-  Atualizado 28/07/2015

Bento Gonçalves | Caminhos de Pedra: um pedaço da Toscana no Brasil

Publicado por: Silvia Oliveira Bento Gonçalves

Aposto que quando você pensa em Serra Gaúcha o que sobra no seu repertório é a palavra vinícola. No meu também. Até conhecer o Caminhos de Pedra — um viçoso circuito formado por paisagens lúdicas e interativas — retrato fiel da essência da imigração italiana no nosso país.

O caminho – que foi aberto há mais de um século – leva à colônia São Pedro, a 13 quilômetros de Bento Gonçalves (RS). O lugar lembra um pedaço da Toscana, região bucólica e pastoril da Itália. O roteiro de apenas sete quilômetros vislumbra dezenas de construções em pedra e madeira. É um dos mais comoventes e bonitos passeios do Brasil.

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> baixe o seu agora mesmo!

Você vai passar por moinhos, teares, capelas e casas de massas. Terá acesso a produção de queijo de ovelhas, conhecerá o processo (antigo e novo) de processamento da erva-mate, matéria prima para o chimarrão. Há, também, oferta de produtos coloniais como doces, salames e conservas. Mais do que isso, você entrará naquele universo preservado – e único – da memória de um povo festeiro, trabalhador e com espírito altamente empreendedor.

Os pontos de visitações se dividem entre aqueles que podemos entrar, conhecer e comprar e os que são só para observação externa, compondo o patrimônio arquitetônico e paisagístico do roteiro. Geralmente são propriedades particulares, onde você será recebido pelos proprietários com explicações e degustação no local.

Foi assim no Il Cantuccio del Pomodoro, também conhecido como a Casa do Tomate. Numa construção típica italiana são produzidos e comercializados diversos derivados do tomate: molhos, geleias, tomate seco, extrato, suco e até cosméticos. Em tempo: tudo sem o uso de conservantes químicos. Você poderá degustar quase todos os itens da produção e conhecer o processo de fabricação na pequena agro-indústria da Família Lerin.

Uma das primeiras paradas será na Casa dos Doces Predebon, uma fofa construção de tijolo maciço à vista que oferece doces de frutas cultivadas na propriedade. O varejo funciona no porão de pedra da família. Destaque para doce de figo, vendido em forma de geleia e em pedaços.

A criançada – e qualquer adulto – vai adorar a parada na Casa da Ovelha. Trata-se de um casarão feito em madeira, todo restaurado, onde os visitantes são recepcionados com degustação de queijos, doce de leite, iogurtes e outros derivados do leite de ovelha. Detalhe: toda a produção é feita sem lactose. Mas a principal atração do lugar é a rápida visita ao rebanho de ovelhas, manejado com cães pastores da raça Border Colie.

Já a Casa da Tecelagem vai enlouquecer as moçoilas doidas por cachecóis e tapetes rústicos. Instalada num velho casarão de madeira, a casa produz ainda mantas, roupas, cortinas e almofadas nos históricos teares artesanais. Você poderá acompanhar o processo de criação e produção das mercadorias, todas vendidas a preços honestos no local.

Cenário de parte do premiado filme brasileiro “O Quatrilho”, a Casa Strapazzon preserva características das casas de pedras da primeira geração de imigrantes da região. Hoje funciona como cantina também. No porão, o visitante pode degustar e comprar toda a sorte de produtos coloniais como queijo, copa, salame, sucos e vinhos. O local é um dos mais formosos do caminho. Suas fotos ali farão você pensar que estava em alguma cena da novela Passione. Rá!

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> baixe o seu agora mesmo!

Na Casa da Erva Mate outro cenário de novela. A roda d’água faz lembrar que a antiga produção da erva era totalmente artesanal. Acompanhados pela proprietária, Dona Jaqueline Ferrari, conhecemos o antigo método de beneficiamento do mate e também as novas tecnologias que permitem a fabricação em alta escala. Em frente, no porão da casa dos Ferrari funciona uma lojinha, onde você poderá ver como se prepara o chimarrão (eu mesma nunca tinha visto este ritual) e degustá-lo.

O projeto Caminhos de Pedra é um dos mais bem sucedidos roteiros turísticos nacionais — ainda que muita gente nem saiba que exista! Administrado por uma associação, o roteiro é muito organizado, de fácil acesso e está completamente preparado para receber o turista. Todos os locais abertos à visitação, por exemplo, oferecem banheiros e há vários restaurantes durante o trajeto.

Como o percurso principal tem só sete quilômetros pensei que poderia percorrer o caminho numa manhã. Mas com as paradas – o que incluiu um almoço por ali – durou um dia inteiro. E ainda assim não conseguimos visitar nem a metade das construções disponíveis para observação, muitas em estradinhas vicinais. E, no fim do dia, já rumo a Gramado, a gente ainda fez beicinho de quero mais. Na sua próxima parada na Serra Gaúcha, dê uma chance a sua história de vida: inclua o Caminhos de Pedra e descubra o quanto é possível ser feliz!

+ Alugue um carro com segurança e aproveite a Serra Gaúcha com mais economia!

SERVIÇO

Caminhos de Pedra
Onde: Colônia de São Pedro, a 13 quilômetros de Bento Gonçalves-RS
Quando: o ano inteiro.
Importante: consulte no site horário de visitação de cada empreendimento. Lembrando que as construções de observação externa podem ser visualizadas em qualquer dia e em qualquer horário. Alguns lugares cobram taxa de visitação que varia de R$ 1 a 2 (um a dois reais). Informe-se antes de ir.

________________

Procurando hospedagem em Bento Gonçalves com ótimo custo/benefício? Pesquise no Booking.com (parceiro comercial do Matraqueando) — onde sempre faço minhas reservas. O sistema não cobra qualquer taxa e tem cancelamento grátis para a maioria dos quartos! 🙂

________________

Posts relacionados

Bento Gonçalves | Casa Vanni: experiência gastronômica com sabor e sensações no Caminhos de Pedra

Bento Gonçalves | Vinícola Salton: visita guiada com degustação grátis

Bento Gonçalves | Pousada do Chalé: hospedagem com ótimo custo-benefício

Leia também

Gramado: roteiro de três dias

De Porto Alegre a Gramado pela Rota Romântica

Gramado: dicas para uma viagem econômica

Lago Negro

O Reino do Chocolate

Parque de Lavandas

Mini Mundo: réplicas em miniaturas

Zoológico: programa família

Hospedagem em Gramado: onde ficar

Outras opções de hospedagens em Gramado com ótimo custo/benefício

Arredores

Templo Budista de Três Coroas

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados.

Banner venda Gramado



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


37 comentários

  1. Comentário do dia 25/5/2011 às 18:09

    Toscana mesmo!!! Post genial, e aqui entre nós, Sr. Raul explodindo a boca do balão. Esta última foto das suas duas mulheres ficou de revista!!!
    beijos aos três
    AT: Mariana tá enorme!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ishhh, e o Raul ainda reclamou que não deu para fazer as “fotos” que ele queria porque foi muito corrido! Pode?

    (Responder)

  2. Marcia Kawabe
    Comentário do dia 25/5/2011 às 18:27

    Que lugar incrível e cheio de coisas deliciosas pra fazer e comer! Queijo de ovelha é a mesma coisa que queijo de cabra? Eu sou viciada nesse último que eu espero que seja a mesma coisa que o primeiro 🙂

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Fiz mais ou menos essa pergunta lá, Marcia. O que me disseram é que o leite de ovelha tem um sabor mais suave e menos marcado que o de cabra. Daí, vai depender do paladar mesmo. Eu provei iogurte e queijinho… achei bem parecido com o de cabra! Mas meu paladar não é muito gourmet! Eu como qualquer coisa! Rá! 🙂

    (Responder)

  3. Comentário do dia 25/5/2011 às 18:38

    Silvia, você sempre descobre esses roteiros especiais, né? Fiquei de olho foi nessa crostata de goiaba! 😉

    Como a Mariana tá grande! E linda!

    Beijos!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Quando fui a Bento Gonçalves, tinha um mantra na cabeça: “Caminhos de Pedra, Caminhos de Pedra”… hahahahaha!

    (Responder)

  4. Comentário do dia 26/5/2011 às 09:19

    Sil, essa foto sua com a filhota no final está lindona! E eu babei nos cachecóis, tenho uma coleção deles 😀 Pena que por aqui não faz muito frio e eu nunca consigo usar todos num único inverno :/

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Adoooooro cachecol também! Foi difícil me segurar para não levar uns três duma vez! 🙂

    (Responder)

  5. Claudia
    Comentário do dia 26/5/2011 às 20:29

    Oiii Silvinha….
    Ameiii ver vcs na ultima foto….
    A Marianna uma fofa e enorme hein?
    Estou adorando todas as dicas…
    Beijo enorme

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Clau, tenho certeza de que este tipo de roteiro iria agradar em cheio você e o Bito! 🙂

    (Responder)

  6. Danielle Lamoço
    Comentário do dia 26/5/2011 às 20:55

    Silvia Amada!!! Vou chover no molhado… mas sua filhota está liiiinnnda!!! Me assustei com o tamanho dela! Caramba como o tempo voa… super beijo

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    A Mariana está com um metro! UM METRO! Acho que mais uns dois anos e ela me passa! Hohohohoho!

    (Responder)

  7. Erensto, o pato
    Comentário do dia 27/5/2011 às 17:44

    Silvia, parabens pela serie, está muito bonita.

    Tem também o caminho da balsa do muque, e a Região de Antonio Prado, que colocamos no Riq, o Pato Economico na Tsocana Brasileira.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Hahaha, Balsa do Muque??? Adorei a ideia! Nunca tinha ouvido falar! Vou ler com calma seu post! Quem sabe na próxima a gente inclui no roteiro! 😉

    (Responder)

    Resposta de Erensto, o pato

    Siliva

    Vale a pena!!

    (Responder)

  8. Carmen
    Comentário do dia 28/5/2011 às 04:33

    A diversidade de Brasil é enorme. Brasil é todo um Mundo. Fantástico post e las fotos excelentes (parabéns, Raul)

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Sim, Carmen, cada pedacinho do Brasil (como a Espanha) é um país diferente! 🙂

    (Responder)

  9. Comentário do dia 28/5/2011 às 20:47

    Amei encontrar o seu site. E que fotos lindas!!! Nem terminei de ler e quero mais! Estou indo para Gramado mês que vem e reservei um dia para ir até Bento Gonçalves, mas antes de ir já tive a sensação de que é muito pouco e vou voltar para me hospedar por lá. Escreva mais para a gente, por favor!!! Parabéns.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Vou continuar postando sobre a região, sim! Acompanhe-nos! 🙂

    (Responder)

  10. Bernardette Amaral
    Comentário do dia 29/5/2011 às 18:40

    Estou amando os posts. As fotos e o texto maravilhoso. A Mariana está cada vez mais fofa. Já escolhi o local das minhas próximas ferias, Bento Gonçalves . Você é a embaixadora do Sul do Brasil, deveria ser homenageada, faz pela região muito mais que todas as secretarias de turismo juntas. Parabéns pelos textos!!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Nossa, a gente podia montar uma excursão para lá…hahahaa! Tô louca para voltar para Bento Gonçalves e todo mundo que está descobrindo a rota aqui no Matraqueando tá falando que vai pra lá! Uêba! 🙂

    (Responder)

  11. vera
    Comentário do dia 29/5/2011 às 22:36

    Não conheço o lugar, mas pretendo depois de ler o post, e vocês duas difícil dizer que a mais linda, ambas, com certeza, mas a filhota é um escândalo de bonita ::))
    beijo,
    vera

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Hahaha, brigadão, Vera! E vá mesmo… o Caminhos de Pedra é um dos resgates históricos e culturais mais bacanas que o Brasil tem! 🙂

    (Responder)

  12. Comentário do dia 07/6/2011 às 01:47

    Olá, Sílvia!

    Você nem imagina como lembrei de você nessas minhas férias… Em cada conta de hotel fechada, lembrava que eu estava no meu momento “patrão”, ou seja, se tivesse juízo mesmo, nem teria saído de casa… hehehe… Mas pra nós, que adoramos viajar, conhecer novas experiências e mundos diferentes dentro do nosso mundo, esses momentos não tem preço…

    Mudando de assunto, próximo à região onde moro, também há um roteiro curtinho, que vem sendo incrementado nos últimos anos – a Estrada do Vinho, município de São Roque – SP. Deve ter uns 12 km, com várias vinícolas ao longo do caminho, e nas tais estradinhas adjacentes. As vinícolas capricham nos recantos, algumas tem um pequeno museu, há lugares agradáveis para comer e dar uma parada, só para apreciar a vista… Em todas é possível degustar o vinho, que em sua maioria vem do sul, pois a uva não é mais cultivada para fins industriais no município. Se puder, venha conhecer – acho que é o tipo de passeio que você gostaria de fazer.

    Um abraço para toda a família Matraca!

    juliana

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Adorei a dica, Juliana! Obrigada!

    (Responder)

  13. lilian
    Comentário do dia 12/6/2011 às 23:53

    Parabéns pelos posts sobre Bento Gonçalves e Gramado.Eu não conhecia esses roteiros.Você alugou um carro e fez o roteiro por conta própria ou é um passeio feito por alguma empresa?Eu e meu marido vamos à Gramado em Novembro e adoramos todos os passeios que você relatou portanto gostaríamos de fazer alguns.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Lilian, eu voei de Curitiba a POA e alugamos um carro em Porto Alegre e fizemos tudo por conta própria. Mas há agências que fazem esses roteiros. Abs!

    (Responder)

  14. Erika Louise
    Comentário do dia 03/10/2011 às 15:41

    Olá Silvia,
    Encontrei seu post, quando estava pesquisando sobre Gramado e Canela e amei!!!
    Estaremos no mês de Dezembro em gramado para mostarar o natal luz a minha filha de 7 anos e quando li sobre o caminho das pedras pensei em dar uma passadinha para conhecer…ainda mais quando vc informa que fez por conta própria. Estaremos com carro alugado também e gostaria de saber se vc teria o seu roteiro para disponibilizar.
    Obrigada,
    Erika Louise

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Erika! Logo no começo do Caminhos de Pedra um posto de gasolina (assim como todos os atrtivos) vendem um mapinha do caminho. Com o mapinha em mãos você poderá escolher o que mais lhes interessa visitar. Meu roteiro foi basicamente este aí em cima. No site deles também tem bastante coisa detalhada. http://www.caminhosdepedra.org.br/ Abs!

    (Responder)

  15. Comentário do dia 29/11/2011 às 15:16

    Silvia
    Somos fãs dessa rota na Serra. E você descreveu tudo perfeitamente. As fotos estão lindas. E sua pequena é uma fofa.
    Abraços
    Alexandra

    (Responder)

  16. Comentário do dia 11/1/2012 às 11:23

    Oi Silvia!!!
    Depois do seu relato e das lindas fotos, comprei minha passagem para conhecer o Caminho das Pedras.
    Vc chegou a visitar a Pousada Cantelli do Caminho das Pedras?
    To na dúvida se fico lá ou na Casa Vadulga…
    Bjs, Anna

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Anna! Não conheci ess apousada, não! Fiquei na Pousada dos Chalés, em Bento… muito boa por sinal. 🙂

    (Responder)

  17. Comentário do dia 23/1/2012 às 23:55

    Silvia, sou eu de novo! rsrs. Comentei num outro post sobre uma dúvida de alugar ou não um carro, mas agora a dúvida é outra: é preciso um dia inteiro para fazer esse roteiro do Caminho das Pedras? Terei dois dias em Bento e pensei em fazer duas visitas à vinícolas. Estou achando que visitar duas no mesmo dia é apertado, então pensei em dividir o segundo dia entre a vinícola e o Caminho das Pedras. Você acha que dá ou fica corrido demais? Obrigada! Beijo!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Marina, para o Caminho das Pedras acho que precisa de um dia inteiro, sim. Nos começamos pela manhã e terminamos o passeio no fim da tarde. São muitas paradas, incluindo a do almoço. Já os passeios às vinícolas são guiadas e duram, em média, 1h cada. Então dá para fazer um de manhã e outro à tarde, sem pressa! 🙂

    (Responder)

    Resposta de Marina Maria

    Ei Sílvia É como eu estava imaginando então, um dia inteiro mesmo. Eu fico sempre querendo dar mais um dia para Bento, mas acho que visitando duas ou três vinículas já está de bom tamanho! Obrigada pelas dicas. Um abraço!

    (Responder)

  18. Bernardette Amaral
    Comentário do dia 23/2/2012 às 21:00

    Fiz o caminho de pedras no carnaval. que lugar lindo !!! Obrigada pela dica maravilhosa!!!

    (Responder)

    Resposta de Sílvia Oliveira

    Obrigada por todos os feedbacks, Bernardette! O Caminho de Pedras é um daqueles lugares que sonho em voltar! 🙂

    (Responder)

    Resposta de Bernardette Amaral

    Eu tambem penso em voltar, pelo que ouvi outros estabelecimentos abrirão as portas futuramente, garantindo o retorno das pessoas que amaram o caminho. Tambem penso em explorar melhor a região do vale do rio das antas.

    (Responder)

  19. Comentário do dia 25/3/2012 às 16:18

    Que lindo! Custou um pouco encontrar este site e este assunto.Amamos.Isto serviu de exemplo para muitos que nos visitaram e que futuramente nos visitarão.Isto que é divulgar.AH! A carroça!!!b Brevemente teremos novidades que é o estabelecimento da Foto à Moda Antiga que ficará ao lado da carroça .Muitas novidades em produtos derivados de tomates.Muitos motivos para voltar ao Sul do País.Amamos a divulgação. Abraços de sempre
    Casa do Tomate

    (Responder)

  20. Fatima Tenorio
    Comentário do dia 12/4/2012 às 19:47

    Amei… Bento Gonçalves por si só já é uma maravilha, mas esse caminho é um verdadeiro achado. Ótima dica.

    (Responder)

  21. Mônica Wildhagen
    Comentário do dia 06/6/2012 às 12:48

    Oi gente!! Em setembro do ano passado, fomos para Gramado eu, marido, irmão e cunhada. Alugamos um carro e passamos um dia em Bento Gonçalves, fizemos o passeio do trem, visitamos uma vinícula e demos uma passada rápida pelo caminho de pedras. Fiquei sonhando com a viagem e com tristeza de ir embora sem conhecer quase nada. Um dia é muito pouco para aproveitar. Em agosto desse ano vou voltar e dessa vez fiz reservas de mais dias para ficar em Bento e depois vamos para Gramado. Alguém conhece a pousada Cantelli?? Essa viagem ao sul do país é um sonho!!! Um grande abraço!!

    (Responder)

  22. KELLY MARQUES
    Comentário do dia 10/7/2012 às 14:14

    Silvia bom dia!
    Adorei o seu site e as dicas, estou maravilhada com tudo, mas tenho muitas dúvidas e queria saber se pode me ajudar.
    Estou indo de férias para o RS em setembro com meus pais passaremos 8 dias e a primeira parada será Bento Gonçalves, já reservei o passeio de Maria fumaça e queria visitar as vinícolas ( Cave, Salton e Miolo) e o caminho das pedras. Chego sexta a tarde o passeio de trem é sabado pela manhã … queria saber de vc quanto tempo fico em Bento Gonçalves ? e em Gramado? Obrigada desde já!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Kelly, eu faria assim:
    Sexta – chegada
    Sábado de manhã – Passeio de Maria Fumaça
    Sábado à tarde – Visita a vinícolas (escolha duas)
    Domingo – Caminho de Pedras (dia inteiro)
    Segunda – Gramado
    Terça – Gramado
    Quarta – Gramado
    Quinta – volta para a casa
    Abs!

    (Responder)

  23. Josiane
    Comentário do dia 18/7/2012 às 01:08

    olá Silvia!
    tem ônibus ou algum outro meio de transporte de Gramado a BG Caminhos de Pedra?, vc sabe os valores? como faço para chegar até aí, pois estarei em um hotel em Gramado, sem carro.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Não saberia informar. Tente no site oficial deles: http://www.caminhosdepedra.org.br
    Abs!

    (Responder)

  24. Hugo Loureiro
    Comentário do dia 16/10/2012 às 11:09

    Olá Silvia, acabei de voltar esta semana de Gramado e graças ao seu blog pude conhecer o Caminhos de Pedra. Foi, na minha opinião, o ponto alto da viagem.

    Fiz um bate e volta tranquilo a partir de Gramando, passei por Nova Petrópolis, onde compramos roupas (minha esposa na verdade), visitamos a praça principal com o labirinto que meu filho adorou. Então seguimos pela BR-116 até Caxias do Sul e depois seguimos a Estrada Rota do Sol (RS-453). Após passar por Farroupilha, pegamos a RS-448 onde então após 3km começa/termina o Caminhos de Pedra.

    Se fizer este caminho vindo de Gramado, sugiro que parem logo na Casa da Confecção, alem de ser legal servirá de posto de informações onde será possível comprar o mapa da rota (R$ 2,40) e verificar qual restaurante está aberto e ter dicas da proprietária que conhece tudo, aliás todos são bem solícitos e fazem questão de dar informações sobre os outros empreendimentos.

    Não deu para parar em todas as casas, mas em cerca de 5 horas visitamos a Casa dos Doces Predebon, Restaurante Nona Ludia, Casa da Ovelha, Casa das Massas e Artesanato, Casa da Tecelagem, Restaurante Casa Vanni, Cantina Strapazzon, Casa da Erva-Mate e Casa da Confecção.

    Outra dica, na Casa da Erva Mate estava reclamando dos pedágios da região e a serra que tem que passar na BR-116 até Caxias, fomos informados que o melhor caminho é passar por Feliz, a estrada é melhor pois não tem tantos caminhões, não passa por Caxias e é sem pedágio, ou seja apesar do trajeto ser mais longo (20 Km) é super tranquila.

    Bom está é uma pequena contribuição, por ter me apresentado este caminho que é realmente lindo e inspirador. As pessoas são acolhedoras e os cenários e os produtos autênticos, não é uma rota inventada, é história viva.

    Abaixo os links para as rotas de ida e de volta:

    IDA:

    https://maps.google.com.br/maps?saddr=Gramado+-+Rio+Grande+do+Sul&daddr=Rod.+Cam.+das+Pedras&hl=pt-BR&sll=-29.199374,-51.441936&sspn=0.106242,0.209255&geocode=FSjeP_4dTKf3_CkFfi11WjIZlTEr7F5IHzMJnA%3BFYC7Qv4d8O7v_A&oq=ben&t=h&mra=dme&mrsp=1&sz=13&z=13
    A

    Caminho de volta por Feliz

    https://maps.google.com.br/maps?saddr=Rod.+Cam.+das+Pedras&daddr=Feliz+-+Rio+Grande+do+Sul+to:Gramado+-+Rio+Grande+do+Sul&hl=pt-BR&sll=-29.214508,-51.331387&sspn=0.106227,0.209255&geocode=FYC7Qv4d8O7v_A%3BFSqcPv4d7B3x_Cnxfk2CHKselTH_VVAIXrmySw%3BFSjeP_4dTKf3_CkFfi11WjIZlTEr7F5IHzMJnA&oq=Gramado+-+Rio+Grande+do+Sul&t=h&mra=ls&z=11

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigadíssima pelas dicas, Hugo! Concordo com você, é uma rota viva e autêntica! 🙂

    (Responder)

  25. Comentário do dia 01/11/2012 às 22:26

    Super legal!

    (Responder)

  26. Comentário do dia 15/11/2012 às 11:05

    Que lindo esse post, Silvia! Passei por lá há uns 10 anos, mas só fui na vinícola e na fábrica de erva mate… Tenho que voltar urgente e passar por todos esses novos pontos 🙂
    Obrigada por me lembrar 🙂

    (Responder)

  27. Ricardo Buarque
    Comentário do dia 02/5/2013 às 10:30

    Já visitei vária vezes, acho que todos que vão ao RS.deveriam conhecer.
    Povo hospitaleiro, sem falar na gastronomia italiana maravilhosa.
    Voltarei lá este ano novamente.

    (Responder)

  28. Gustavo Bonelli
    Comentário do dia 01/7/2013 às 10:52

    Fiz o Caminhos de pedra seguindo as dicas aqui do blog e foi otimo! Dia perfeito, cenário de cinema e simpatia do povo fizeram o passeio ser o ponto alto da viagem a Gramado. Os mapas do Hugo tbem foram muito úteis. Fiz o percurso mais longo na ida e o mais curto (mas mais lento) na volta. Acho que preferi o primeiro que e menos sinuoso. Enfim, muito obrigado pelo post. Sem ele nao saberia desse lugar tao legal de visitar!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Que legal, Gustavo! Tenho muita vontade de voltar a essa região! Abs!

    (Responder)

  29. VIVIANE
    Comentário do dia 22/1/2014 às 12:57

    Que roteiro maravilhoso!!! Fui à Bento Gonçalves em dez/2011 e com muita vontade de fazer o Caminhos das Pedras. Fui com mais duas amigas e elas resolveram trocar pelo passeio de trem., tive que ceder!!! 🙁 Mas da próxima vez que for lá, irei com seu roteiro à tiracolo e ninguem me empata mais!!! Sonhooooo!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    O Caminho de Pedras é imperdível na região! 🙂

    (Responder)

  30. Comentário do dia 23/1/2015 às 11:24

    Silvia, adorei o post e as fotos. Vou conhecer Bento daqui a 15 dias e já estou ansisosa!!!

    Beijos,

    Ana

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Você vai amar, Ana!

    (Responder)

  31. Mario de Castro
    Comentário do dia 02/2/2015 às 13:01

    Boa Tarde!
    Não quero fazer exatamente um comentário, vito não conheço a região de Bento. O que gostaria de pedir Vossa gentileza é no sentide informar-me como e onde posso começar um passeio com alimentação e ou hospedagem neste caminho das pedras ou outro lugar bonito da Vossa região.
    Por favor retornem-me com as informações de que preciso para visitá-los.

    Obrigado,

    Mario de Castro/Lajeado/RS

    (Responder)

  32. Renata
    Comentário do dia 23/4/2015 às 22:56

    Amei seu blog, estou indo agora na 2° semana de maio para Gramado e pretendo conhecer B.Gonçalves,não só pelas vinicolas mais por essa dica preciosa sobre os Caminhos de Pedra estou anciosa para conhecer

    (Responder)

  33. Comentário do dia 30/5/2015 às 02:07

    Oi Silvia!
    Adorei o post e as fotos! Visitei o Caminhos de Pedra agora em maio e também fiz um post do Devaneios. Te indiquei pelos detalhes!
    Abs e bons passeios!
    Gabi

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Ah, valeu, Gabi! Abraço!

    (Responder)

  34. Dila
    Comentário do dia 17/6/2015 às 19:12

    Olá! Irei em dezembro para Serra Gaucha, favor informar-me se preciso fazer reserva
    para este passeio Caminho de Pedra, ou é só chegar chegando.
    Obrigada
    Abçs
    Dila

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Dila, é só chegar chegando! É uma rota a céu aberto! Abs!

    (Responder)

  35. MARCELA
    Comentário do dia 13/11/2015 às 14:20

    Silvia, adorei seu post. Essa passeio pelo caminho de pedras vocês fizeram com guia ou foram por conta?
    Se fizeram com guia ou agência, pode me indicar?
    Estou louca para conhecer

    (Responder)

  36. Gabriela
    Comentário do dia 20/3/2017 às 08:12

    Ola! Vou com meu namorado em 23 a 26 de junho p Serra Gaúcha. Pouquinho tempo, mas é o que podemos no momento. Vamos chegar as 8:30 h em Porto Alegre e pegar um carro alugado e partir p Vale dos Vinhedos. Gostaria de saber de vcs se o FARINA PARK HOTEL é uma boa opação p ficarmos hospedados em relaçao a localizacao para percorrermos em 1 dia a região. No outro dia pela manhã conhecermos o caminho de pedra e partirmos p Gramado e Canela. Amamos vinhos e gastronomia e a nossa ontençao é um passeio romântico no vale. Aguardo os comentário!!

    (Responder)

  37. Comentário do dia 30/4/2017 às 06:33

    No matching handler

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar