segunda-feira, 20 de abril de 2009

Paço da Liberdade: único tombado pelo patrimônio histórico nacional em Curitiba

Brasileiros, sintam-se orgulhosos! O edifício histórico mais importante de Curitiba foi restaurado e finalmente está aberto à visitação. O trabalho durou um ano e meio e envolveu 50 artesãos que descortinaram as pinturas originais de paredes e tetos. Localizado na Praça Generoso Marques, bem no centro, o antigo prédio da prefeitura havia abrigado também o Museu Paranaense. Mas desde que o museu deu no pé e foi para outro lugar, a construção ficou abandonada e se deteriorava a cada dia. 

O Paço da Liberdade – único da cidade tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional – tem arquitetura com elementos art nouveau. Para transformar o local num espaço cultural, há dois anos a prefeitura cedeu o espaço ao Sesc, que comandou toda a reforma.



Estima-se um gasto de quase R$ 7 milhões. Na parte de fora, luzes cênicas vão acendendo-se  automaticamente conforme a noite cai. A fachada externa foi mantida intacta. E dentro, as pinturas dos artistas João Ghelfi, João Ortali e Anacleto Gaubaccio estão totalmente recuperadas.

Até o dia 15 de maio o Paço permanecerá sem os móveis definitivos para que os visitantes possam observar o trabalho de restauração realizado no edifício.

É possível ver também resquícios arqueológicos do primeiro Mercado Municipal de Curitiba. Em 1912, o mercado foi demolido para dar espaço à sede da prefeitura – que ficou pronta em 1916.

Já no primeiro mês da reabertura, três exposições: uma mostra fotográfica sobre a restauração – que compara o antes e o depois, esculturas do artista plástico Luiz Gagliastri e pinturas do curitibano Fernando Velloso – o pai do modernismo paranaense. O novo prédio tem quatro andares e, após o processo de recuperação, cada um deles foi concebido com um conceito diferente. No térreo, por exemplo, a palavra é interação. São salas de acesso livre à internet, biblioteca e o Café do Paço – que ainda não está aberto ao público, mas promete até piano.

O segundo andar dá a idéia de construção: tem salas de aula, sala de cinema e um laboratório de arte eletrônica. O terceiro andar vai abrigar conferências e apresentações artísticas. Este pavimento conta também com um estúdio para gravação de bandas independentes. O último andar será dedicado às exposições e mostras.

   

SERVIÇO: O Paço da Liberdade Sesc Paraná está localizado na Praça Generoso Marques e funciona de terça a domingo, das 9h às 22h. Entrada gratuita.

O que fazer em Curitiba

Curitiba | Vinhos Durigan: parada estratégica em Santa Felicidade com degustação grátis

Linha Turismo Curitiba: como aproveitar o city tour oficial da cidade

Curitiba: faça da cidade seu melhor destino de inverno

23 motivos para você conhecer e se apaixonar por Curitiba

Cinco atrações grátis e estreladas em Curitiba

Leia também

Vila Velha, Paraná: sítio geológico de 300 milhões de anos está a uma hora de Curitiba

Lapa: como organizar um bate e volta perfeito saindo de Curitiba

Colônia Witmarsum: café colonial, história alemã menonita e descanso ao lado de Curitiba

Parque Histórico de Carambeí: espaço temático reproduz um pedaço da Holanda no Paraná

Cidades Históricas, Serra do Mar e Estrada da Graciosa: quando ir?

Estrada da Graciosa

Passeio de trem pela Serra do Mar

Antonina

Morretes

Ilha do Mel

_______________ 

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados.

Share