagem ou uma lembrança, Priscila! 🙂

      responder
    • Jukinha

      Não está perdendo nada. Ligar sujo, cheio de gente mal educada…

      responder
      • linda

        você não parece educada e nem todos são mau educados ora essa

        responder
  6. Elvira

    Sílvia, estivemos em São Luís há algum tempo atrás e esse seu post foi belíssimo, traduziu tudo que o Maranhão tem, seu povo, são pessoas de uma educação nata, falam extremamente bem nosso português, enfim, merecem bem mais que uma família Sarney.

    responder
    • Elvira, olhe só, eu também observei que eles empregam muito bem os objetos diretos e indiretos…. coisa que aqui no sul a gente nem sabe de que se trata! 🙂

      responder
  7. Olá, Sílvia!

    Também achei São Luís, apesar de linda, muito descuidada. Por outro lado, foi uma das melhores viagens que já fiz até hoje, em vários aspectos. Ainda acho que vale a pena ser visitada…

    Abraço!

    Juliana

    P.S.: Hehehe, não resisti e também tirei foto do “Jesus”…

    responder
    • Hahaha, tirei várias fotos do tal guaraná rosa, até de uma latinha “zero calorias”! 🙂

      responder
  8. vera queiroz

    Acho que nao sou merecedora dessa cidade, nao conseguiria vê-la sem a névoa da indignação, acho. beijo,

    responder
    • Silvia Oliveira

      Fiquei bem passada no primeiro dia, Vera. Mas sabia o que ia encontrar. Resolvi buscar o lado bom e a experiência foi incrível. O que não nos impede de ficar indignada, sempre!

      responder
  9. Brasil é um país lindo, adorei suas fotos de São Luis. Que pena que não conheci muito do Brasil quando morava ai. Saudades.
    parabens pelo blog

    responder
    • Silvia Oliveira

      Obrigada, Lilian! Mas é sempre tempo de nos visitar! 🙂

      responder
  10. Oi, Silvia!!!!! Ontem mesmo o Marcelo tentou comprar passagens pra São Luis, só que para o ano que vem! Havia algum problema no site, mas já estamos decididos a conhecer a cidade e dar uma esticadinha até os Lençóis. Foi ótimo ler o seu post porque não gosto de criar falsas expectativas e adoro me surpreender! Um beijo enorme, adoro seus relatos!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Katia, eu já havia lido muito sobre a cidade e existem muitos relatos indignados sobre a situação do centro histórico de São Luís. Se a gente decide ir não é para voltar falando mal, né?… é para, pelo menos, tentar ver o que de bom a cidade tem a oferecer! Dá uma tristeza, sim, afinal eu adoro turismo cultural, é o meu tipo preferido na hora de viajar… mas a cidade vai muito além disso! Bjs!

      responder
  11. Ler esse post me conforta (e muito), Silvia. Na certa, vc já deve saber que não deve esperar muita história da 3ª capital mais antiga do país, né? É uma pena… mas o nosso “centro histórico” se reduz a uma meia dúzia de igrejas e casinhas, mal conservadas.
    Nessas horas, me dá uma inveja danada desse tesouro de São Luiz. Mesmo com todo esse descaso.
    Abs

    responder
    • Vou fazer de Vitória a capital mais desejada do Brasil!!! Rá rá! Nem que seja para todo mundo ir visitar a Rua das Paneleiras! 🙂

      responder
  12. vera queiroz

    Se precisar de inspiração para Vitória, acabei de voltar de lá e comentei aqui:

    http://www.linhadepesca.blogspot.com.br/2012/09/vitoria-e-liberdade.html
    Beijos, vera

    responder
    • Silvia Oliveira

      Adorei, Vera! Obrigada! 🙂

      responder
      • Paulo Roberto Soares

        Nasci em São Luis do Maranhão. Entretanto, deixei a mesma com dezenove anos, e particularmente, posso dizer a você que a cidade só piorou. Atualmente, moro em outra cidade – Rio de Janeiro – logicamente, posso afirmar que não conseguiria mais viver fora daqui. Voltar para São Luís para residir, só por fatores de apoio a familiares ou profissional, mas por iniciativa própria não voltaria
        de bom grado.
        Talvez isso possa chocá-los, talvez. Mas, vejam bem:
        Sempre que posso vou nas férias, e analiso muito bem o conceito de cidade que se tornou São Luís; está uma cidade muito suja, carente de total infraestrutura, cuja coleta de lixo é totalmente ineficiente, em pleno século XXI. Alguns bairros, ainda têm estrutura de distribuição de água, isso mesmo, de água mal regulada. A distorção social entre ricos e pobres é tremenda, e fora de qualquer realidade de que jamais presenciei, e olha que viajo bastante, desde o Haiti até o Magrebe, pois ao mesmo tempo em que falta o feijão ou camarão nas mesas, sobram carros importados em muitos bairros, vai entender?
        Sobre o centro histórico, está literalmente “abandonado”. E não concordo com você sobre olhar a cidade de outra forma, não, desculpe-me. Os casarões antigos, com seus azulejos seculares, são o carro chefe do turismo e da alma ludovicense, e deveria encontrar-se em uma situação melhor. Se comparar às cidades mineiras para você seria uma coisa meio que clichê, eu me sentiria honrado, pois lá dá-se o respeito a alma do seu estado através da preservação de todo aquele patrimônio. E deveria inspirar os maranhenses a cobrar uma revitalização efetiva da nossa região.
        Sinto-me triste, pois a especulação imobiliária acabou com as praias urbanas como Calhau, Olho d’água e a própria Caolho (devem ter falado a você sobre esta praia, não?).
        Bem, não vou alongar-me mais. Contudo, é preciso entender que os maranhenses têm um patrimônio comparado a grandes cidade como Atenas, Istambul, Ouro Preto e outras mais, as quais são compreendidas como históricas, e acomodam-se com um desapropriação de sua própria história, o que para mim, é desapropriar-se de sua própria vida.
        Em suma, há um descaso de todas as partes. Infelizmente.

        responder
        • Silvia Oliveira

          Obrigada pelo relato.

          responder
  13. Morgana

    Fotos muito legais, qual câmera vc usou? [email protected]

    responder
    • Silvia Oliveira

      Minha máquina é uma automática, Sony H70. Abs!

      responder
  14. Priscila Veiga

    Olah amigos!

    Gostaria de dizer que há uito tempo já pensava em conhecer São Luís, mas agora com esta reportagem, me encantei mesmo. A cidade parece possuir muita história, mas também estou ciente de preparaer os bolsos. Sou de Taguatinga (DF) e ao sair do blog http://www.rodoviariasbrasil.com.br/, já tenho certeza de onde irei nas próximas férias. É muito bom viajar. Sucesso nas próximos destinos! Um Beijon

    responder
  15. Oi, Bravo para seu artigo
    Nós temos um blog de viagem na França.
    Nós visitamos o Brasil e nós adoramos.
    Nós escrevemos artigos em nossa rota: Rio, Ilha Grande, Manaus, Bélem, Jericoacoare… Ache nossas histórias de viagem e vídeo
    http://www.onedayonetravel.com/pt/itineraire-au-bresil-en-9-etapes-de-reve-par-onedayonetravel/

    responder
  16. uma das minhas cidades favoritas! mil ferias passando no maranhao. morava la facil facil. a cidade é muito gostosa.

    responder
  17. Tenho sonhos de conhecer São Luiz, pois sou amante dos azulejos. É triste ver tanto abandono, mas você tem razão, temos que buscar o que o lugar pode nos oferecer, seu conjunto! Abraços,
    Paula
    http://www.mochilinhagaucha.blogspot.com.br
    ….

    responder
  18. Leonardo

    Galera,,,,essa é para quem vai viajar para o exterior,, tem um site chamado cambiar HTTP//:www.cambiar.com.br é um buscador de casas de câmbio turismo, para que precisa comprar moeda estrangeira,,, o site é muito bomm…

    responder
  19. Olá! Citei o Matraqueando no meu blog. Se houver qualquer problema, por favor, é só pedir que eu retiro. É que eu gostei TANTO desse post, que não pude deixar de mencionar no meu texto. Um abraço!

    responder
    • Oi, Elaine!!! Imagine, adorei a citação, mas não consegui comentar lá. Me pede uma senha quando eu clico em “enviar” o comentário. (o.O) E olha, tive a mesma dificuldade que você ao escrever sobre São Luís… os sentimentos ficam encontrados! 🙂

      responder
      • Sério? Vixe! O que será que está acontecendo nos meus comentários? Que dó… Bom, o importante é que está tudo certo com a citação então. 🙂 Sou fã do Matraqueando! Beijo.

        responder
  20. Robson

    Oi Silvia. Estou indo para São Luis no sábado e estou usando suas impressões como base para o roteiro da viagem. Também vou para Alcântara e Barreirinhas. O seu texto foi o melhor que encontrei sobre o local. Nem mesmo a sec. de turismo se esforça para fazer algo parecido. Obrigado.

    responder
  21. Mariane Liston

    Silvia, você traduziu muito bem com suas palavras a essência da nossa cidade. Parabéns pela sensibilidade.

    responder
    • Paulo Roberto Soares

      Não acho que não. A cidade está abandonada Mariane. E vocês têm obrigação de cobrar as autoridades para revitalizá-la. Também nasci em São Luis, e, de longe, sofro com a desapropriação de nossa cultura que é influenciada por tanta coisa externa, a qual nunca foi nossa. Perdemos as nossas praias e estamos perdendo os nossos mangues e praticamente, a nossa “história” – com a falta de cuidado com as nossas relíquias a céu aberto – fundamental a”estória” de vida de todos.

      responder
  22. ademar b. caraúba

    estou me preparando para conhecer a cidade que nasci e não conheço, estou com 59 e sai dai com 4 meses, mas depois destas fotos estou muito ancioso de chegar ai a São Luis,e conhecer a minha cidade natal…parabéns pelas lindas fotos…

    responder
    • Silvia Oliveira

      Valeu, Ademar! Uma linda viagem para você!

      responder
  23. O que mais amo no centro histórico de Sao Luis que para mim é o mais bonito do Brasil é justamente o fato dele não ser algo envernizado!
    Não há conservação, há cheiro de xixi muito forte, sujeira e tudo mais e isso é uma verdadeira tristeza, mas os casarões, as ruas, os becos são os mais ricos por que eles sozinho contam uma história.
    Confesso que quando visitei as cidades historicas de Minas, Recife, Paraty entre outros, eu no fundo procurava algo tao rico que me fizesse perder o dia inteiro como em São Luis, ainda não encontrei…Vou continuar buscando!

    responder
  24. hortencia

    E seu cantinho virtual tem o nome de um instrumento _a matraca_ que é típico do maranhão, do bumba meu boi de raiz…adorei ler suas lúcidas e entusiastas palavras sobre minha cidade q tanto amo…parabéns e boas voltas à cidade! Hj moro fora, em brasília mas sinto uma saudade imensurável de são luis, nosso povo é único, minha família então nem se fala, a mais única das únicas! Beijo grande,Silvia!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Que legal, Hortencia! 😉

      responder
  25. Fernanda

    Infelizmente, não consigo não fazer comparações. Não com o lugar em si, mas com a forma de se tratar e receber os turistas.
    Sou do Rio de Janeiro, uma cidade tipicamente turística. Sei muito bem como devo tratar uma pessoa que não é daqui… Sei como se deve dar informações, dicas, como indicar caminhos e tudo mais. Afinal, todo o morador de uma cidade turística DEVERIA saber isso. E São Luís é uma cidade turística.
    Claro que em todo lugar há gente boa e ruim, gente bem e mal educada, gente receptiva e gente que não gosta de quem não é de lá. Mas em São Luís, parece que as pessoas bem educadas, receptivas e simpáticas era exceção.
    Estive 8 dias no Maranhão, sendo 4 deles em São Luís e, tirando o Centro Histórico e o fato de ter reencontrado uma amigo da faculdade, eu ODIEI a cidade.
    Não fui nada bem recebida nesta cidade… E isso me deixou chateada, porque acho que conhecer o povo e sua rotina faz parte da magia de conhecer novos lugares. Gosto de conversar com as pessoas, de perguntar sobre os lugares, de como as coisas funcionam e tudo mais, e não tive isso aqui. Até agora não entendi o porquê de São Luís ter o apelido de “Ilha do Amor”.
    Quando cheguei no aeroporto, fui direto no balcão de informações perguntar sobre a cidade e tal, e fui recebida por um guia super gentil e cativante. Pensei que todos na cidade seriam iguais a ele, mas são ao contrário. O guia me disse que São Luís não é só uma cidade de passagem para se ir aos Lençóis, mas, depois de ter conhecido a cidade, acho que é só um lugar de passagem sim!
    A cidade, em si, tirando o Centro Histório, não tem absolutamente nada a oferecer. Eu amei de paixão o Centro Histórico… todos os prédios, até os que não estavam lá tão bem conservados, tinham seu charme especial. Lindo demais. Amei a parte em que ficam os prédios da Justiça, da Prefeitura e do Município. Estavam com uma iluminação especial… também estava lindo demais. Consegui tirar várias fotos bacanas.
    Pretendo um dia voltar aos Lençóis e fazer outros passeios que não fiz, como pernoitar em Atins e Caburé, e ir para os Lençóis por Santo Amaro. Agora São Luís, só de passagem mesmo!

    responder
    • Anne

      Fernanda, isso infelizmente tem em qualquer lugar do Mundo… Quando fui ao Rio pela primeira vez odiei profundamente todos os cariocas( com excessão de um taxista) o que sente é que o carioca trata muito bem gringo mas na hora que percebe que vc é brasileiro e ainda por cima nordestina te tratam com total desdém… Sou apaixonada pelo Rio mas tenho uma impressão péssima dos cariocas. Cheguei até a discutir com um motorista pois perguntei qual era o ponto mais próximo do jardim botânico e ele debochadamente me respondeu que deveria pesquisar melhor antes de sair por aí.

      responder
      • Silvia Oliveira

        Pois é, eu tenho que concordar com a Anne. Acho que a referência que a gente traz do lugar tem mais a ver com as pessoas amargas que encontramos pelo caminho e com o nosso estado de espírito durante a viagem (portanto, a maneira como nós percebemos e interpretamos essas pessoas). Apenas para ficar com o exemplo do debate, também não tenho boas recordações do serviço carioca. Mas gostei do atendimento em São Luís. Enfim, vai muito da nossa paciência e do indivíduo com quem a gente está lidando! 😉

        responder
    • Paulo Roberto Soares

      Concordo com a Anne. Muita coisa poderia ser dedicada, não só ao turista, ao lazer em São Luis. Exportam para lá muita coisa que não presta, mas o que deveria, realmente, ser copiado de outras grandes centros turísticos está deixando a desejar. O centro histórico está resumido a um antro de assaltantes à noite, o que impede uma contemplação do cenário noturno dos casarões ou de uma volta a pé pelos velhos casarões. A sujeira é terrível, assim como a falta de hospitalidade. Os quiosques nas praias, assim como os táxis, cobram preços absurdos quando sabem que você é um turista.
      Atualmente, quem vai a São Luis, passa apenas três dias, a menos que tenha parentes, ou nunca mais volta.
      Ah, já ia esquecendo, as praias, as que estão próprias para banho, sem total infraestrutura – sem banheiros apropriados e sem higiene – e se segurança.

      responder
  26. Carol

    Olá!
    Vou passar por São Luis (ficar um dia livre na cidade) pois tenho programada viagem da Rota das Emoçoes (Lençois – delta do parnaiba – Jericoacoara). Vi seus relatos, achei muito bom. Mas sinceramente estou dividida, pois vi também que tem Alcantara… será que dá pra passar o dia em Alcantara e conhecer Sao Luis a noite?
    Vou em junho, e ainda terei a sorte de ser época do bumba meu boi.
    Um abraço e parabens pelo site!!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Carol, dá para conhecer Alcântara de dia, mas à noite é perigoso andar pelo Centro Histórico de São Luís. Abs!

      responder
  27. antonio

    acabei de construir um condomínio familiar em s.luis do ma, vendo conforme anúncio na olx.

    responder
  28. Anne

    Sílvia, muito bom seu relato… Pra quem ainda vem para cá não deixe de experimentar o beiju do tio que fica no Reviver

    responder
    • Silvia Oliveira

      Opa, valeu pela dica!

      responder
  29. Carol Thomazi

    Oi gente,
    Os posts sobre São Luis vieram na hora certa. Estou com viagem marcada mas minha grande preocupação é em relação a segurança. Não encontrei nada específico nos posts então, gostaria de saber, é realmente tranquilo se movimentar pelo Centro e praias? Tenho máquina profissional e alguns relatos me deixaram preocupada com isso, inclusive reportagens, mas quando falo com pessoal de hospedagem e de turismo da região, eles dizem que é seguro. Mas o que vocês sentiram? É possível sair sozinha para fotografar o centro? O que vocês sugerem?
    Abraços

    responder
    • Silvia Oliveira

      Eu achei beeeem INSEGURO! Eu viajei sozinha para São Luís com maquininha automática. Não me aconteceu nada. Mas a região, quando eu fui, não tinha muito policiamento. Algumas áreas pareciam meio abandonadas. Tome bastante cuidado, assim como tomaria em qualquer centro de cidade grande. (Em Curitiba, onde eu moro, o centro histórico também não é recomendado à noite, por exemplo!)

      responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar