-  Atualizado 25/08/2010

Tudo o que você deve fazer para aproveitar sua viagem

Publicado por: Silvia Oliveira Dicas de viagem

1. Diga não às encomendas. Ficar zanzando de lojinha em lojinha procurando o perfume francês preferido da sua tia fará você perder tempo e paciência.

2. Divida a bufunfa que você vai levar. Dinheiro vivo, cheques (no Brasil), cartões de crédito e cartão travel money (no exterior).

3. Esteja sempre atento. Não aceite informações que não são solicitadas e desconfie quando algum nativo quiser muuuito mostrar um lugar que você não sabe quem frequenta nem onde fica.

4. Enfrente o transporte público. Metrôs são rápidos e ônibus promovem city-tour pelo preço de um ticket. Deixe o táxi para o seu momento-patrão.

5. Fotografe só o que for permitido. Caso contrário, você pode perder não só as fotos como a máquina junto.

6. Reserve, sempre. Encontrar hotel bom (e barato) na última hora é trabalho para David Copperfield. Só mesmo fazendo mágica.

7. Fique pelo menos quatro dias nas grandes cidades. Não importa se estamos no Brasil, na Europa ou nos Estados Unidos. É  o tempo ideal para visitar o básico.

8. Dê gorjetas. Mas não esbanje. Seus pseudos-funcionários (garçons, taxistas e camareiros ) sabem diferenciar quem tem dinheiro de verdade de quem é tonto.

9. Faça um seguro-saúde. Fora do Brasil ele é a segurança de que uma torcida no pé não vai custar mais do que a viagem toda.

10. Informe-se antes de ir. Quem não lê sobre o destino que quer conhecer, quando chegar provavelmente vai ter dificuldade em estabelecer prioridades.

11. Leve um calçado usado para caminhadas. Estrear sapato novo só porque você está na Champ Élysées pode ser o fim do passeio.

12. Use roupas adequadas. Minissaia e decote sempre vão chamar a atenção. De gente bem ou mal intencionada.

13. Feche sua mala com cadeados. Mesmo no hotel. E guarde as chaves em local seguro.

14. Prove comidas típicas. Sem experimentar os sabores locais fica difícil entender o temperamento do destino. 🙂

15. Aprenda algumas palavras do idioma do país que vai visitar. No mínimo, “obrigado” e “por favor”.

16. Comporte-se, respeite as regras e acate orientações de segurança. Lembre-se: você é turista e não o dono do lugar.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


31 Comentários

  1. Patricia de Camargo

    Ótimas dicas. E o melhor das encomendas é não fazer exceção, porque depois odo mundo vai querer entrar na mesma regra, e se você disser não, vai se sentir o vilão da história!
    Beijos

    responder
  2. Muricando

    Tudo muito bem lembrado!

    responder
  3. Camila

    Assino embaixo de tudinho! 🙂 Como sempre, suas dicas são ótimas!

    Beijos!

    responder
  4. agoravai

    Concordo com tudo, principalmente com as encomendinhas!
    Abraços
    Arthur

    responder
  5. Alethea Marie Dantas

    Assinadíssimo embaixo!
    Principalmente a parte das encomendas. É o fim da picada mesmo! Perde-se muito tempo comprando coisas para os outros. E o que é pior… quando chegamos com a tal encomenda ainda temos que dar garantia do produto adquirido. É mole?! Eu já senti na pele essa emoção, por isso só informo que viajarei na hora do embarque, porque aí não dá tempo de fazerem pedidos. 🙂
    Beijos.

    responder
  6. Claudia

    Oi Silvia! Estou começando um planejamento para uma viagem à Europa, sem agência de viagem. Desculpe a ignorância, mas como faço um seguro-viagem?
    bjos

    responder
  7. SÍLVIA OLIVEIRA

    Oi Claudia! Procure uma agência de viagem, eles vão oferecer algumas opções. Em Curitiba há algumas especializadas como a STB (http://www.stb.com.br) ou a CI (http://www.ci.com.br/), ambas ficam na avenida Batel. Verifique também se seu cartão de crédito não lhe dá este benefício. Os valores do seguro variam de acordo com o número de dias que você vai ficar e tipo de cobertura vai escolher. Lembrando que na Europa é OBRIGATÓRIA a cobertura mínima de 30 mil euros. Mas essas agências sabem disso e vão orientar você. Qualquer nova dúvida é só escrever. Abs!!!

    responder
  8. SÍLVIA OLIVEIRA

    Ah, Claudia: mesmo comprando seu seguro com uma agência você pode seguir com seu planejamento independente. É que este tipo de serviço a gente só consegue comprar numa agência mesmo. Dá para comprar pela internet também (http://www.submarinoviagens.com.br), mas eu sempre comprei pessoalmente. Bjs!

    responder
  9. Tatiany Araújo

    O seguro viagem, você acha seguro fazer pela internet( que sai bem mais barato tb) com a empresa My assistence ou Green Card? Pela agência daqui é a vital card, o preço é quase 200 reais por pessoa… 🙁
    Obrigada,
    Taty

    responder
    • Silvia Oliveira

      Tatiany!
      Eu sempre faço meu seguro na Isis Brasil – http://www.isisbrasil.com.br
      O valor do seguro, na categoria Budget, sai US$ 67 por 10 dias (uns R$ 114, na cotação d ehoje) por pessoa. Mas eu faço diretamente na agência de viagem. As redes STB e CI emitem o seguro Isis. Abs!

      responder
  10. Janaina

    Sílvia,
    Li alguma coisa sobre, quando em viagem à Europa, deixar o passaporte em local seguro (cofre do hotel, por exemplo), e levar consigo cópia autenticada. Essa cópia é válida? Obrigada.

    responder
    • Silvia Oliveira

      Sim, Janaína! Ela é válida para apresentar junto com o cartão de crédito, por exemplo, quando se faz uma compra.É bem mais seguro andar com a fotocópia. Mas para embarcar em trem, ônibus ou avião só o passaporte mesmo! 🙂

      responder
  11. Roberta Pimentel

    Minha dica é: faça xixi em todos os banheiros que encontrar, mesmo que você não esteja com vontade. Vai sair do museu? Vá antes oa banheiro. Vai sair do restaurante? Vá antes ao banheiro. Vai sair do hotel? Vá antes ao banheiro. Vai sair da estação de trem? Vá antes ao banheiro. Ninguém merece ficar apertada no meio da estrada ou perdendo tempo na rua procurando desesperadamente um banheiro. Aproveite os que encontrar pela frente!

    responder
  12. Roberta Pimentel

    Outra dica: leve uma canga ou um lenço grande na sua bolsa. Ela serva para se aquecer de um frio repentino, para cobrir os ombros em igrejas que não permitem a entrada com os ombros à mostra, para cobrir as pernas em locais que não permitem short e até para cobrir um banco ou o próprio chão para se sentar. Como a canga tem um tecido fino, dá pra lavar no hotel e deixar secando durante à noite e enroladinha e amarrada com um elástico de cabelo nem ocupa muito lugar na bolsa.

    responder
  13. Parabéns Professora rs!
    Tomo a liberdade de chamá-la de professora, pois curso turismo, profissão maravilhosa.
    Venho sempre olhar suas fotos e peculiaridades de cada lugar, e adorei a novidade dos Guias, minha namorada tem o sonho de conhecer a Grécia e eu o Brasil todo! rs Passando essa correria de concursos que estou fazendo, pretendo juntar $ e realizar o sonho dela. Espero também o seu Guia “O Barato da Grécia”, para ajudar nessa futura “operação”. Mais uma vez parabéns e ótimas viagens…

    responder
    • Silvia Oliveira

      Opa, valeu! José Franco! 🙂

      responder
  14. ótimas dicas. Adoro ler os seus post, principalmente sobre dicas. Parabéns!

    responder
  15. Ivana

    Também não podemos esquecer dos adaptadores de tomadas…nem pensar ficar sem celular/notebook. Abraço, Ivana

    responder
  16. Jacqueline Santos

    Silvia, estamos programando nossa primeira viagem para Europa e a Espanha é o país escolhido. Vamos eu, meu marido e nosso filho de 10 anos de idade. Vamos em fevereiro e iremos direto para Barcelona (6 a 11/02) e 11 ou 12 p/Madri (isso pq. estamos tentando assistir dois jogos, um em Barcelona e outro em Madri. Sugere algum roteiro, básico, de cidades a serem visitadas, levando em conta que temos um pré-adolescente junto. De Barcelona a Madri, podemos ir de trem? Parabéns por este site, é maravilhoso!!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Oi, Jacqueline! Levando em consideração que vocês estão programando assistir a um jogo, acredito que o filhote já vai adorar. Tem o passeio guiado no Estádio do Real Madri, o Santiago Bernabeu (www.santiagobernabeu.com).

      Você pode conhecer o galáctico estádio num tour guiado que leva o visitante ao campo, sala de troféus, túnel dos jogadores, bancos e a um mirante com vista panorâmica do lugar. O acesso é pela porta 20. Avenida de Concha Espina, s/nº. De segunda a sábado 10h-19h30 e domingos e feriados 10h30-18h30. Entrada € 16. Metrô: Santiago Bernabeu. (Se você comprar o Madrid Card – http://www.madridcard.com/ – o tour já está incluído).

      Desde Madri você pode fazer 3 bate e volta bem legais:

      Num raio de 200 quilômetros de Madri estão cinco cidades Patrimônio Histórico da Humanidade: Toledo, Segóvia, Ávila, Cuenca e Salamanca. Se der, escolha uma dessas para um bate e volta:

      TOLEDO – A cidade medieval a 70 quilômetros de Madri é o bate-e-volta preferido dos turistas que vem à capital espanhola. Para chegar lá é só pegar o trem de alta velocidade (www.renfes.es), que sai de hora em hora da estação Atocha, em Madri. A passagem custa a partir de € 11,90 e a viagem demora 30 minutos. Atrações: Alcázar e Catedral.

      SEGÓVIA – Tem um enorme e preservado aqueduto romano. O principal monumento teria inspirado Walt Disney a desenhar o castelo da Bela Adormecida. De Madri pegue na estação Chamartín (e não Atocha!) um trem rápido para Segóvia. Passagens a partir de € 11,90. São 30 minutos de viagem. Atrações: Alcázar, Aqueduto e Catedral.

      ÁVILA – Aqui estão as famosas torres de Ávila e uma impressionante muralha dos séculos 11 e 12. Há vários trens saindo de Madri para Ávila. Tarifas a partir de € 11 no trem mais rápido. A viagem dura 1h45. O trem regional é mais barato, mas demora quase o dobro do tempo. Atrações: Catedral del Salvador e a Muralha.

      Já em Barcelona… fique em Barcelona. Cinco dias não serão suficientes para a cidade de Gaudí! 🙂

      responder
  17. Sander

    Sílvia, quase fiquei sem minha câmera fotográfica em Caracas por conta dessa história de fotografar lugares proibidos. E o pior: eu não estava fotografando o lugar proibido (um palácio do governo que não me lembro o nome), e sim um ônibus que estava parado no ponto de ônibus ao lado do palácio (sou busólogo – quem adora, curte, fotografa e admira ônibus)… Rsrs… Só me dei conta quando um “guarda de Chávez” atravessou a rua e me abordou pedindo a câmera, todo educado, só que não. Fiquei com um medinho… Rsrs… E haja portuñol pra convencer o cara de que eu não estava fotografando o palácio, e que eu era só um busólogo brasileiro clicando um ônibus coletivo (a propósito, em condições deploráveis… Rsrs) que estava parado lá em frente… Kkkk… Felizmente depois de deixá-lo vasculhar minhas fotos de trás pra frente e de frente pra trás ele me devolveu a câmera e me deixou ir. Soltei um “perdón, señor, gracias” e saí vazado… Desde então tenho sido mais atento com meus cliques “busologísticos”… Kkkk…

    responder
  18. antonio almeida da silva

    comprei passagem para minha esposa e eu , vamos em 05/05/2013 a 15/05/2013 para Portugal e gostaria se possivel de orientações para a vigem.
    um abraço e obrigado.
    ps. viajantes de primeira viagem. kkkk

    responder
  19. Brunilda

    Adorei seus comentários.
    Preciso de uma dica: vou ficar 9hs no aeroporto de Madri com minha filha esperando o vôo de volta ao Brasil.
    Das 17hs até meia noite +-. Vc acha que consigo dar uma volta em Madri, em city tour mesmo, com um taxi e jantar em um restaurante típico, que não precisa ser muito caro?Vai ser anoite, e tenho receio de me perder.Como consigo um motorista “confiável”?
    Terei que passar pela alfandega de Madri, na saída e na entrada, não é? será que demora?
    Vc tem alguma dica? Muito obrigada.

    responder
    • Silvia Oliveira

      Olá, Brunilda! Sim, você terá que fazer imigração para sair do aeroporto. Acredito que seja rápido! Imagino que com um táxi você possa fazer um passeio noturno por Madri. Não conheço nenhum motorista para recomendar! Abs!

      responder
  20. Adorei a primeira “Diga não às encomendas”. Esse negócio de ficar procurando aquilo que alguém pediu pra você comprar, dá um atraso na viagem…

    responder
    • Silvia Oliveira

      Aprendi, Damares! A duras penas, mas aprendi! 🙂

      responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar