sábado, 04 de junho de 2011

Parque de Lavandas: a Provence chega a Gramado

Quando cheguei a Gramado parecia um disco arranhado. Só pensava em “parque de lavandas… parque de lavandas… parque de lavandas”. Já nem me preocupava com chocolates ou sequências de foundes. Queria conhecer o Le Jardin, considerado o primeiro Parque de Lavandas do Brasil.

Como todos os empreendimentos turísticos de Gramado, é uma atração da iniciativa privada. Trata-se, na verdade, de uma loja temática (linda, linda!) que comercializa diversos produtos com o óleo essencial de lavanda, conhecido e reconhecido por suas diversas propriedades terapêuticas. De brinde vem uma gigante área verde com mais de 10 mil pés de lavanda.

 

Eu já sabia que não era época da floração e dificilmente encontraria aquela belezura lilás que remete aos enormes campos de lavanda da Provence, região da França famosa pelo cultivo da planta. Mas fomos lá conferir a proposta. De fato, os pés de lavanda estavam verdinhos. Mas na entrada da loja, há alguns vasos com diferentes tipos da flor e seus cheirinhos característicos. 

Existe também um pequeno jardim com flores exóticas que apresentam diversos tipos de fragância, entre eles a de café e … pipoca! Dentro da loja, uma decoração primorosa. Sãodezenas de produtos, de bombons de lavanda à cosméticos – aliás,  o carro chefe da empresa. Pouca gente sabe, mas a lavanda é uma flor comestível. O bombom é uma espécie de trufa e o sabor lembra o suave aroma da lavanda. 

Inaugurado há pouco mais de um ano, o Le Jardin foi inspirado em grandes parques do gênero que existem nos Estados Unidos e Europa. Gramado, com sua imensa capacidade de se reinventar, ganhou nos últimos dois anos – além do primeiro parque de lavandas nacional –  um Museu de Cera (ao melhor estilo londrino) e um Zoológico com animais exclusivamente da fauna brasileira. Só que diferentemente do zoo e do novo museu (ambos beeem caros!) o Le Jardin tem acesso gratuito. Rá! 

SERVIÇO

Le Jardin – Parque de Lavandas
Onde: RS 115 – KM (via Taquara a 3 quilômetros do centro de Gramado-RS)
Visitação: terça a sexta, das 10h às 12h e 13h30 às 18h; sábado e domingo, das 10h às 18h. Fecha às segundas.
Melhor época: de setembro a novembro, quando chega o ápice da floração.
Quanto: acesso gratuito.

Fotos: Raul Mattar

Share