-  Atualizado 23/05/2017

Atacama: 5º dia | Gêiseres El Tatio

Publicado por: Silvia Oliveira América do Sul, Atacama, Chile

O que uma pessoa do meu naipe – que só conhece o bom humor acima dos 22 graus – vai fazer em um passeio que começa de madrugada, chega a muitos graus abaixo de zero e, ainda por cima, a 4.300 metros de altitude? Fiquei tensa desde a noite anterior. Escutei mil recomendações. Faça um jantar leve, não beba, durma cedo.

O tour ao Gêiseres El Tatio é considerado o mais cruel pela maioria dos visitantes. A estrada que leva até o campo geotérmico é perigosa, cheia de curvas e sem sinalização. Além de sentir o mal das alturas (também chamado de soroche), alguns turistas ficam enjoados com a descompostura da van, que chacoalha sem parar.

E-book | O Barato de Santiago —> Baixe o seu agora mesmo!

Pois então… não senti nada (além de frio, claro!) O guia passou para nos pegar às 4h da madrugada. Entrei no veículo e dormi até o destino final. Os gêiseres do Atacama estão localizados na cordilheira andina, a 100 quilômetros de San Pedro – cidade base para explorar toda a região. São quase duas horas de viagem até lá.

O fenômeno começa bem cedinho, mais ou menos às 6h da manhã. Enormes fumarolas escapam através de buracos e fendas no solo. Lençóis subterrâneos de água entram em contato com rochas quentes, provocando pequenas explosões. Alguns jatos chegam a 10 metros de altura, a quase 80ºC.

Na entrada do campo geotérmico – onde você compra o ingresso – há um termômetro. No dia em que fomos marcava 8 graus abaixo de zero. Uma espécie de “veranico”, digamos assim. No inverno pode chegar a 30 graus negativos. Obviamente que ao ver a temperatura já fui afetada psicologicamente e quase me atrevo a não sair do carro.

Mas ao me aproximar da área, uma extensão de três quilômetros, com aquela visão que a gente tem só quando vê filmes do tipo Avatar entendi porque é considerado “o” principal passeio pela maioria.

É uma experiência sensorial. Você desce da van, encaranga devido ao frio, respira com dificuldade por causa da altura. Cinco passos são suficientes para observar a fotografia que o lugar proporciona. Começa tudo cinza.  As primeiras fotos do post não estão em preto e branco. Essa é a luz do local pouco antes do amanhecer.

A composição é gerenciada pelo sol. Quando ele começa a aparecer, os gêiseres entram em ação com mais força. Há várias placas indicativas alertando para não se aproximar muito do fenômeno. Em menos de 20 minutos, o quadro ganha cores. O céu azulíssimo em contraste com as montanhas douradas. Ao redor desmedidas fumarolas brancas. (Aliás, tudo no Deserto do Atacama é enorme, colossal, gigantesco, imenso … desculpe-me se sou repetitiva).

Quarenta minutos após a nossa chegada os guias começam a preparar o café da manhã, servido ali mesmo. Em seguida, todos partem para uma piscina termal que fica no próprio campo geotérmico. Não há nenhuma infra-estrutura.

Os interessados em dar um mergulhinho num bacião a 40ºC (lembrando que estamos abaixo de zero!) devem ir com o traje de banho por baixo da roupa. Eu? Se ainda houvesse exame médico no local para atestar que ninguém tem micose, frieira, pereba ou chulé… nem morrrrrta, santa!

Nosso último passeio, supostamente, acabava ali – no Piscinão de Ramos do Atacama. Mas como tudo no deserto reserva uma surpresinha no final, ao regressar dos gêiseres El Tatio conhecemos Machuca – um pueblo atacameño praticamente desabitado. Na única rua do vilarejo, o clássico da região: casas de barro, teto de palha e uma igrejinha ao fundo.

– E-book | O Barato de Santiago —> Baixe o seu agora mesmo!

A meia dúzia de moradores dali espera ansiosa pelos visitantes diários que vão abocanhar os (carésimos) espetinhos de carne de lhama (2.500 pesos cada, cerca de US$ 5,00) e as empanadas de queijo de cabra (700 pesos ou US$ 1.50). Comi dois churrasquinhos e uma empanada – que era imensa – sozinha. O Raul não arriscou nem um, nem o outro. (Depois eu é que sou a fresca, né!)

Fotos: Raul Mattar (menos as do espetinho de lhama e a da empanada de queijo de cabra que pertencem ao Matraca’s Image Bank)

SERVIÇO:

Contratamos todos os passeios na agência Lickan Antay.
Fica na c/ Caracoles, 419 – Tel.: (+56) 55 591799 e 55 591800.
Valor do tour: 15 mil pesos (US$ 30,00)- por pessoa. Inclui café da manhã.
Valor da entrada: 3.500 pesos (US$ 7,00).

Posts relacionados

CHILE
Chile, para começar… (introdução)
Da janelinha do avião, a Cordilheira dos Andes

SANTIAGO
Santiago: bairro a bairro – 1º dia
Santiago: bairro a bairro – 2º dia
Santiago: bairro a bairro – 3º dia
Como ir por conta à vinícola Concha y Toro
Metrô Arte em Santiago do Chile
Hospedagem em Santiago do Chile
Galeria de imagem: Mercado Central de Santiago
Galeria de imagem: Museo de Arte Precolombino

ATACAMA
Como chegar a San Pedro do Atacama, no Chile
San Pedro de Atacama
Atacama: 1º dia | Valle de la Luna e Valle de la Muerte
Atacama: 2º dia | Salar de Tara
Atacama: 3º dia| Manhã: Tour Arqueológico
Atacama: 3º dia | Tarde: Lagunas Cejar e Tebinquiche
Atacama: 4º dia | Lagunas Altiplânicas
Atacama: 5º dia | Gêiseres El Tatio
No Atacama fique atento ao solmáforo

Banner Guia Santiago 2013



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


85 Comentários

  1. Que coisa mais linda! Saudades de você! Voltou com tudo… sonho com o Atacama depois desta série! Beijão!

    responder
  2. Alessandra Pajolla

    Piscinão de Ramos do Atacama huahuahuahuahua…adoro seu bom humor!!!! Seu blog é divertidíssimo…basta eu clicar nele pra dar uma levantada no astral…
    Estou adorando acompanhar a saga chilena…as fotos do Raul estáo de matar huahuahua, viu como eu também sou engraçada…beijos nos três

    responder
    • Maaaas você não morre mais, Ale! Pensei em você um monte esta semana. Quero te escrever… Bom ver você por aqui. =)

      responder
  3. Marcia Cristina

    Hahahaha! Mas eu achava que você ia dar um mergulhinho por ali. Aliás, tô com o Raul: encarava o piscinão… mas não comia essa carne nem morrrrta! haha!

    responder
  4. Juliana

    Adorei seu site, iremos pro Chile em jul/2010!!! Cotei um pacote com agencia, mas fala serio… uma facada!!!! -_-
    Ainda bem que temos a internet, e gente legal compartilhando infos…rs!!! Obrigada =)

    responder
  5. Juliana

    Ah! Uma pergunta, a viagem terminou aqui ou vai ter mais Chile?!?!? Estamos pensando em ir pra Pucon e Lagos Andinos tb. Se tiver dicas, aguardo seu post!!!! ^-^

    responder
    • Ainda faltam alguns posts sobre serviços, dicas, essas coisas. Mas não vamos falar dos Lagos Andinos, nem Pucón. Abs!

      responder
  6. As primeiras fotos não estão em preto e branco??? Que lindo!!! Imagino que deve ser muito especial ver o dia amanhecendo, as cores mudando, a temperatura subindo…

    Beijos!

    responder
  7. Sílvia, preciso de tempo para fazer todos esses passeios que vc fez. Comecei a ver os preços para ficar uns dias lá, mas as passagens ainda estão bem caras. Já me disseram que não costumam ser baratas mesmo e quase não há promoções. Mas estou juntando pra ir. Só que esse seu comentário de que pode chegar a – 30º (uiii!). Preciso ir antes do inverno. Bjs e esperando mais posts.

    ps: passar uns cinco dias seriam satisfatórios?

    responder
    • Monica, eu fiquei cinco dias inteiros no Atacama. Fiz praticamente todos os passeios que queria. Mas se eu tivesse mais dois dias, dava para ter feito outras coisas (menos importantes para mim, claro!) Bjs!

      responder
      • Angela

        Ola Silvia, irei em março para o Atacama e gostaria de saber se é possivel visitar o Salar de Uyuni também, o que voce acha? Adorei seu blog, muito util e divertido, Parabens!

        responder
        • Silvia Oliveira

          Eu não conheço Uyuni, Angela! Mas muitos que vão ao Atacama dão uma esticadinha até lá, alguns compram o pacote até a Bolívia em San Pedro, mesmo! 😉

          responder
  8. Olá Silvia, o Atacama é mesmo um show !!!
    Convidamos vc a nos visitar e ver o post da paradisíaca “ Ilha de Zakynthos ou Zante “ na Grécia…
    viagemafora.blogspot.com
    bjs
    Antonio & Ellen

    responder
  9. maratsallai

    E eu que sempre chamei o Chile de cumprido e mal acabado,
    Ranco do tempo da ditadura do pinochet. Estou aqui de boca aberta com a beleza do lugar. Parabens pelo trabalho bonito,elegante e o bom humor de sempre
    Bjs

    responder
    • Hahahaha, Mara! Ótima a definição by “ranço-pinochet”. Santiago não foi apaixonante (para mim), mas acredito que o norte com o Atacama, o Sul com a Patagônia e os Lagos Andinos deram samba nesse país pouco investigando (ainda) pelos brasileiros! =)

      responder
  10. Carmen

    Não pode ser tão lindo!!!!!!
    Todo esse viagem é uma aventura cheia de contrastes, una experiência sensorial e sublime.
    Já não sei que gosto mais das lagunas Antiplanas, do Salar de Tara, de o Valle de la Luna e Valle de la Muertes ou dos gêiseres El Tatio. Não pode escolher. Gostei de todo, todo.
    Amei as fotos!!!
    Bjs

    responder
    • Silvia Oliveira

      Carmen, antes de ir para o Atacama tinha medo de não gostar, de não ser o meu estilo…mas foi a viagem mais liiinda do mundo! Perfeita, para ser sincera! Bjs!

      responder
  11. É realmente o passeio mais cruel, mas imperdível. Obrigatório!

    responder
  12. Jana

    Tudo muito, muito bonito.
    Silvia, em que mês vc viajou? Estou vendo a possibilidade de ir em setembro ou janeiro pra lá, mas é mais provável em janeiro. Será que é uma boa época? Chuva eu sei que não vai ter, né… hehehe

    responder
    • Fui na primeira quinzena de novembro de 2009. Janeiro é alta temporada e verão, portanto os dias são mais quentes ainda no deserto! Já em setembro talvez você consiga ver os vulcões nevados – apesar de ser um deserto, as enormes altitudes deixam os picos branquinhos. Fica lindo! =)

      responder
  13. Thaís

    Vou na segunda quizana para o Atacama, será possível fazer o passeio do Gêiseres? O que recomenda de roupa para suportar o frio e conseguirei dar o ergulhar nas águas termais? Estou ficando assustada com o frio…

    responder
    • O passeio aos Gêiseres fica aberto o ano todo. Leve meias de lã, gorro, luva, calças corta frio, casacos pesados. Se vai conseguir tomar o banho de águas termais? Isso só você poderá dizer… 🙂

      responder
  14. danila

    ola, muito legal seu blog!

    estou indo santiago trabalhar por um mes e tenho uma semana livre, gostaria de ir ao deserto do atacama.

    é seguro e sera divertido ir sozinha a esses lugares?

    no hotel eles ja te encaminham para os passeios?

    beijo e obrigada

    responder
    • Totalmente seguro! Já o “divertido” ficará por sua conta. 🙂
      É um destino de muitos jovens, mas há muitos casais maduros (principalmente de europeus)!!!

      Dependendo do hotel onde você for ficar eles poderão orientar em relação aos passeios. Mas na rua Caracoles (a única e principal de San Pedro de Atacama) estão dezenas de agências que poderão levar você aos principais passeios. Abs!

      responder
  15. Fellipe Raymundo

    Olá Sílvia. Muito Obrigado por todas as informações sobre essa viagem. Estava cotando um pacote em uma agência, mas achei o preço caríssimo. Resolvi seguir seu roeitor aqui e estou conseguindo fechar a viagem toda por cerca de 40% abaixo do preço da agência! Incrível.

    Estou com algumas dúvidas, mas primeiramente gostaria que você me dissesse quanto tempo dura esse passeio dos Gêiseres, ou ainda, a que horas você chegou ao seu hotel na Caracoles. Explico: Há um vôo da Sky saindo de Calama às 19:15. Por isso, gostaria de saber se é possível fazer este passeio na parte da manhã e pegar este vôo (Incríveis S$ 70) no fim da tarde.

    O que acha?

    Desde já agradeço.

    Beijos!

    responder
    • Foi exatamente isso que eu fiz: o passeio aos gêiseres começa às 4h da matina e ao meio dia, no máximo às 13h você já está em San Pedro! Portanto, dá tempo tranquilo de pegar o voo no fim de tarde. Lembrando que você sai de Calama , portanto deve agendar o transfer San Pedro-Calama com pelo menos três horas de antecedência do voo! (não existe passeio aos gêiseres à tarde, porque o fenômeno geotérmico só acontece ao amanhecer!) 🙂

      responder
      • Fellipe Raymundo

        Muito Obrigado pela ajuda Silvia. Estou indo passar uma semana por lá em Outubro e tenho mais duas dúvidas básicas:

        1) Para você que ficou no Parina e visitou o Kimal, vale a pena pagar bem mais para estar no Kimal? (Diária no Kimal está US$ 185 enquanto no Parina está US$ 125)

        2) Tenho visto muita gente recomendando alugar carro 4×4 e ir de forma independente ao invés de pagar o pacote de passeios. No seu caso, você sentiu falta de uma maior locomoção ou escolheria novamente os passeios pelas agências?

        Mais uma vez muito obrigado por todas as informações. =)

        responder
        • 1) Eu não pagaria mais para ficar no Kimal (que é ótimo, reforço!)… mas eu sou mão-de-vaca muquirana. O Kimal está bem mais próximo da calle Caracoles (o centrinho), mas eu prefiro econcomizar 50 dólares na diária (e gastar com comida, por exemplo) e caminhar 10 minutos até o centrinho a partir do Parina. Mas isso, e a MINHA opinião. Se preferir ficar beeeem no centro, vá de Kimal.

          2) Em hipótese alguma eu recomendaria alugar carro naquela região. Carro, por ali, só serve para fazer os passeios bem próximos… Sim, conheço gente que já fez de carro alguns passeios. Mas muitas das estradas são de pura areia, sem sinalização… compre os pacotes na agência e seja feliz! 🙂 Mas isso, repito, é MINHA opinião que não sou muito chegada a grandes aventuras, tipo ficar perdida no meio do deserto… 🙂

          responder
      • Nelio Pereira

        Ola. Conheci seu blog e gostei de suas dicas do Atacama. Sobre fazer o passeio aos geiseres de manhã e pegar um avião no final do dia, isso não ficou meio cansativo não? Não seria melhor deixar para o ultimo dia o tour arqueológico e evitar levantar de madrugada neste dia? Aí os geiseres seriam junto com as Lagunas Cejar. Obrigado!

        responder
        • Silvia Oliveira

          Era a opção que eu tinha naquele momento, Nelio! Os tours nem sempre saem no dia em que você quer e precisa! 😉

          responder
  16. AR

    Silvia

    Nem preciso dizer que seus posts só aumentaram minha vontade de conhecer o Atacama.
    Pensei em ir em dez, mas acho que o sol vai fritar o “coco’, né?
    De qq forma, a agência que vc contratou tem, ao menos, e-mail?

    obg
    e boa sorte!
    Ana

    responder
    • Silvia Oliveira

      Não, e hoje tentei falar ao telefone com eles e “deu erro na chamada telefônica”. 🙁

      responder
  17. Renato Pires

    Silvia, show de bola seus comentários. Irei ao Chile agora em Outubro, no total de 10 dias. Para aproveitar melhor a viagem, agendei de cara ao chegar no país, uma conexão para Calama.
    Chego por volta das 17hs do dia 04/10 em Calama e retorno dia 07/10 äs 22hs. Se ver bem, tenho praticamente três dias inteiros em São Pedro, o que recomendaria de passeios para aproveitar melhor o tempo e curtir os principais lugares ? Detalhe, não penso em
    descançar, quero aproveitar ao mäximo.

    Obrigado
    Abraços

    responder
    • 1. LAGUNAS ALTIPLÂNICAS
      2. GÊISERES DE EL TATIO
      3. SALAR DE TARA ou LAGUNAS CEJAR

      responder
      • simoni

        Olá, Silvia! Estou planejando uma viagem ao Chile para o início de outubro e pretendo ir ao Deserto de Atacama, mas também só terei três dias para ficar em San Pedro. Vi aqui no post que o passeio aos gêiseres não dura o dia todo. Será que é possível ir aos gêiseres pela manhã e ao Valle de la Luna e ao Valle de la Muerte à tarde? E as lagunas (Altiplânicas e Cejar) são passeios de um dia inteiro? Sei que são muitas perguntas, mas te agradeço imensamente se puder me responder. Abraços…

        responder
        • Simoni, sim é possível fazer os gêiseres pela manhã e o valle de la luna à tarde. O da Laguna Cejar sai pela tarde. Mas o das Lagunas Altiplânicas dura o dia inteiro. Abs!

          responder
  18. Rildo

    Olá!
    Gostaria de saber se ir ao Deserto de Atacama em setembro, eu consigo ver os lagos azuis das Lagunas Altiplânicas e o fenômeno em Gêiseres de El Tatio? É uma boa época para ir para o Deserto de Atacama ou melhor deixar pra outra temporada?
    Obrigado

    responder
  19. Mauricio Oliveira

    Oi!
    Vou para o Chile em Dezembro e já li vários roteiros, mas tenho certeza que até agora o seu é o mais honesto! Rs Parabéns! (=

    Só uma dúvida, tanto em Santiago quanto em SPA é mais seguro levar dólares ou fazer a troca por peso mesmo?

    Obrigado

    Abs

    responder
    • Silvia Oliveira

      É melhor sempre levar pesos. Em Santiago muitas vezes se consegue boas cotações trocando REAIS por peso nas casas de câmbio do Paseo Ahumada (centro), mas em San Pedro é sempre bom ter peso nas mãos. Embora todo mundo aceite dólares em SPA, a cotação é bem desfavorável. Abs!

      responder
  20. Edivany

    Lindas fotos, desperta a vontade de ir, tudo parece divertido eu, me animo até a mergular meus “parasitas corporais” nas águas térmais, quem não os tem hein?! O empanado parece apetitoso… já o churrasquinho não encaro! Legal, amei suas fotos, obrigada por compartilhar.

    responder
  21. Luciana

    Silvia, essa dificuldade em respirar na visita a Geisers é mto incômoda, ou passa rápido? Tem algo que possa fazer para amenizar essa sensação? Nossa, fiquei tensa com seu comentário! rs

    responder
    • Silvia Oliveira

      Todo lugar muito alto gera essa sensação. Pergunte ao guia que vai levar você tem oxigênio no carro. Mas, de uma maneira geral, é tranquilo. É só andar devagar. 🙂

      responder
    • Paty Poletto

      Luciana, estive no Atacama em agosto e quase não senti esse incomodo da altitude. É claro, que se vc se movimentar muito rapidamente, vai sentir um cansaço diferente, mas é só vc parar, respirar com calma, que tudo volta ao normal!

      responder
  22. Vinicius Arruda

    Gostaria de saber quando você fes esta viagem para o Atacama. Pergunto para ter uma noção dos valores , se estariam atualizados. Estou indo no começo de Novembro 2012
    Um Abraço

    responder
    • Silvia Oliveira

      Novembro de 2009. Os posts são datados. 🙂

      responder
  23. Finding this post solves a prbeolm for me. Thanks!

    responder
  24. Fernanda

    Oi Silvia!! Estou adorando seu blog! Sou marinheira de primeira viagem e posso dizer que estou muito animada com suas dicas. Eu e meu namorado vamos fazer nossa primeira viagem juntos e nossa primeira viagem internacional. Primeira para os dois!!! Queremos ficar 10 dias no Chile. Vc poderia me dar uma dica de algo primordial que não podemos deixar de levar ou fazer!!!?? Muito obrigada e desculpa o tamanho da mensagem, rsrs. Abs Fernanda

    responder
    • Silvia Oliveira

      No momento, minha dica primordial é que você deve levar o guia O Barato de Santiago! Tem tudo do que você precisa! 🙂

      responder
  25. Fernanda

    Oi Sílvia! Esqueci de dizer que nós vamos em Janeiro! Desde já agradeço.

    responder
  26. Paty Poletto

    Estive no Atacama agora, em agosto, e usei os posts como base para nosso roteiro… Amei todos os lugares que passei. Com certeza os passeios são bem cansativos devido altitude, temperatura e os horários, mas são todos indispensáveis.

    responder
  27. Leila

    Silvia,
    Tenho só 4 dias no Atacama. Li todo o seu roteiro e não consigui decidir qual não ir!
    Alguma dica?
    Ouvi falar que é preciso levar colírio, hidratantes, etc pois é muito seco. É isso mesmo?
    E para os passeios basta tênis, uma roupa confortável, chapéu e protetor?
    Muitas perguntas!
    Obrigadas super parabéns pelo site! Tem me ajudado um tanto!

    responder
  28. bruno de oliveira

    Olá, pretendo ir a Santiago em março, portanto final de verão…será que pegarei todos os lagos que dependem de derretimento de gelo? Paisagem de montanhas com gelo no pico acho q posso desistir não?
    abs!

    responder
  29. Carina

    Olá!

    Estou planejando minha viagem de janeiro com as ótimas dicas do seu relato!
    Mas uma coisa não me sai da cabeça: que câmera você usou para ter essas fotos lindíssimas?
    Pelo que eu to vendo não dá pra dar de cara com um desbunde de paisagem desse e levar a velha Sony compacta de guerra, dá?

    Tks desde já!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Oi, Carina! A maioria dessas fotos foi tirada pelo meu marido com uma Canon 60D e suas devidas lentes. Eu levei uma automâtica (Sony H70) e as fotos ficaram bem boas tambéms! Bjs!

      responder
  30. Tatiana

    Olá Silvia!
    Amei o que você escreveu sobre Santiago e Atacama, agendei minha viagem pra lá pra abril/2012, mas chegaremos segunda a noite em santiago e voltaremos pro rio no domingo as 7h, assim estava considerando chegar as 9h da manhã de terça em atacama e retornar pra santiago na sexta de manhã pois achei que os gêiseres era passeio de um dia inteiro, mas vendo os comentários vi que o retorno é por volta de 13h, teria como você informar se os passeios que você fez são de manhã, de tarde ou de dia inteiro? Pelo que andei lendo vi que os gêiseres são na parte da manhã, valle de la luna e de la muerte e lagunas cejar e tebinchique são de tarde, lagunas altiplanicas o dia inteiro e o salar de tara é que não sei se é o dia inteiro já que possui almoço pensei que sim mas não tenho certeza. E queria saber com relação ao transfer de calama/san pedro e san pedro/calama…qual o tempo de duração? qual o valor médio? tem info de quem contratar? Obrigada mesmo pelo ajuda!!! 😉

    responder
  31. Lara

    Pessoal, Amei o site de vcs!!! Anotei todas as dicas. Vou ao Atacama em Outubro/2014 e estou muito ansiosa. Adorei as fotos. Qual a câmera você usou? Estou indo sozinha, vcs tem alguma dica a mais para passar? Outubro é uma boa época? Desde já muitooo obrigada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    responder
    • Silvia Oliveira

      O ano inteiro é bom no Atacama. Todos os passeios que fizemos estão postados aqui. A câmera do Raul naquela época era uma Cânon 60D. Abs e boa viagem!

      responder
  32. Olá, Sílvia!

    Quando você foi ao Atacama, já era adepta da viagem somente com bagagem de mão? Ou teve que ir com mala grande por causa das roupas de frio? Como você se virou com esse item nessa viagem? É que ando lendo uns relatos do pessoal que viaja só com a bagagem de mão, e estou achando o máximo (não ter que despachar a mala, e não precisar ficar esperando-a na esteira deve ser muito bom!).

    Obrigada pela atenção, e um abraço!

    Juliana

    responder
    • Silvia Oliveira

      Sim, já viajava com só com mala de bordo. Eu levei o casacão na mão e para o frio só levei mais uma blusa de lã a mais e blusinhas do tipo segunda pele! 😉

      responder
      • Ok, valeu! Tô me inspirando… O duro é que eu teria que comprar malas novas – dinheiro que poderia ser usado na viagem…

        responder
  33. Angela

    Ola Silvia, viajarei para o Chile em março e gostaria de saber se os passeios pelo Atacama são nivel hard pois tenho um problema no joelho e sou sedentaria, fico com receio de não conseguir fazer os passeios dos 5 dias que voce sugeriu. Obrigada

    responder
    • Silvia Oliveira

      Angela, não são nível hard. São tranquilos. No entanto, um problema no joelho pode prejudicar uma caminhada em linha reta de dois quilômetros. Não sei se seria o seu caso.

      responder
  34. Danielle Pereira

    Adorei os seus posts sobre o Atacama! Eu estou planejando ir em julho, e me ajudou MUITO com relação ao que gastar e o que conhecer!!

    responder
  35. Tiago Bittencourt

    Oi! Só se chega aos gisers com excursão ou pode ir sozinho?
    Obrigado!

    responder
    • Silvia Oliveira

      É bem difícil ir sozinho, tem que sair de madrugada (4h da manhã) para estar às 6h no local e pegar o fenômeno em ação. A estrada é difícil e sem sinalização. Recomendo contratar o passeio. Abs!

      responder
    • Silvia Oliveira

      É bem difícil ir sozinho, tem que sair de madrugada (4h da manhã) para estar às 6h no local e pegar o fenômeno em ação. A estrada é difícil e sem sinalização. Recomendo contratar o passeio. Abs!

      responder
  36. Olá, Sílvia!

    Li várias dicas da sua série do Atacama, pois estive lá no mês passado. Uma coisa que me chateou um pouco no passeio dos gêiseres foi que a bateria da minha câmera fotográfica descarregou muito rápido (eu sabia que isso poderia acontecer, mas não imaginei que descarregasse tão rápido). Quando cheguei lá, o termômetro marcava -9ºC. Como vocês fazem com suas câmeras? Há bolsas próprias para guardá-las, ou vocês usam baterias mais potentes?

    Abraço!

    Juliana

    responder
    • Silvia Oliveira

      Oi, Juliana! Isso nunca aconteceu conosco. Eu uso uma câmera automática e tenho duas baterias (a que vai na câmera e outra de reserva). Meu marido usa uma máquina profissional com várias baterias reservas. Mas perguntei a ele sobre os gêiseres e ele disse que não se lembra disso acontecer. O segredo para mim é sempre andar com uma bateria reserva. Bjs!

      responder
      • Olá, Silvia!

        Puxa, que pena, dei azar nesse dia! Tirei algumas quando ainda estava meio escuro (mas ficaram horríveis), e depois só consegui fotografar de novo depois que saí do campo geotérmico (a temperatura subiu, a bateria voltou ao normal). Levei uma outra máquina fotográfica, mais antiga, com pilhas carregadas, mas ela também não funcionou. Ainda bem que meu marido conseguiu tirar várias fotos com o celular – menos mal…

        Um abraço!

        Juliana

        responder
  37. Bom dia, tdo bem? Adorei os relatos. Queria tirar uma dúvida… você chegou a ir em fevereiro? A temperatura nos geisers fica negativa? Obrigada

    responder
    • Silvia Oliveira

      Eu fui em novembro (verão) e a temperatura nos geiseres às 6h da manhã era -8ºC (menos 8). Imagine, só! o.O

      responder
  38. Alê

    Olá. De todos os passeios q vc fez qual é o que tem q andar menos (no máx. 500m) depois de entar na van? Pergunto pois quero saber se uma pessoa com dificuldade de locomoção conseguiria fazer. Desde já agradeço a atenção.

    responder
    • Silvia Oliveira

      Oi, Alê! Gêiseres, Laguna Cejar, Salar do Atacama e Lagunas Altiplânicas. Ambos tem que caminhar um pouquinho até chegar à principal paisagem, mas acho que não dá 500 metros. Abs!

      responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar