-  Atualizado 20/07/2020

Almoço árabe: arroz sírio com tiras de carne e tabule de quinoa

Publicado por: Silvia Oliveira Cozinha da Matraca, Prato único, Saladas


E aí, me contem como estão de quarentena! Aqui, todos os planos profissionais vinculados a viagens estão suspensos, no momento.

Como vocês sabem, minha área é uma das mais atingidas pela nova ordem imposta pela pandemia da Covid-19. Não sabemos quando poderemos voltar a viajar. E quando pudermos, não teremos dinheiro para isso. Hahahaha! (Rindo, mas é de nervoso.)

O que importa é que estamos todos bem de saúde, graças a Deus. Confinados, saindo somente para as coisas muito essenciais, aproveitando para escrever alguns textos atrasados, revisar outros, rezar mais, cozinhar muito e colocar alguns livros e filmes em dia.

Um dos meus desafios nessa quarentena tem sido, aliás, fazer alguns pratos não muito tradicionais no meu cotidiano, mas que sejam rápidos, baratos e que rendam bastante.

Você sabe, a gente gosta muito de comida árabe. Já publiquei a receita de coalhada do Raul e o nosso Brunch Árabe com várias receitinhas típicas como o Hommus (pasta de grão de bico) e o Babaganoush (pasta de berinjela).

Hoje, vou dar a dica de um almoço bem prático e que suja quase nada de panela. O Arroz Sírio, por exemplo, é feito numa caçarola só. Anote aí:

ARROZ SÍRIO

Vi essa receita pela primeira vez no site Panelinha, mas lá a Rita Lobo faz com frango e as quantidades dos ingredientes e temperos são diferentes do meu. Acho que fica mais saboroso com tiras de carne, mas com frango a receita fica boa também (além de mais barata ainda). Vai do seu gosto, tá!

Ingredientes

  • 250 g de carne do tipo contra-filé ou fraldinha (mais ou menos 2 bifes)
  • 2 xícaras de arroz
  • 1 xícara de lentilha
  • 2 cebolas pequenas (ou 1 grande) cortadas em meia lua
  • 2 dentes de alho bem picadinhos
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher rasa (sobremesa) de pimenta síria
  • 1 colher (café) de açúcar
  • Sal a gosto

Modo de Preparo

1. Antes de começar, coloque uma xícara de água fervente numa tigela. Acrescente a lentilha de molho e deixe descansar enquanto prepara o resto do prato.

2. Aqueça em fogo baixo uma colher de azeite e doure a cebola fatiada em várias meias-luas. Tempere com o açúcar e uma pitada de sal. Vá mexendo de vez em quando, são uns cinco minutinhos. Não pode deixar queimar a cebola, é só para caramelizar.

3. Reserve as cebolas caramelizadas em um recipiente à parte e na mesma panela coloque mais uma colher de azeite e refogue a carne cortada em tirinhas finas (meio centímetro de largura por 5 centímetros de comprimento) em fogo médio até ficar douradinha.

4. Coloque metade da cebola caramelizada, o alho picadinho, o arroz, a pimenta síria e sal a gosto na panela com carne. Mexa delicadamente para misturar bem todos os ingredientes.

5. Escorra a lentilha com uma peneira ou escorredor de arroz e coloque na panela. Misture novamente. Acrescente 4 xícaras de água. Aí o processo é como fazer arroz: quando a água começar a ferver, baixe o fogo e deixe cozinhar com a tampa entreaberta até secar a água.

6. O restante da cebola caramelizada você pode colocar por cima do arroz na hora de servir.

Dificuldade | Fácil

Preparo | 40 minutos

Rendimento | São 8 porções generosas (pratos fartos). Quatro pessoas almoçam e jantam essa receita. Caso queiram degustar o Arroz Sírio somente em uma refeição é possível congelar o restante.

TABULE DE QUINOA

O tabule tradicional leva trigo para quibe. A opção de substituir pela quinoa é que você tem uma salada sem glúten sem alterar praticamente em nada o sabor do prato original.

Também é uma receita que não suja quase nada, pois você só vai precisar de uma panela pequena para ferver a quinoa (e, claro, dos materiais para cortar os ingredientes).

Ah, para quem não sabe, a quinoa é um grão andino altamente nutritivo, considerado um dos mais completos dentro do reino vegetal.

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de quinoa mista (mas se tiver só a branca, fica perfeito também, é que na mista tem a corzinha escura do grão. É só uma questão estética mesmo.) Na foto abaixo, ela já está cozida.
  • 1 xícara (chá) de pepino em cubinhos (eu uso o pepino japonês)
  • 1/2 cebola pequena cortada em cubinhos
  • 2 tomates cortados em cubinhos (eu retiro a polpa e guardo para fazer um molho depois)
  • 2 colheres (sopa) xícara de salsinha picada
  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • Folhas de hortelã picada a gosto
  • Suco de 1 limão
  • Sal a gosto

Modo de preparo

1. Coloque 2 xícaras de água para ferver. Assim que levantar fervura acrescente a quinoa, coloque uma pitada de sal, mexa bem e baixe o fogo. Não precisa tampar.

2. Assim que a água secar, desligue o fogo e deixe esfriar. (Pode levar à geladeira para acelerar o processo, se quiser.) Se a sua panela for daquelas que ainda continuam cozinhando o alimento mesmo depois de desligar o fogo, transfira a quinoa para uma tigela ou prato. É que se cozinhar demais ela fica muito molenga, tipo empapada. O ideal é que o grão fique macio, mas sem perder o corpo.

3. Numa tigela misture todos os ingredientes e temperos e, por último, a quinoa. Mexa delicadamente. (Dica: para quem não come pepino – meu marido! – você pode substituir por rabanete picado em quadradinhos. Fica delicioso e crocante também!)

4. Use algumas folhas de hortelã (ou de salsinha) para decorar!

Dificuldade | Fácilimo

Preparo | 30 minutos

Rendimento | São 4 porções generosas (pratos fartos).

Dica da Matraca | Se você quiser fazer a receita de tabule original, você substitui a quinoa por ½ xícara (chá) de trigo fino para quibe. Numa tigela, coloque o trigo e cubra com água e deixe uns 15 minutinhos hidratando. Não é preciso levar ao fogo. Depois é só misturar com os outros ingredientes, seguindo a mesma regra de misturar o trigo por último, para não umedecer demais o grão.

Importante | A hortelã e a salsinha devem estar sequinhas para a salada ficar levemente crocantinha e não encharcada.

Posts relacionados

Brunch Árabe: cardápio simples e receitas fáceis para fazer em casa

3 ideias incríveis de tábuas de frios: como montar e servir

Feijoada da Matraca: dicas de decoração, cardápio e receitas

Ossobuco suculento ao vinho feito na pressão

Veja também

Festa Bailarina 

Festa Junina

Festa Nordestina

Festas Anos 60

Festa do Sanduba

Festa de Batizado

Para acessar o nosso conteúdo de viagens clique em DESTINOS

O Barato de Gramado e Canela: o guia de viagem definitivo e completo para você conhecer as duas cidades gastando beeeem menos, com conforto e sem perder a dignidade. São mais de 150 páginas com roteiro inovador e dicas de economia inteligente. E-book interativo, navegue pelo Google Maps! 2ª edição, revista e ampliada. Pegue o seu aqui agora mesmo!

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados ao Matraqueando®.

Veja mais no meu instagram @matraqueando.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2020 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar