-  Atualizado 24/05/2017

Hotel Via Serena: atendimento, conforto e chá de laranja em Gramado

Publicado por: Silvia Oliveira Gramado, Hospedagem


Fachada colorida do Hotel Via Serena: arquitetura germânica.

Dois anos depois, de volta a Gramado! Havia feito uma reserva para ficar três noites no Hostel oficial da cidade. Mas alguns pormenores me fizeram deixar o albergue, onde passamos só a primeira noite.

Veja o que aconteceu: o albergue, muito bom por sinal, cobra R$ 100 a diária para casal em quarto família. Um preço excelente tratando-se da superfaturada Gramado.

Por telefone (o atendimento por e-mail é demorado), na hora da reserva, havia perguntado ao hostel se havia calefação e wi-fi no quarto e me responderam que sim!!! O detalhe que só soube no check-in: a calefação e o wi-fi eram cobrados à parte. R$ 20 pelo ar quente e R$ 5 pela internet. Por dia de hospedagem.

O que resultaria numa diária de R$ 125 – porque sem calefação ninguém sobrevive naquela terra.

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> Baixe o seu agora mesmo!


Hotel Via Serena: quartos novos e bem decorados.

Fiquei absolutamente chocada com a omissão da informação sobre os serviços pagos à parte, dados que também não constam no site do albergue. Nossa brabeza não foi somente por ter que pagar a “mais”.

A diferença não era brutal, mas ficamos incomodados com a falta de transparência. Para nossa sorte, conseguimos hospedagem no mesmo hotel onde ficamos em 2009. E, apesar das benfeitorias (como quartos novos e reformados) – pagamos uma tarifa de baixa temporada que estava mais em conta do que há 24 meses. (E também ficou mais barato do que o albergue, acredite!).

De qualquer forma, é válido destacar que o Hostel devolveu as duas diárias que eu havia pago (e não ia utilizar) sem sequer fazer uma pergunta. Devolveu e pronto. Sem burocracia.

O Hotel Via Serena já me pega pela fachada – laranja, minha cor preferida! – que lembra a arquitetura alemã. Os ambientes internos são bem aconchegantes. Na recepção, sempre há um chazinho cheiroso de laranja ou canela à disposição do hóspede.

Alguns quartos foram reformados e estão impecáveis. Todos têm calefação central, chuveiro a gás, secador, telefone, wi-fi gratuito e televisão a cabo. E o atendimento, sempre muito carinhoso!


Café da manhã completo: inclui o Apfelstrudel, tradicional sobremesa da região.

O café da manhã é daqueles que se você tomar próximo das 10h da manhã não precisa nem almoçar. É recheado de sucos, bolos, cereais, iogurtes, salsicha ao molho, ovos mexidos, pães e até o tradicional Apfelstrudel – torta folhada de maçã que, embora tenha nascido na Áustria, se popularizou entre os alemães e é sobremesa clássica na região de Gramado. Quanto: R$ 160 a diária (baixa temporada!) com estacionamento e transporte gratuito Gramado-Canela!

SERVIÇO

Hotel Via Serena
Local: Avenida das Hortênsias, 5479 – 3 km do centro | Estrada Gramado-Canela | Gramado-RS
Tel. (54) 3286.3394
Diárias para casal: a partir de R$ 160 (baixa temporada: março, abril e maio) e R$ 260 (média temporada).

Posts relacionados

Gramado: roteiro de três dias

De Porto Alegre a Gramado pela Rota Romântica

Gramado: dicas para uma viagem econômica

Lago Negro

O Reino do Chocolate

Parque de Lavandas

Templo Budista de Três Coroas

Mini Mundo: réplicas em miniaturas

Zoológico: programa família

Hospedagem em Gramado: onde ficar

Outras opções de hospedagens em Gramado com ótimo custo/benefício

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados. ©

Banner-venda-Gramado1

 



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


16 Comentários

  1. OFS

    R$ 25,00 a mais em uma diária de R$ 100,00, ao menos para mim, é uma diferença brutal! 🙂

    responder
    • Hahahaha, é verdade! Pensando como alberguista é uma pequena fortuna mesmo, 25% mais caro! … mas como estava em quarto família até estaria disposta a pagar, se tivesse sido informada antes dos adicionais pagos à parte!

      responder
  2. Claudia

    Silvinha…
    Ainda bem que não ficou no albergue…..eu nao ficaria tbém….
    Valeu por mais uma dica…
    Beijo enorme

    responder
  3. Que pena! Fico sempre em Hostel, porque geralmente viajo sozinha!
    E Gramado seria um local por onde eu passaria novamente, pois adoro! Mas se o hostel não tem credibilidade… To fora! Obrigada pela dica!

    responder
    • Beta, em termos de estrutura, o hostel é muito bom, novo, com café da manhã decente e tudo o mais. Pretendo ainda fazer um post sobre ele…inclusive alertando para os “adicionais” pagos à parte! Assim, quem quiser ficar lá, principalmente no quarto família estará consciente.

      responder
  4. hedy lamarr

    olá, pretendo ir com minha filha de 17 anos em gramado ano que vem (2014) mas tô meio perdida, moro no rio, nunca andei de avião e não conheço nada por lá. não tenho carro nem tão pouco dirijo. será que consegueria me dar bem nestas condições? essa viagem é meu presente de formatura pra ela. bjs.

    responder
    • SANDRA CRISTINA

      Hedy, vc deveria contratar uma agência, tipo a CVC, pois lá ela te pega no aeroporto e monta todo o seu passeio. É assim que vou fazer, pois tb não conheço nada por lá!

      responder
    • Ariara

      Pode ir tranquila tudo la é muito perto a mairia dos passeios você faz a pé e pra ir pra canela e nova petrpolis vá até a rodoviaria fica bem barato e as pessoas são muito gentis ,aqui onde eu moro é bem mais dificil andar.Olha entra no saite e coloque CITRAL voc~E pega esse ônibus no aeroporto de porto Alegre e te deixam na rodoviaria de Gramado por 31 reais e é um luxo só 2 horas de viagem com ar e tudo.

      responder
  5. Mayra Boppre

    Holy Molly! Acabei de ligar no Via Serena e a diária para novembro está R$ 420,00!!!
    Uma pena!

    responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar