-  Atualizado 07/12/2009

Cotação do peso cai: vambora para Buenos Aires!

Publicado por: Silvia Oliveira Matraqueando

Inacreditável! O que era bom conseguiu ficar ainda melhor. O nosso tutu está mais forte ante a moeda argentina. Para comprar R$ 1,00 os hermanos agora têm que desembolsar P$ 1,80 – quase o dobro. Isso significa que tudo por lá vai estar praticamente a metade do preço daqui. Corra, porque dá tempo de garantir seu lugar no feriado de Corpus Christi. Caso já esteja com a passagem comprada não deixe de visitar nossa série sobre Buenos Aires. (Também que-rô, também que-rô, também que-rô… \0/ \0/ \0/ \0/ \0/)

Foto: parrillada por R$ 20,00 – o casal! –  no Caminito, um dos principais pontos turísticos da cidade | Raul Mattar



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


16 Comentários

  1. Ozenilda Amorim

    Ai, tenho muita vontade de conhecer Buenos Aires, mas agora não tenho dinheiro nenhum, que pena, vou perder essa mamata.
    Muito bom os seus posts, dá até a impressão de que estamos viajando.
    😉

    responder
  2. Priscila Goldman

    Silvinha, queremos ir para Buenos Aires em setembro, é uma boa época? Beijus!

    responder
  3. Marcio Nel Cimatti

    Silvia,

    Tá barato mesmo né?

    É hora de sair do tradicional e rodar a Argentina!

    Vai saber como estará o câmbio mais pra frente!

    bjo!

    responder
  4. Dany - Isso é Belém

    Eita que agora vai dar pra mandar papi e mami para Argentina sem precisar me endividar! Ótima notícia!

    responder
  5. A DONA DO MUNDO

    POIS EU IRIA APENAS POR CAUSA DA PARRILHADA
    HEHEHEHE
    ACHO QUE NUNCA ANTES OUVI FALAR QUE O REAL FOSSE MAIS CARO QUE QUALQUER OUTRA MOEDA,

    responder
  6. Debora

    Ótima dica!!! Já fui 3 vezes para Baires, mas iria novamente sem problemas!
    Uma boa dica de restaurante é La Pétanque, conhece? Uma brasserie francesa em San Telmo, ambiente super gostoso, preço acessível e que te recebe é o próprio dono, um francês super simpático.
    Beijocas

    responder
  7. Rodrigo

    Sílvia, mais ou menos… a cotação continua favorável, mas a inflação argentina dos últimos 3 anos fez os preços ficarem quase iguais aos do Brasil. Mas ainda é uma barbada ir pra lá.

    responder
  8. SÍLVIA OLIVEIRA

    Nilda: para botar o pé na estrada não tem jeito, o negócio é fazer poupança-viagem. porque até viagens econômicas são caras para trabalhadores como nós! Bjs

    responder
  9. SÍLVIA OLIVEIRA

    Priscila: na última vez que fui, em 2006, embarquei em setembro… passei o feriado de 7 de setembro lá. Estava friozinho (em torno de 16º e à noite caia um pouco mais, mas fez sol!) Como andávamos muito, passamos até calor! Foi ótimo! Bjs!

    responder
  10. SÍLVIA OLIVEIRA

    Ai, Marcio! Tenho vários sonhos de consumo, um deles é percorrer a Argentina toda de carro! Bjs!

    responder
  11. SÍLVIA OLIVEIRA

    Dany: a viagem, dividida em vezes, então… nem me fale. É uma pechincha mesmo! Bjs!

    responder
  12. SÍLVIA OLIVEIRA

    Karoline: pois é, bons tempos. Será? 🙂

    responder
  13. SÍLVIA OLIVEIRA

    Débora: La Pétanque??? Não, não conheço, dica anotadíssima! Brigadão! 🙂

    responder
  14. SÍLVIA OLIVEIRA

    Rodrigo: de fato, muita coisa foi reajustada, mas pelo site oanda.com… o real se valorizou mais do que a inflação deles! Não é demais?? Abs!

    responder
  15. Malu Bueno - Florida

    Meu marido e eu estamos planejando passar o natal em Buenos Aires este ano. Mas nos disseram que o calor é insuportavel nessa apoca. Sabe me informar algo a respeito?

    responder
  16. Patricia de Camargo

    Silvinha, que loucura a queda do peso, também foram colocar a familia do dito cujo que não ia nada bem por mais um mandato, deu nisso!
    Beijos

    responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar