-  Atualizado 07/12/2009

Inglaterra a 50 euros por dia – Parte 3

Publicado por: Silvia Oliveira Europa, Inglaterra

ONDE FICAR NA INGLATERRA

Os afamados Bed & Breakfast – espalhados por todos os cantos mundo – são patrimônio britânico. Está para a Inglaterra assim como a pensión está para a Espanha. Não significa que será a opção mais barata, mas, provavelmente, a mais típica.

Aqui, e principalmente aqui, a tradução deve ser literal: cama e café da manhã. Sem chorumelas. Você pode até encontrar lençóis engomados. Os detalhes que determinam “o” tipo de cama ou “o” tipo de café vão refletir no preço da diária.

Você vai achar B&B a partir de 25 libras. Lembre-se da regra. Ninguém faz caridade na indústria turística, muito menos o setor hoteleiro. Ao pagar pouco neste tipo de hospedagem você poderá levar algo como localização menos privilegiada, quartos claustrofóbicos ou até um serviço de segunda.


Londres: vista noturna do Parlamento britânico. (Foto: A. Schaeffer)

HOSPEDAGEM ECONÔMICA NA INGLATERRA

Para um orçamento mão-de-vaca-muquirana a opção de hospedagem barata na Inglaterra vai cair na rede dos albergues. São muitos, nas principais cidades do país, alguns com estrutura de fazer inveja a muito hotelzinho três estrelas. Mas estão entre os mais caros do continente.

Muitos dos hostels londrinos, por exemplo, dão descontos para quem reserva sete dias. Ou cobram uma tarifa menor ou dão uma noite grátis. (Dica, aliás, que vale para outros países europeus. Informe-se sempre.)

Em Londres, o novíssimo London Central, da Hostelling International levou no ano passado o prêmio de melhor hospedagem econômica da cidade, dado pela Visit London Awards 2008. Diárias a partir de 19,95 libras por pessoa em quarto coletivo. O café da manhã não está incluído, mas tem cozinha disponível para o hóspede e internet wi-fi. Metrô Great Portland. Outro da mesma rede é o London St. Paul’s. Perto da catedral. Diárias a partir de 18 libras nos dormitórios. Café da manhã incluído. Metrô: St. Paul’s.

Entre os hostels independentes da capital temos o Millenium Lodge com diárias a partir de 16 libras nos quartos coletivos. Cobram 2 libras a mais no fim de semana. Quartos para casal – um achado – a partir de 35 libras (valor em março de 2010). Agora em novembro o mesmo quarto duplo sai por 42,50 libras. Ainda assim, nada mal. Café da manhã incluído. Curiosidade: tem um restaurante com comida… brasileira. Fica em frente ao metrô Kensal Green. Se sua opção é um B&B, assim, só para dizer subi na vida – mas na verdade você não está podendo tanto, tente o Ealing Guest House. O quarto para casal está 40 libras, sem banheiro. Com banheiro, fica 55 libras. Café da manhã – simplérrimo – incluído. Os quartos são franciscanos e os banheiros não reclamariam se recebessem uma reforminha.

Em Liverpool, o Youth Hostel Liverpool é um dos mais modernos da Europa. Além de ser extremamente organizado, o café da manhã (mais britânico impossível) vale por um almoço: ovos fritos, bacon, salsinha e lombo de porco. Para ajudar, está muito bem localizado: perto do Albert Dock (região do porto recém revitalizada), Tate Modern e Museu Marítimo. Sem falar que a decoração faz toda uma referência aos Beatles. Diárias em quarto coletivo a partir de 15,95 libras. Quem for para York, uma das cidades de maior importância na história da Inglaterra, pode se surpreender com o B&B The Bar Convent , instalado dentro do convento mais antigo do país. O café da manhã – com suco, cereais, torradas, croissants, iogurtes e frutas – está incluído no preço. Quarto de casal a partir de 50 libras, sem banheiro.

No balenário de Brighton (vai fazer sol, vai fazer sol, vai fazer sol…) fique no charmosinho hostel St Christopher’s Inn’s. Bem localizado, perto da praia e das estações de ônibus e trem. Diárias em quartos coletivos a partir de 13 libras. O quarto para casal sai a partir de 41 libras. Café da manhã incluído.

ONDE COMER NA INGLATERRA


Chá de cinco: servido a partir das 14h. E não só o chá. (Foto: Sam Weng)

Assim como você come coxinha no Brasil, kebab na Grécia, salsichão na Alemanha e crepe na França você não vai escapar do fish & chips – peixe com batata frita – na Inglaterra. Mas foi-se o tempo em que a cozinha britânica era malfadada e sem classe. Hoje, só a capital londrina tem quase 40 restaurantes estrelados pelo Guia Michelin.

Claro que você, proprietário do modelo 5.0 de viagem, não vai nem passar perto de algum deles (a não ser no seu momento extravagância). Mas isso não quer dizer comer mal, comer pouco ou viver à base de rosbife.

Sinceramente? O país é tão diverso, recebe tanto imigrante, a cozinha é tão diversificada e são tantas as opções que não acho tão caro assim comer na Inglaterra, principalmente em Londres. Começando pelos supermercados, qualquer um deles será seu amigo de fé, seu irmão camarada. Tem o Tesco, o Sainsbury e o Sommerfield. O supermercado mais barato da Inglaterra é o Netto, com sucos de 200ml por 0,25 centavos de libra (juro!), massas prontas (para levar ao microondas do albergue) por 1 libra! Dificuldade: em Londres estão em zonas mais afastadas.

A rede Deep Pan Pizza tem várias unidades na cidade. Não achei o site da empresa, pode? Mas há filiais bem ali no centrinho: uma na Piccadilly Circus, outra na Trafalgar Square e outra na Leicester Square. Ou você pede só uma fatia de pizza por uma média de 3 libras cada ou opta pelo “rodízio”: pizza, massa e salada à vontade por 9 libras.

Os restaurantes da rede Stock Pot também pipocam pela cidade e estão próximos dos principais pontos de visitação. Vive lotado e você vai ter que dividir a mesa com algum estranho. O prato do dia pode ser uma cremosa sopa de camarão, peixe com massa ou um risoto por no máximo 10 libras. Cozinha de primeira pelo preço que cobra. Já a cadeia de fast food ligth Pret a Manger é uma opção tão feliz que dá para passar todo dia em alguma das várias unidades de Londres para comer um saboroso sanduíche com pasta de salmão e saladinha… por 3 libras!

O Nando´s, uma rede fundada por portugueses, tem uma decoração que oscila entre o bom gosto e o esquisito. Mas sua porção philippestarckiana vai por água abaixo ao se deparar com um cardápio delicioso, original e baratíssimo. Saladas a partir de 3,70 libras. O prato da casa, frango piri-piri (com um tempero bem hot), para duas pessoas sai por 10,95 libras. Ou uma porção pequena por 3,30. De sobremesa, tortinha de côco por 1,30 libra. São várias unidades pela capital. Ainda em Londres, o charmoso Bistrô 1, com cozinha de influência mediterrânea, oferece entrada e prato principal por 7,90 libras no almoço e 10,90 no jantar. Tem três unidades no Soho e uma no Covent Garden.

Para não perder o costume de comer um pratinho exótico em Londres – herança da forte imigração asiática – experimente o restaurante Cây Tre com pratos vietnamitas todos enfeitadinhos (tipo alta gastronomia) por uma média de 7 libras. Fica em Hoxton. Bem, falamos basicamente de Londres, mas a maioria das redes e supermercados mencionados aqui está nas mais diversas cidades inglesas como Liverpool, Bath, Manchester e Brighton. Acesse os sites dos estabelecimentos para descobrir qual a filial mais perto de você.

SESSÃO MÃO-DE-VACA-MUQUIRANA

Conheça a rede Neals’yard Dairy que vende toda a sorte de queijos britânicos. Há duas unidades em Londres: uma no Convent Garden e outra no Borough Market. Ambos, clássicos mercadões da cidade. Aproveite para fazer uma boquinha na degustação gratuita de queijos para quem for conhecer a fábrica, que fica do lado da filial do Borough Market.

MOMENTO EXTRAVAGÂNCIA

Alugar um carro – cuidado, a mão é invertida – e correr (modo de falar) para o norte da Inglaterra, a quatro horas de Londres. No condado de Cumbria, quase já chegando à Escócia fica o Distrito dos Lagos. Uma região com diversas vilinhas beirando 16 lagos (vá parando por eles) que darão as melhores fotos da viagem. Não deve ficar absurdamente caro, mas qualquer slow travel para mim é um verdadeiro luxo!

Ó QUE CURIOSO

O metrô de Londres – também chamamdo de tube – é de 1863, o primeiro do mundo.


O metrô mais antigo do mundo. (Foto: Matthew Trow)

UM FILME PARA INSPIRAR

A Rainha, de Stephen Frears. (2006)

INGLATERRA LEMBRA

Charles Chaplin, soldadinho de chumbo e Diana. To be or not to be: that is the question.

MELHOR ÉPOCA PARA IR

Seria o verão. Calor, tempo mais firme. Mas também, como em toda alta temporada, os preços vão explodir. Em setembro ainda há um clima festivo com alguns eventos culturais importantes. Mas por tudo o que o país oferece, qualquer época é época em Londres.

Site do país: www.visitbritain.com
Embaixada brasileira: 32, Green Street, (44-20) 7399-9000. www.brazil.org.uk

PRÓXIMA PARADA: ITÁLIA! Tan tan ram ram (som de tarantella…)

Posts relacionados:.

..
.
.
.
.
.
.
.
.


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


14 comentários

  1. Jaqueline Mendes
    Comentário do dia 11/11/2009 às 11:01

    Para imprimir, encadernar e guardar. Parabens!

    (Responder)

  2. Guta Vambora!
    Comentário do dia 11/11/2009 às 11:03

    Silvia!!! Este post está muitoooo bom! Otimas dicas! E quando eu fui p/ Londres, meu melhor "amigo, irmão camrada" foi o ASDA. Gigante e barato! Nele meu café da manhã era potes e potes de nutella com bolacha…nada mal!
    bjus

    (Responder)

  3. SÍLVIA OLIVEIRA
    Comentário do dia 12/11/2009 às 18:05

    Oi Guta! Obrigadão pela dica do ASDA! Bjs!

    (Responder)

  4. Fernanda
    Comentário do dia 15/1/2010 às 18:17

    Oi, Sílvia! Estou viajando para a Itália em abril e estou louca atrás de dicas. Fiquei impressionada com o trabalho que você desenvolveu no “Guia Europa a 50 euros por dia” e aproveito para parabenizá-la! Você “é o cara” rsrsrs! Adorei que Itália será a próxima parada, pois quero ficar “afiada” com suas dicas e usá-las na minha viagem.
    Aguardo ansiosamente!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Oi Fernanda! Assim que eu terminar a série Chile (mais alguns dias) vou publicar Itália a 50 euros. Beijão!

    (Responder)

  5. Fernanda
    Comentário do dia 26/3/2010 às 14:50

    Ai, Sílvia… Estou sentindo que não vai dar tempo para eu pegar as dicas da Itália a 50 euros…sniff…. Viajo dia 02/04, daqui a uma semana…. Desculpe a minha insistência, é que gostaria muito de usufruir deste manual que só encontrei aqui no seu blog – por sinal muito bom!

    Bjs

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Fernanda, tô louca para publicar também, mas estou esperando a confirmação de alguns dados. Fico dependendo da boa vontade de museus, restaurantes, hotéis para que me respondam um mísero e-mail! 🙄

    (Responder)

  6. Tarsila
    Comentário do dia 15/6/2010 às 00:25

    Pretendo em jul deste ano ir a França, Inglaterra e Itália. Quero ficar de 25 a 30 dias, eu, meu marido e meu filho de 13 anos. Somos simples, mas queremos cama limpa, banheiro privativo e segurança. Pra comer, até fast food serve.
    Nossa viagem é mais contemplativa. Gostamos de ver a paisagem, a arquitetura, os tipos humanos e os museus.Queremos viajar de trem e com “aventura”, ou seja, poder variar o roteiro na hora…rs
    Queremos gastar pouco. Será quanto fica fora a passagem aérea?
    Será que estes 50 euros por cabeça dão em julho?
    Obrigada.
    Tarsila

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Tarsila, viagens devem ser planejadas com pelo menos três meses de antecedência. O que acontece é que hospedagem barata acaba muito rápido e para julho acredito que você vai ter pouca opção econômica, já que os hoteis/albergues econômicos devem estar lotados! Primeiro porque é mês de alta temporada, verão europeu e já estamos no dia 15 de junho. Os trechos de trem devem encarecer bastante a viagem. Talvez o ideal seja comprar um passe de trem aqui no Brasil, caso vá fazer muitos trechos. Consulte um agente de viagens e ele lhe dará as melhores opções. Eu não acredito que 50 euros por pessoa/dia serão suficientes em julho. Só se tiver muuuita restrição. Além do que 50 euros por pessoa já estaria incluída a hospedagem. E, em julho, quarto triplo, em hotel com banheiro privativo não deve sair por menos de 90,00. Ou seja, 30 euros por pessoa/dia já estariam comprometidos com a hospedagem. Para viajar nessa época com uma certa dignidade contabilize, pelo menos, uns 90/100 por pessoa. Abs!

    (Responder)

  7. Comentário do dia 30/4/2011 às 13:57

    Olá Silvia.
    Que espetáculo de site!
    Fiquei muito feliz em (RE)vivenciar vários momentos aqui.
    Morei em Londres e estou retornando a Europa para férias.
    Pesquisei vários países por aqui e fiquei encantada com sua exatidão nas informações. MUITO OBRIGADA!

    PS: Em Londres tem o supermercado ASDA que é um dos mais baratos, se não for o MAIS baato para se fazer compras.

    Beijinhos

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Obrigada, Paulinha! Boa viagem! 🙂

    (Responder)

  8. FLAVIOBBB
    Comentário do dia 20/8/2011 às 22:35

    Ola Silvia, parabens, pelo blog otimo. Ola pessoal.

    Preciso de uma informação, .. Vi no site do aeroporto de Manchester e de Heatrow que a Thomas Cook (casa de cambio) vc pode trocar reais por libras a uma taxa otima. (Hoje estava em 2,29) No Brasil a libra é vendida por 2,75. Alguem confirma isso????

    (Responder)

  9. Ubiratan Sevilha
    Comentário do dia 15/11/2011 às 21:10

    Parabéns pelo blog,maravilhosa ajuda para quem viaja,mt bom.

    (Responder)

  10. Vivianne Câmara
    Comentário do dia 14/5/2012 às 00:50

    Olá Silvia parabéns pelo site e pelas dicas.
    Gostaria de saber se levando mais euros do que Libras se vale a pena fazer o câmbio lá euro por Libra e se vale a pena, já que falam tanto que lá o euro é quase a mesma coisa da Libra isso é verdadeiro?
    Obrigada
    Vivianne Cãmara
    OBS: Quando vai passar dicas sobre Bruges?

    (Responder)

  11. juliane
    Comentário do dia 02/8/2012 às 12:59

    Silvia,
    tudo bem? Já fui a Londres há 6 anos atrás e queria voltar com o maridão dessa vez. Mas não estamos sós! Nossa pequena de 1a6m iria junto. Recomenda? Acha que dá para visitarmos os lugares que sugere? Tem aí um plano B?
    Se puder ajudar agradeço muito!

    Obrigada!

    Juliane

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Olha, nunca estive em Londres com crianças. Mas eu sempre acho que todos os roteiros são possíveis desde que se respeite os horários e ritmo dos pequenos. Agora, é certo que longas caminhadas, sol muito forte, compras… tudo isso irrita qualquer criança, em qualquer idade. Resta a nós, mamães, termos bom senso! 😀

    (Responder)

  12. Thais
    Comentário do dia 20/11/2012 às 21:21

    Simplesmente completo e muito bem detalhado!!!!! Eu e meu marido estamos querendo ir a Europa e eu sempre falo da Inglaterra, mas nao sabia o que encontrar, como locomover e o principal nao gastar muito!!!aqui encontrei resposta para todas as duvidas.

    Parabens mesmo pelo site!!!!!

    (Responder)

    Resposta de Silvia Oliveira

    Que bom, Thais! Boa viagem! 🙂

    (Responder)

  13. Erika Rodrigues
    Comentário do dia 06/4/2013 às 22:47

    Olá Silvia, vc sempre uma mão na roda nas minhas viagens.
    Amei essa dica do momento extravagância (só tenho que checar se vai caber no bolso… rs)
    Diga-me uma coisa: vc já fez esse passeio? Tem (ou recomenda quem tenha) dicas de lá?
    É que o site é tudo tão lindo, mas me parece bastante grande, daí estou cheia de dúvidas sobre um tempo mínimo (pensei em 2 ou 3 dias, mas não sei se é adequado), além de melhor local para hospedagem.
    Enfim, se tiver alguma dica, vou adorar saber.
    Beijinho e sucesso!

    (Responder)

  14. Paulo Dantas
    Comentário do dia 18/7/2013 às 19:25

    Parabéns , estava quase desistindo de estudar 3 semanas em outubro/2013 em Londres, vc me meu ótimas e diversificadas dicas e um novo gás!!!
    Obrigado

    (Responder)

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *

Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2017 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar