sábado, 30 de abril de 2016

Gramado: dicas para uma viagem econômica

Parque-de-Lavandas-Gramado

Caro e barato são termos subjetivos e podem ter significados distintos para mim e para você. Tem gente, por exemplo, que não abre mão de um hotel classudo, mas não se importa em comer numa espelunca legal.

Há os que precisam de prato enfeitado com espuma de abacate e sommelier ao lado dando dica de vinho, mas não estão nem aí se a hospedagem é padrão pelourinho.

Outros buscam a melhor cerveja, o lugar mais romântico, a atração mais divertida, a loja mais atraente e alguns já ficam bem satisfeitos se o restaurante tiver um módico fraldário família.

O detalhe é: como fazer uma viagem econômica para Gramado sem perder a dignidade? Se você andou pesquisando por aí, já deve ter percebido que a cidade está trabalhando em “euros”. E isso não é só força de expressão, não.

Para organizar uma viagem redondinha e sem gastar os tubos escrevi o completíssimo e interativo e-book O Barato de Gramado e Canela, cheio de sugestões certeiras — inclui hotéis e restaurantes — com dicas de economia inteligente (algumas delas estão aqui).

As atrações são descritas detalhadamente (o que ajuda a decidir o que fazer e visitar) e todos os atrativos têm links para o Google Maps. Mais informações aqui!

+ Alugue seu carro com segurança e percorra Gramado com mais economia

Portico Gramado Via Taquara

COMO VIAJAR BARATO PARA GRAMADO

HOSPEDE-SE NA CIDADE VIZINHA

Isso serve para Veneza ou Campos do Jordão. Gramado, incluso. Não, nada de hospedagem em pardieiro nem alimentação em qualquer birosca.

A sete quilômetros está Canela, menos muvucada e com preços bem mais em conta do que a prima-rica. Mas Canela não deixa nada a desejar. Tem restaurantes fantásticos, muitos cafés charmosos e diversas atrações voltadas para natureza. (A Cascata Caracol está lá!)

O fofo Apartamento Gran Estilo em Canela oferece hospedagem a partir de R$ 120 para casal na baixa temporada. Veja fotos e como reservar aqui.

Apartamento de Temporada Gramado Studio

Studio 109: excelente custo-benefício para família em Gramado

Se você for ficar um período maior ali na região, aposte na lindinha Pousada da Baronesa, em Nova Petrópolis — a 30 quilômetros de Gramado. A diária para o casal está a partir de R$ 180 e o café da manhã (estilo colonial) é superfarto! Veja fotos e como reservar aqui!

Mas se você não abre mãe de ficar em Gramado saiba que, procurando bem, é possível encontrar lugares decentes para se hospedar. (Veja uma lista completa de hospedagem boa e barata em Gramada no meu e-book!)

Na minha última viagem à cidade, em janeiro de 2016, ficamos no Studio 109, um apartamento lindinho que acomoda até quatro pessoas a partir de R$ 239 por noite. Ótimo para família. O segredo é reservar logo. Porque tudo o que é mais barato, acaba mais rápido em centros muitos turísticos. Veja meu relato com fotos sobre este apartamento aqui.

+ E-book | O Barato de Gramado e Canela –> baixe agora mesmo o seu!

Já ficamos no lindinho e aconchegante Hotel Via Serena (veja meu relato completo aqui!), na Av. das Hortênsias a 3 quilômetros do centro da cidade. Oferece diárias na baixa temporada a partir de R$ 160. Na média temporada sai por R$ 260, o casal. Mas em julho e dezembro passa dos R$ 450 por dia. (Daí a importância de, se possível, viajar fora dos meses mais concorridos.)

+ Dicas de hospedagem boa e barata em Gramado: sem taxa de reserva e cancelamento grátis

Chocolates em Gramado

CUIDADO COM AS COMPRAS

Adquirir roupas de inverno em Gramado é assinar seu atestado de perdulário. Prefira novamente as cidades vizinhas. Feirinha, lojas de rua e pequenos shoppings estão por toda a redondeza. Além disso, você acaba incluindo novas paragens no seu roteiro. No caminho de Porto Alegre até Gramado, por exemplo, você vai encontrar o Platinum Outlet, em Novo Hamburgo. São 130 lojas de marcas nacionais e estrangeiras que prometem descontos de até 70%.

COMPRE UM PACOTE

Isso mesmo. Você não leu errado. Pacote não é excursão. Caso queira ir de avião e não encontre passagens aéreas bem baratas ou hospedagem acessível para sua data de viagem, pesquise como andam os pacotes. Algumas operadoras — fora da altíssima temporada — dão nó em pingo d’água para desovar o estoque. Como as agências tem muitos acordos com hotéis e companhias aéreas, às vezes compensa comprar o hotel e a passagem de avião juntos. Acaba saindo mais barato.

+ Leitor do Matraqueando tem 15% de desconto no seguro de viagem da Mondial e ainda dá para dividir em até 6 vezes!

Alemanha Encantada Gramado

CONTROLE SEU IMPULSO CHIQUINHO SCARPA

Não use o telefone do quarto do hotel, não consuma as guloseimas do frigobar nem abuse do táxi que, aliás, são raros por aqui. Entre nos mercadinhos para comprar bolachas, barrinhas de cereais e sucos de caixinha. Se o destino é caro e você não está podendo como queria, nem pense em gastar mais do que deve. Seja criativo, desbravador e racional. Ser mão-de-vaca-muquirana significa economizar de um lado para poder cometer as devidas extravagâncias do outro!

+ Alugue um carro com segurança e desfrute de Gramado com mais economia

Acendimento das luzes de natal gramado

FUJA DOS MESES DE JULHO E DEZEMBRO

Eu sei, eu sei. Seu sonho é conhecer o Natal Luz. Mas você não precisa ir em dezembro ou justamente na semana do Natal para ver a decoração ou os espetáculos do evento. A festa natalina de Gramado começa em novembro e vai até a primeira quinzena de janeiro. Garanto, não vai perder a graça.

Se o que você procura é o friozinho, não se preocupe. Estamos falando de uma cidade serrana, estrategicamente posicionada. O tempo é fresco o ano inteiro, tendo temperaturas abaixo de 15 ºC  inclusive em abril e setembro, baixa temporada.

Durante todo o ano os chocolates continuam lá, na avenida principal (Borges de Medeiros) e nas lojas temáticas ao longo da Av. das Hortênsias. É possível comer nos mesmos restaurantes, mas sem o alvoroço das filas de espera. E com promoções do dia imperdíveis!

À la Minuta no restaurante Sabor de Frutas

ESQUEÇA OS SUPERINDICADOS RESTAURANTES

Sim, eles devem fazer parte do seu roteiro. Mas se você não quiser trabalhar hoje para comer ontem, não tenha medo de caminhar, perguntar e descobrir algum lugar onde os gramadenses comeriam num dia de festa. Se o que você busca é comida simples e barata, indico o simpático Restaurante ITA, um buffet que trabalha no sistema self service (R$ 41,90 o quilo) ou livre (R$ 19,50 durante a semana e R$ 23,90 nos fins de semana). Valores de janeiro de 2016.

Nós encontramos em plena Rua Coberta o Sabor de Frutas. Uma espécie de confeitaria que também serve pratos deliciosos. E baratos! Num dia pedimos um Tagliatelli a Quatro Queijos com Isca de Mignon . (No cardápio diz que é para uma pessoa, mas a porção é bem servida e duas pessoas comem bem!)  Em outra oportunidade, no mesmo restaurante, quis provar o À la Minuta: arroz, chuletas, ovos fritos e batata frita. Os pratos para duas pessoas custam em torno de R$ 50 e são bem servidos. Valores de janeiro de 2016.

Economizando no almoço você faz miséria no jantar… porque sequência de fondue, como sabem, não é nenhuma pechincha. De qualquer forma, se você não abre mão de provar o prato mais tradicional da cidade, conheça o rodízio de fondue do Carlito’s, a partir de R$ 34 por pessoa ou na Maison du Ronê por R$ 39,90. Valores de janeiro de 2016.

Restaurante Magnolia Canela File e Stinco de Cordeiro

Restaurante Magnólia: momento de extravagância sem ir à falência

Para seu momento de extravagância faça uma reserva no Magnólia em Canela, o restaurante retrô mais incrível da Serra Gaúcha. Trata-se daquele momento patrão que é a cara da riqueza, mas que custa menos do que uma rodada de pizza em São Paulo. Fomos até la e contei minha experiência aqui. 😉

Posts relacionados

E-book | O Barato de Gramado e Canela –> baixe o seu agora mesmo!

Gramado: roteiro de três dias

De Porto Alegre a Gramado pela Rota Romântica

Cinco atrações grátis e estreladas em Gramado

Studio 109: hospedagem para família em Gramado com ótimo custo-benefício

Magnólia: o restaurante retrô mais incrível da Serra Gaúcha

Leia também

Bento Gonçalves | Caminhos de Pedra: um pedaço da Toscana no Brasil

Vinícola Salton: visita guiada inclui degustação grátis

Templo Budista a 30 km de Gramado: o Tibete mora aqui

Veja tudo o que já publicamos sobre Gramado, Canela e Bento Gonçalves!

Banner venda Gramado

Disclaimer | Pagamos todas as nossas despesas de viagem. Não aceitamos convites ou cortesias. Sempre nos hospedamos anonimamente nos hotéis indicados. Este post contém links para programas de afiliados, parceiros comerciais do blog, inseridos espontaneamente pela autora. O Matraqueando não faz post patrocinado. Por questão de transparência, comunicamos que se você optar por comprar por meio destes links nós recebemos uma pequena comissão. Assim, você ajuda  a manter o blog com dicas fresquinhas e não paga nada mais por isso. Desde já agradeço a preferência! 😉

_______________
Fotos: Raul Mattar e Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados.

Share