-  Atualizado 10/07/2010

Holanda a 50 euros por dia – Parte 3

Publicado por: Silvia Oliveira Europa, Holanda

HOSPEDAGEM ECONÔMICA NA HOLANDA


Entendeu? (Foto: Chris Gander)

O site Bed & Breakfast Holland traz opções interessantes, com quarto para casal saindo a 50 euros. Ressalva: quanto mais barato, mais simples (que pode ser traduzido também como feio, claustrofóbico ou mal localizado). Querendo mais conforto, beleza e comodidade espere gastar uns 90 euros por um quarto duplo.

Caso você faça a linha independente, mas conservadora opte pelo The Shelter Jordan, um albergue cristão, olhe só, em plena Amsterdam. Diárias por pessoa a partir de 16 euros. Café da manhã incluído. Orações todas as noites também. Com geladeira e microondas à disposição do hóspede.

Como é possível comer decentemente com pouco dinheiro na Holanda, você pode  fazer um up grade na hospedagem, optando por um hotel mais caro. Mesmo assim, vai passar um pouco da média dos nossos 50 euros diários que incluem hospedagem e alimentação. Mas se você está disposto… vamos lá: o Hotel Prinsenhof cobra 69 euros o casal com café da manhã, banheiro no corredor. Com banheiro privativo o quarto duplo sai por 89 euros. Está a três quadras da praça Rembrandt. O Hotel Van Onna tem um preço único: 45 euros por pessoa ou 90 euros pelo quarto duplo com café da manhã incluído. Está no centro do bairro Jordaan, a região descolada da cidade. Um dos prédios do hotel está numa construção de 1644. O site está em vários idiomas, inclusive em português.

ONDE COMER BARATO NA HOLANDA

A gastronomia holandesa não é, assim, uma maravilha. O que não quer dizer que você não vá comer bem. É que o país recebeu tanta influência estrangeira que acabou não tendo uma culinária tão típica como as massas italianas ou o bacalhau português.

Batatas fritas servidas em cones com maionese é o churrasquinho grego de lá. Está por toda a parte, esquina, bar e custa bem pouco, algo em torno de 2 ou 3 euros. O peixe, como na Inglaterra, é frequente nos cardápios. Experimente o arenque cru. Há muitos restaurantes de comida asiática. Destaque para a rede de comida chinesa Wok to Walk. Está espalhada por várias capitais europeias, inclusive Amsterdã, com quatro endereços na cidade. Os pratos vêm naquelas caixinhas estilo “china in box” e custam a partir de 4,90 euros. Por 2 euros a mais inclua tiras de carne. Qualquer bebida sai a 1,70 euros. Confira o cardápio com preços aqui.


Dias de sol em Amsterdam: primavera é a melhor época. (Foto: Michel Meynsbrughen)

Para aquela fominha no meio da tarde experimente os famosos croquetes – a partir de 1,20 euros – da rede de lanchonetes FEBO. Tem de carne, frango e legumes. O local parece uma pastelaria, é concorrido, popular e tem fila. Você compra uma moedinha, põe na máquina e aparece seu croquetinho. Eles também vendem hambúrguer (a partir de 1,80 euros), asinha de frango (três por 2 euros), porção de batata frita (1,50 euros) e sorvete de casquinha (0,80 centavos). Há mais de 60 unidades do FEBO na Holanda, 22 somente em Amsterdã.

Nas ruas próximas da Dam há várias pizzarias que vendem pedaços saborosos por 3,50 euros. Para as comprinhas de supermercado visite o Albert Heijn  ou o Spar. Dá para comprar lanche completo – com pão, frios, patê, suco e sorvete – gastando em média 7 euros (sete!) para duas pessoas.

Para uma refeição exótica e saborosa prove um indonesian rijsttafel, um bufê de diversos pratos indonésios. Há vários no país. No restaurante Bojo, em Amsterdam, custa a partir de 8,75 (mais simples) a 18,50, completo – quase um menu degustação. Por pessoa. Confira preços e cardápio aqui. Saborosas e recheadas panquecas você encontra na Pancakes, em Amsterdã. A partir de 5 euros sem muita firula ou 9,50 euros uma mais reforçada. Há entradinhas, saladas, iogurte e frutas a partir de 1 euro. Aprecie cardápio e preços aqui.

SESSÃO MÃO-DE-VACA-MUQUIRANA

Arrisque uma refeição alternativa nos restaurantes chamados squat, em Amsterdam. São cozinhas comunitárias  instaladas dentro de prédios abandonados. Comida saudável, orgânica quase sempre.  Acompanha cerveja e, muitas vezes, música ao vivo. Fogão comandado por voluntários. Um almoço completo sai por 6 euros. Aposte nos mais conhecidos: De Peper

MOMENTO EXTRAVAGÊNCIA

Alugue um holandês. A extravagância não é pelo preço, mas pela experiência. Na agência Like-A-Local você poderá “alugar” um nativo para conviver por um (ou mais, se quiser) dia com ele. Você almoça e/ou janta na casa de um morador. E depois sai para passear. Oportunidade de conhecer e vivenciar o que nenhum guia ou revista consegue mostrar. Os tours ficam em torno de 30 euros e as refeições saem por 20 euros. Preços por pessoa. Na Holanda, o serviço está disponível somente em Amsterdã e Utrecht.


Amsterdam: paisagem rodeada de pontes e canais. (Foto: Lindsey Lein)

Ó QUE CURIOSO

A lei europeia que proíbe o fumo em ambientes fechados entrou em vigor no ano passado na Holanda. Por outro lado, cigarros considerados ilícitos em outros países do continente, aqui seguem liberado. O que significa que na Holanda você pode fumar haxixe em lugares fechados, mas não um cigarro comum.

UM FILME PARA INSPIRAR

Moça com Brinco de Pérola, de Peter Webber (2003).

HOLANDA LEMBRA

Liberdade, tolerância, tamanquinho pontudo, jardim florido e Big Brother – inventado aqui.

MELHOR ÉPOCA PARA IR

O show de flores começa na primavera, a partir de março – período ideal para visitar os parques, moinhos e fazer rotas de bicicleta. No verão a temperatura é agradável, mas chove mais.

Site do país: www.holland.com
Embaixada brasileira: Mauritskade 19, Den Haag (Haia) Tel.: 70 302.3959.

NA SEMANA QUE VEM DESEMBARCAMOS NA INGLATERRA BARATA. É POSSÍVEL? NÃO PERCA!

Posts relacionados:

Europa a 50 euros por dia: introdução.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


9 comentários

  1. Anonymous
    Comentário do dia 26/9/2009 às 11:17

    Silvia

    Parabens pela série! Muito instrutiva e com grandes dicas!

    Ernesto

    (Responder)

  2. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 27/9/2009 às 09:45

    Ernesto! brigadão. Adorei a dica do museu de órgão de rua. De fato, não é muito divulgado! 🙂

    (Responder)

  3. Ana Carolina
    Comentário do dia 02/10/2009 às 16:52

    Nossa Silvia!!!
    Amei suas dicas de Holanda… tem coisas que nem em um ano lá eu sabia!!
    Os supermercados Albert Heijn são realmente o paraíso pra quem quer ser economico, tem sanduíches prontos, sucos naturais, etc.
    Em Utrecht – lekker (delicioso) e barato é o Broodje Mario – um italiano que faz uns sanduíches muuuito bons no Oudegracht.
    Maastricht também é uma cidade lindíssima.
    Nossa… se deixar me empolgo.
    Parabéns Silvia, muuuito bom!

    (Responder)

  4. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 07/10/2009 às 17:01

    Ana Carolina! Valeu pela dicas! Se lembrar de mais alguma coisa interessante porrrrfavor, escreva aqui para nós! Bjs!

    (Responder)

  5. Roberto Parisi
    Comentário do dia 08/6/2010 às 00:59

    Estou indo para Holanda e quero dizer que foi de grande utilidade as informações aqui disponibilizadas.

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Bacana, Roberto! Se encontrar novidades por lá, volte aqui correndo para contar pra gente, tá! 🙂

    (Responder)

  6. Milene
    Comentário do dia 28/1/2012 às 14:22

    Encantanda com suas dicas, vi por enquanto Holanda, mas vou ver as demais cidades e paises..
    Parabens!! ESta sendo de granda ajuda.

    (Responder)

  7. Bruno Moreira
    Comentário do dia 03/10/2012 às 15:49

    Olá Silvia, venho acompanhando seu Blog e adoro!!
    Pretendo da uma passadinha em Amsterdam na primeira semana de fevereiro. Sei que é frio… Mas mesmo sabendo da realidade dos fatos, pergunto: É muito frio mesmo, tipo aquele frio de ranger dentes?? Ou nesse período ja melhorou um pouquinho? Tenho medo de não conseguir aproveitar a cidade… Agradeço se puder ajudar essa alma aqui!! Bjs

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Eu sou suspeita para falar. Sou muito friorenta. Não gosto da Europa no inverno, acho congelante. 🙂

    (Responder)

  8. Thais
    Comentário do dia 09/12/2012 às 22:12

    Silvia, estou com duvias sobre o bairro que devo ficar. Encontrei um apto muito confortavem para alugar num bairro chamado De Baarsjes, em frente ao Rembrandtpark e outro no norte do Bairro de Jordaan, na rua Goudsbloemstraat. Você poderia me ajudar? Valeria a pena ficar num apto mais afastado, mas confortável? Vou ficar 5 dias e vou aproveitar para ver as Tulipas, pois vou em marco! obrigada

    (Responder)

  9. Comentário do dia 09/9/2013 às 18:18

    Postei hoje sobre o hotel que fiquei em Amsterdã e gostei muito. Claro que não podia deixar de fora as dicas daqui e coloquei lá o link para esse post. http://taindopraonde.blogspot.com.br/2013/09/onde-se-hospedar-em-amsterda.html

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar