-  Atualizado 29/01/2016

Carne seca da Ucrânia

Publicado por: Silvia Oliveira Curitiba
A Ucrânia é um país do Leste Europeu. Mas aqui em Curitiba, ela fica perto da minha casa, numa praça arborizada, onde acontece toda sexta-feira um festival gastronômico para muquirana nenhum botar defeito.
.
É a feirinha noturna da Praça da Ucrânia. Diferentemente da Feira do Largo da Ordem – com foco absoluto no artesanato – essa tem aquela pinta de quitanda: vende frutas, verduras, brotos e raízes da estação.
.
Nada exótico, aquilo que a gente come no dia a dia como abacaxi, banana, maçã, pimentão e mandioca.
.
Pois é justamente uma delícia feita de aipim a responsável por boa parte do charme do evento semanal: bolinho de mandioca com recheio de carne de sol.

Custa R$ 3,50 na barraca da Dona Cecília. Nesse frio, a boa pedida é comer o bolinho acompanhado com quentão de vinho. Quentão e bolinho de aipim. Isso deveria virar prato típico do Paraná.

Como notívaga de plantão, outra característica que me atrai na feirinha é que ela começa às cinco da tarde e termina tarde da noite. Eu sempre aproveito para levar uns tomatinhos para casa, mas vou lá é pra comer, mesmo!

Tem acarajé, bolinho de bacalhau, batata suíça, pamonha, milho verde, espetinho de carne, empanadas chilenas e até o clássico pastel. Tudo feito na hora, com preços honestos.


De sobremesa, tudo o que engorda estratosfericamente como bombons recheados e bolo de milho com leite condensado. Isso é melhor que festa junina: tem toda semana!

.


SERVIÇO:
Dia: toda sexta-feira
Local: Praça da Ucrânia, entre ruas Padre Anchieta e Padre Agostinho – Bigorrilho.
Horário: das 17h00 às 22h00 Cidade: Curitiba – PR

O que fazer em Curitiba 

Curitiba | Vinhos Durigan: parada estratégica em Santa Felicidade com degustação grátis

Linha Turismo Curitiba: como aproveitar o city tour oficial da cidade

Curitiba: faça da cidade seu melhor destino de inverno

23 motivos para você conhecer e se apaixonar por Curitiba

Cinco atrações grátis e estreladas em Curitiba

Leia também

Vila Velha, Paraná: sítio geológico de 300 milhões de anos está a uma hora de Curitiba

Lapa: como organizar um bate e volta perfeito saindo de Curitiba

Colônia Witmarsum: café colonial, história alemã menonita e descanso ao lado de Curitiba

Parque Histórico de Carambeí: espaço temático reproduz um pedaço da Holanda no Paraná

Ilha do Mel

Posts relacionados 

Morretes: cidade histórica do Paraná

Hospedagem em Morretes

Cidades Históricas, Serra do Mar e Estrada da Graciosa: quando ir?

Estrada da Graciosa

Passeio de trem pela Serra do Mar

Antonina: cidade histórica do Paraná

Hospedagem em Antonina

As balas de banana de Antonina

_________________

Fotos: Raul Mattar | Todos os direitos reservados.



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


19 Comentários

  1. Sirlene

    Acabei de chegar da Feirinha da Ucrânia! Apesar do friiiioo me diverti um monte, comi horrores! Valeu a dica!!!

    responder
  2. Silvia Imaculada

    Uma pergunta: Porque vc nunca me levou lá?
    To di mal… rs
    Beijos!

    responder
  3. Marcia Cristina

    Eu fui!!! ÓÓÓtima!!!
    Silvia, de uma dica de academia de ginástica queimar as calorias que adquirimos lá.
    E amanhã tem a ferinha no Largo da Ordem… Vixi to perdida!!!

    responder
  4. SÍLVIA OLIVEIRA

    Sirlene, mas tenho certeza de que você não comeu o bolinho de aipim… eu sei que você não come frituras… hohohohohoho!!!

    responder
  5. SÍLVIA OLIVEIRA

    Pô, mãe… você só vem aqui no sábado!!!! Tem de vir, pelo menos, na quinta! 🙂

    responder
  6. SÍLVIA OLIVEIRA

    Marcia… caminhada no Barigui!!! É mais barato…

    responder
  7. Nair P. Siqueira

    Silvia.
    Qdo. estiver por Londrina, com teu super fotógrafo particular (rsrs…)faz um post pra nós!!! Eu estava observando aqui da porta do meu prédio, e como são lindos nossos ipês, nosso lago, enfimmmm… tenho certeza que com o olhar e a sensibilidade de vcs ficaria bem legal… Perdão pela sugestão!!! Não resisti… hehehe…
    Boa semana.

    responder
  8. Pricarol

    Ai que delícia! Adoro essa feiriha. Me deu até fome…

    responder
  9. Gisela

    Esse bolinho é tudo!!!
    Tb adoro os tacos do Peter, um mexicano que tem barraquinha lá na feirinha…hmmmm, minha boca encheu de água!

    responder
  10. SÍLVIA OLIVEIRA

    Nairrrr, eu como pé vermelho ROXA já tenho moooita coisa da nossa cidade ma-ra-vi-lho-sa!!! Aguarde-nos! (Aliás, sua dica para visitar a cidade de Cândido Portinari – que há muito tempo você deixou aqui – está anotadíssima e muito em breve deve sair do papel!!!

    responder
  11. SÍLVIA OLIVEIRA

    Pri e Gi: marcamos quando lá???

    responder
  12. Bernardette Amaral

    Silvia, estou pensando em passar o carnaval em Curitiba, adoro as suas dicas. Ja viajei para Gramado com elas e em Santiago aproveitei todas inclusive o apart hotel vegas que e um achado seu. Gostaria , se possivel de uma dica de um apart hotel no centro de Curitiba, sei que e mais dificil, afinal voce e moradora do lugar, mas as vezes tem alguma indicação de amigos. O meu perfil e o de muquirana assumida tambem,

    responder
  13. Bernardette… eu tenho algumas indicações, sim, mas não são muito econômicas. Como estou em viagem não consegui confirmar alguns dados para você. Assim que eu voltar a Curitiba eu vejo e coloco aqui, ok! Abs!

    responder
  14. Bernardette Amaral

    Obrigada querida, aguardo. Boa viagem beijos

    responder
  15. Bernardette Amaral

    Obrigada fico no aguardo, boa viagem beijos

    responder
  16. Erika

    Olá Silvia. Finalmente conhecerei sua cidade. Essa dica da feira noturna ainda é quente? rs Obrigada e parabéns pelo excelente trabalho. Sou fã!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Sim, Erika! A Feirinha da Ucrânia continua firme e forte. Da última vez que comi lá o bolinho de aipim estava R$ 6,50. 😉

      responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar