-  Atualizado 09/06/2015

Lisboa bairro a bairro | Belém

Publicado por: Silvia Oliveira Lisboa

Lisboa bairro a bairro Belem Imas de geladeira

Belém é o bairro cartão-postal de Lisboa. A impressionante torre de arquitetura manoelina já é sua conhecida das latas de azeite e talvez seja o atrativo turístico mais lembrado quando se fala em Portugal. O monumento fica à beira-rio, exatamente de onde partiram – há mais de 500 anos – as caravelas rumo ao Novo Mundo. Uma delas descobriu o Brasil.

A região está fora do eixo cêntrico da capital (Alfama, Baixa e Chiado) e exige um passeio de dia inteiro. Há museus interessantíssimos, monumentos Patrimônio da Humanidade, restaurantes bacaninhas e a famosa Antiga Confeitaria de Belém com seus suculentos e clássicos pastéis de nata.

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

O QUE FAZER

Torre de Belém

Construída como um forte às margens do Rio Tejo, a Torre de Belém já foi controle aduaneiro, central de telégrafos e até um farol. Em alguns momentos da história virou masmorra, transformando-se em prisão política durante a ocupação espanhola.

Lisboa bairro a bairro Torre de Belem

Hoje é um centro preservado como Patrimônio Cultural da Humanidade e está na lista das Sete Maravilhas de Portugal. Com o passar dos séculos se converteu num marco da Era dos Descobrimentos. É daqui que você leva a foto mais emblemática de Lisboa.

Av. Brasília, s/n. De terça a domingo, 10h às 17h30 (18h30 no verão). Entrada: € 5. Pessoas com mais de 65 têm 50% de desconto. Crianças com menos de 14 anos não pagam. O bilhete combinado Torre de Belém/Mosteiro dos Jerónimos custa € 10. Grátis domingos e feriados até às 14h. Fecha às segundas-feiras, domingo de Páscoa, 1º de maio, Natal e Ano Novo.

Mosteiro dos Jerónimos

Construído em 1502, o Mosteiro dos Jerónimos está repleto de referências ao período dos descobrimentos. Tem uma belíssima arquitetura. Na minha opinião, aliás, é o monumento mais lindo de Lisboa. (Lembra muito os Mosteiros de Batalha e Alcobaça, ambos nos arredores da capital). Abriga os restos mortais de Luís de camões e Vasco da Gama. É Patrimônio da Humanidade.

Matraqueando Instagram

Lisboa bairro a bairro Mosteiro dos Jeronimos como chegar

Praça do Império. De terça a domingo, 10h às 17h30 (18h30 no verão). Entrada: € 7. Pessoas com mais de 65 têm 50% de desconto. Crianças com menos de 14 anos não pagam. O bilhete combinado Torre de Belém/Mosteiro dos Jerónimos custa € 10. Grátis domingos e feriados até às 14h. Fecha às segundas-feiras, domingo de Páscoa, 1º de maio, Natal e Ano Novo.

Dica da Matraca | O passe Lisboa Monumental (Torre de Belém, Mosteiro dos Jerônimos e Palácio Nacional da Ajuda) custa € 13. É possível comprar os bilhetes individuais e combinados no local ou on-line.

Padrão dos Descobrimentos

O monumento de 56 metros de altura caracteriza uma caravela e seus navegadores mais famosos. Estão ali personagens ilustres da terrinha como Pedro Álvares Cabral, Luís de Camões e Vasco da Gama. Construído em 1940 à beira do Rio Tejo e a poucos metros da Torre de Belém, o Padrão do Descobrimento evoca a expansão ultramarina portuguesa.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial. Pegue seu cupom aqui!

Lisboa bairro a bairro Torre de Belem e Padrao dos Descobrimentos

Av. Brasília, s/n. Entrada € 3. Crianças menores de 12 anos não pagam. De terça a domingo, das 10h às 18h. (19h no verão). De abril a setembro também abre à segundas.

Museu Coleção Berardo 

Um dos poucos centros culturais gratuitos de Lisboa, o museu reúne mais de 800 obras do milionário José Berardo. A coleção de arte moderna e contemporânea representa cerca de 70 correntes artísticas e traz nomes como Joan Miró, Pablo Picasso, Andy Warhol, Piet Mondrian, Frank Stella, entre outros. O local é maravilhoso e superbem distribuído. Está em uma das alas do Centro Cultural de Belém. Do terraço você tem uma linda vista do Mosteiro dos Jerónimos.

Praça do Império. De terça a domingo, 10h às 19h. Fecha no dia 25 de deszembro. Abre no dia 1º de janeiro (12h às 19h). Grátis. Algumas exposições temporárias podem ser cobradas à parte. Oferece cadeiras de rodas para empréstimo na recepção. A fofa – e cara – loja do museu funciona todos os dias, 10h às 19h.

Museu Nacional dos Coches 

Por ser tão singular (expõe carruagens, carros e carrinhos de passeios usados pelos reis há séculos), o Museu dos Coches é uma das visitas mais pitorescas de Lisboa. Além dos veículos, o local reúne, ainda, acessórios de cavalaria, cortejo e fardamento típico da Corte. Visitei o acervo em 2006. Nessa minha última vez na cidade não refiz o passeio. Mas você pode ver tudim o que o museu oferece neste post da Camila Navarro do blog Viaggiando. Está recheado de fotos. Corre lá. 

Praça Afonso de Albuquerque. De terça a domingo, 10h às 18h. Entrada: € 5. Pessoas com mais de 65 anos têm 50% de desconto. Crianças menores de 14 anos não pagam. Gratuitos aos domingos e feriados até às 14h. Fecha às segundas, domingo de Páscoa, 1º de Maio, Natal e Ano Novo.

+ Walking tour pela Torre de Belém com guia em inglês

Ponte 25 de abril

Em Belém você tem uma bela vista da ponte suspensa mais alta da Europa, a 25 de Abril. A enorme estrutura vermelha de ferro lembra muito a Golden Gate de São Francisco (foram projetadas pela mesma empresa). Tem mais de dois quilômetros e está a 70 metros acima do Tejo.

ONDE COMER

A rede de restaurante e cervejaria Portugália tem uma unidade aqui, próxima ao Padrão dos Descobrimentos. A casa é conhecida pelos seus suculentos bifes e pela tradicional Acorda de Camarão. Não é uma comida extraordinária, mas você come bem, pagando o justo.

Se você busca um momento-extravagância e prefere um lugar mais sofisticado com alta gastronomia portuguesa (sem ir à falência) vá ao A Commenda, restaurante do Centro Cultural de Belém. O gasto médio por pessoa é de € 30. Aos domingos serve o famoso Cozido à Portuguesa. Oferece uma vista linda do Tejo e da Ponte 25 de Abril. Veja horário de funcionamento aqui.

pasteis 2

Já a sobremesa deixe para a Antiga Confeitaria de Belém (também conhecida simplesmente como “Pastéis de Belém) que produz, com uma receita secreta há séculos, um dos mais saborosos pastéis de nata do país. (Falamos dela aqui.)  O local também oferece sanduíches e salgados. É possível fazer um lanche completo por menos de € 10.

ONDE COMPRAR

Não vejo Belém como uma região propícia para compras. Talvez saindo dos arredores dos atrativos existam algumas lojinhas interessantes. Mas em todas as vezes em que estive aqui nunca saí muito da região turística.

Lisboa bairro a bairro Belem Souvenir

A loja do Museu Berardo é ótima. Traz objetos de design, livros e catálogos. Mas tem preços acima da média. No entanto, há coisinhas miúdas como lápis, canetas, blocos e chaveiros personalizados com o logo do museu que podem se transformar em lembrancinhas bacanas.

A Antiga Confeitaria de Belém também vende os pastéis de nata para viagem em lindas embalagens. O detalhe é que eles duram, no máximo, três dias. Ou você compra para comer durante o passeio ou se quiser presentear um amigo, é melhor comprar no dia em que estiver voltando ao Brasil!

+ E-book | O Barato de Lisboa –> baixe o seu agora mesmo!

ONDE FICAR

Belém é um bairro afastado do “centro” de Lisboa. Portanto, não vejo muita vantagem em se hospedar aqui. A grosso modo seria mais ou menos como ir ao Rio de Janeiro e se hospedar na região metropolitana da cidade. São 25 minutos de distância do Terreiro do Paço (Praça do Comércio) a Belém.

Alfama está a 35 minutos com transporte público. Fazer essa pequena viagem duas vezes no dia não vai incomodar. Mas toda vez que você quiser ir a qualquer outro bairro mais central como Baixa, Chiado e Bairro Alto terá que incluir esse tempo de locomoção. E não pense que por isso o bairro seja, assim, mais tranquilo. Belém está sempre cheio de turistas.

Caso faça questão, a região oferece hospedagem para todos os bolsos. O simpático hostel Famous Crows tem quartos privativos ou compartilhados e inclui café da manhã. Está a 300 metros do Mosteiro dos Jerónimos. O quarto duplo com banheiro sai a partir de € 50.

Podendo gastar um pouco mais, opte pelo contemporâneo e elegante Hotel Jeronimos 8. (Ao lado do mosteiro). Quartos novos e decoração moderna. Oferece farto café da manhã. Quarto duplo a partir de € 120.

COMO CHEGAR A BELÉM

Eléctrico (bonde): 15E. Autocarro (ônibus): 727, 728, 729. Comboio (trem): Estação Belém. (Para chegar aos principais atrativos pegue o bondinho na Praça da Figueira ou no Terreiro do Paço. )

Lisboa bairro a bairro

Alfama

Baixa

Chiado e Bairro Alto

Posts relacionados 

As Sete Maravilhas de Portugal

Onde comer bem e barato em Lisboa

Rota do Pastel de Belém: onde provar o doce mais famoso de Portugal

Leia também

Europa Barata: Lisboa pela primeira vez

Como ir do aeroporto de Lisboa ao centro

Portugal a € 50 por dia

Hospedagem boa e barata em Lisboa

Wallis Guest House: hospedagem familiar com quartos reformados no centro de Lisboa

Lisbonaire Apartment: hopedagem novíssima, barata, bem localizada e que, ainda por cima, adora crianças

Golden Tram 242: hostel tinindo de novo no coração de Lisboa

Lisboa combina com

Fátima

Batalha

Alcobaça

Nazaré

Óbidos

____________________________

Pagamos todas as nossas despesas de viagem. Sempre nos hospedamos e comemos anonimamente nos locais indicados. A proposta é mostrar uma resenha íntegra e isenta do lugar. Aqui, você pode confiar!

Disclaimer | Este post contém links para o Booking.com (parceiro comercial do blog) inseridos espontaneamente pela autora.
____________________________

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Banner Guia Lisboa 2014

 



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


4 comentários

  1. Comentário do dia 19/3/2014 às 08:05

    Que bom ver alguém a sugerir um dia inteiro para Belém! Porque é mesmo isso.. Belém não é um sitio para se descobrir a correr, é um sitio para se saborear..andar a pé descansadamente principalmente à beira rio e desfrutar da paisagem! Se for só para marcar presença em Belém, meio dia ou menos chega, mas para conhecer mesmo Belém e percebermos toda a sua magia, à que descobri-lo com calma!! 🙂

    (Responder)

  2. Silvia
    Comentário do dia 09/5/2014 às 15:53

    Já fui 3 vzs a Belém, um lugar que vale a pena repetir. Tudo lindo e muito gostoso. Adorei o post, relembrei saudosamente de lá… Bjs

    (Responder)

  3. Luana Teresa
    Comentário do dia 29/12/2014 às 21:56

    Silvia, boa noite! Farei uma conexão de algumas horas em Lisboa.
    Após ler seu post, optei por conhecer a região de Belém nestas horas de conexão! Qual a opção de transporte que tem pra lá e quanto tempo leva do aeroporto pra lá?

    Obrigada!

    Luana

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Luana, do aeroporto você pode ir direto de táxi. Imagino uns 20 euros. A forma mais econômica, mas mais demorada, é ir de metrô até o Terreiro do Paço e lá pegar o Bondinho que leva até Belém! Abs!

    (Responder)

  4. Antenor
    Comentário do dia 14/6/2016 às 22:36

    Boa Noite! muito úteis as dicas! mas uma dúvida…
    Vejo fotos noturnas em Belém… é mais interessante a vista noturna?? Abraço.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olá, Antenor! As fotos noturnas são sempre mais impactantes, mas Belém à noite morre. Todos as atrações funcionam somente de dia. Abs!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar