-  Atualizado 27/09/2016

Passeio à foz do Rio São Francisco | Parte 1

Publicado por: Silvia Oliveira Maceió

Quando divulguei no Twitter que estava em Maceió pela Expedição Brasil Express choveram sugestões de praias. Gunga, Carro Quebrado e Ipioca foram algumas delas. Já havia escutado falar (bem!) de todas e sabia que, sim, poderia perder algumas das melhores fotos da viagem ao deixá-las em segundo plano.

Para quem está chegando agora: fiquei apenas 48 horas na capital alagoana, o máximo de tempo fora de casa que meu sinhozinho autorizou na carta de alforria para fazer a expedição. Portanto: algumas prioridades eu tinha!

Mas ninguém me disse: faça o passeio ao Delta do São Francisco, onde as águas do maior rio 100% nacional encontram-se com o mar. Eu sonho com este passeio há anos.

Mas não sei por que sempre associava o trajeto com o estado de Sergipe – de onde também saem embarcações para a foz. Para o meu deleite, entre os muitos bate-e-volta que você pode fazer desde Maceió lá está ele, o Velho Chico — apelido carinhoso do rio.

É uma jornada de dia inteiro. Os barcos que chegam até à foz saem do vilarejo de Piaçabuçu — a quase 130 quilômetros ao sul de Maceió, quase na divisa com o Sergipe. Uma curiosidade: dizem os nativos que o nome do povoado é a única palavra da língua portuguesa com dois “ç”.

Piaçabuçu tem 18 mil habitantes. Cidade antiga com grande importância histórica, mas descuidada. (A 30 quilômetros daqui está Penedo — esta sim — tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional.)

Ao ser cenário para as filmagens do longa Deus é Brasileiro (com Antônio Fagundes e Wagner Moura), dirigido pelo alagoano Cacá Diegues, Piaçabuçu ficou, assim, mais metida e viu aumentar o número de interessados no passeio.

O dia estava nublado e escuro. Choveu e minha camerazinha tômatica não permite fotos sensacionais quando se exige profundidade de campo, principalmente quando o dia parece noite! Então, tratei de relaxar e observar.

O que me fez mergulhar totalmente na experiência. Talvez, por isso, até agora não tenha me recuperado totalmente do passeio. Desde que voltei,  sonho (no sentido de sonhar dormindo) todos os dias com aquelas imagens.

Lavadeiras à beira do rio, as margens cheias de barquinhos, aquela imensidão relembrando a toda hora como somos tão pequenos… (Essa última é frase feita, mas não resisti). Continua aqui…

Post relacionado

Passeio à Foz do Rio São Francisco | Parte 2

Leia também

Canindé de São Francisco: como visitar o belíssimo Cânion do Xingó

Piranhas: a cidade que virou referência para a história do cangaço

Rota do Cangaço: o passeio que leva você à história do sertão nordestino

Veja ainda

Manaus: o Encontro das Águas | Parte 1

Manaus: o Encontro das Águas | Parte 2

_____________________________

O passeio à foz do Rio São Francisco  faz parte da Expedição Brasil Express, projeto do Matraqueando que leva recortes do Brasil até você.

_____________________________

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


9 comentários

  1. Comentário do dia 18/4/2010 às 19:57

    Que fotos lindas, Silvia! Adorei – e esse passeio eh mesmo inesquecivel, ne?

    (Responder)

  2. Gilberto Martins
    Comentário do dia 19/4/2010 às 00:00

    Pena que Não deu pra dar Um esticatinha até Penedo …adorei a cidade ( De Dia , rs)…

    Outra Boa dica de passeio no São Francisco é Os canions de Xingo , Um passeio Singular!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu fui num tour com uma agência. Mas acho que vale muito à pena alugar um carro, justamente para visitar Penedo (Patrimônio Histórico Nacional) e ver o pôr do sol lá! 🙂

    (Responder)

  3. Comentário do dia 21/4/2010 às 11:13

    De fato, Piaçabuçu deve ser a única palavra do português com dois “ç”… Coisas da última flor do Lácio 😉

    (Responder)

  4. Comentário do dia 05/2/2012 às 21:43

    Boa noite, Morro em Ouro Branco Minas Gerais, esteve na Foz do Sçao Francisco, no dia 25-01 – 2012, figue apaixonado com tanta maravilhas, estava eu minha esposa e filhas, vcs estão com um quatro vivo parabens, Sergio

    (Responder)

    Resposta de Robério Góes

    Obrigado Sergio Murilo pela visita e comentário, mas a honra de recebê-lo foi nossa e sempre que quiser voltar ou nos indicar estremos prontos.

    Forte abraço.
    Robério Góes

    (Responder)

  5. Denise Gama Moreschi
    Comentário do dia 03/11/2012 às 20:48

    Meu marido e eu fizemos este passeio, é inesquecível. Excelente dica do Matraqueando.

    (Responder)

  6. Joselia
    Comentário do dia 08/11/2012 às 13:06

    O por do sol é muito mais lindo em Piaçabuçu, vendo o sol descendo sobre os coquerais das ilhas!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigada pela dica!

    (Responder)

    Resposta de Robério Góes

    Obrigado Josélia pelo reconhecimento e indicação. Se tiver outra oportunidade nos dê a honra de acompanhá-la num por do sol no topo das dunas douradas de Piaçabuçu, constatará que é sempre possível melhorar.
    Forte abraço.
    Robério Góes

    (Responder)

  7. fernando
    Comentário do dia 05/3/2016 às 09:10

    queridos clientes fazemos passeios para a foz do rio sao frascisco mais informacaes estou aqui meu telefone (079) 998926880

    (Responder)

  8. Amarilis
    Comentário do dia 19/1/2017 às 23:35

    Olá, Silvia! Vc meio q virou uma referencia desde que comprei o teu ebook de Lisboa (amei). Agora, to com uma duvida e espero q vc me ajude. Pretendo ir A Maceio em Fevereiro e de la (carro alugado) ir a Piranhas (tudo de acordo com o teu post). Desanimei com a trilha do cangaço mas, vamos pernoitar lá. Pergunta: chegando em Piranhas é fácil comprar passeio pro canion ou devo comprar antes com alguma agencia? Devemos ir de carro da pousada até o local de saida do catamarã? qualquer outra dica que tiver pra nos dar, agradeço
    aguardo ansiosa a resposta pras minhas duvidas pra poder reservar hotel e pousada

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi, Amarilis! Sim, é fácil comprar o passeio na hora. Mas vou ser sincera, se você for em feriado ou altíssima temporada sugiro reservar antes. O seu hotel mesmo vai te orientar. As hospedagens de Piranhas e Canindé vendem o passeio. Como nossa pousada ficava no alto do morro (Pedra do Sino Hotel) nós fomos de carro até o atracadouro de onde saem os catamarãs. Abs! 😉

    (Responder)

  9. Comentário do dia 31/1/2017 às 18:39

    Nunca fui a Alagoas e adorei as informações da matéria. Conhecer a foz do Rio SF deve ser, de fato, mega interessante, e ele ter sido cenário do filme Deus é Brasileiro só aumenta a vontade de conhecer !!

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar