-  Atualizado 23/05/2017

Hospedagem em San Pedro de Atacama

Publicado por: Silvia Oliveira América do Sul, Atacama, Chile

Acredito que há poucos lugares no mundo com uma oferta tão democrática de hospedagem numa área tão pequena e inóspita como San Pedro de Atacama. Ao longo da calle Caracoles — a principal da cidade — há algumas dezenas de albergues e pousadinhas que cobram a partir de US$ 10,00 por um quarto coletivo. Não muito longe dali aparecem os hotéis que variam de meia-boca a categoria luxo.

– E-book | O Barato de Santiago —> Baixe o seu agora mesmo!

Optamos pelo Parina Atacama, o primeiro apart-hotel de San Pedro, inaugurado há pouco mais de um ano. Está a 10 minutos caminhado do centrinho. As acomodações são duplex. Na parte de baixo, cozinha equipada, sala e banheiro com toalhas felpudas. Em cima, uma espaçosa e confortável cama.

Tem televisão, wi-fi grátis e uma bicama, portanto acomoda até quatro pessoas, que são cobradas à parte. Diárias para casal a partir de US$ 120,00.  O café da manhã — servido no quarto — está incluído. Tudo novinho e atendimento absolutamente personalizado. Quando chegamos fomos recepcionados com bolo típico e suco. Fofo!

Para o meu padrão mão-de-vaca-muquirana pagar mais do que US$ 100,00 na hospedagem é quase um acinte a minha inteligência. Mas como se tratava de um deserto no fim do mundo — na minha concepção urbanóide — eu é que não ia ficar num pardieiro qualquer.

Entenda: uma espelunca em Paris pode ser chamada de “casarão do século 16”. Já um muquifo no meio do deserto só pode ser chamado de… muquifo! Ficar hospedada num local padrão quatro estrelas contou muitos pontos para o êxito da minha viagem.

Outras opções de hospedagem em San Pedro de Atacama

Hospedagem Muquirana
Hostelling San Pedro
Albergue filiado à rede Hostelling International. Oferece camas em quartos coletivos a partir de US$ 10,00. Quartos duplos com banheiro compartilhado ficam em torno de US$ 36,00. Preços para associados à rede internacional de albergues. Café da manhã e lencóis incluídos. Só tenho coragem de indicar este porque foi o único albergue que visitei. A recepção é assustadora de tão feia. Mas os quartos são ajeitadinhos. Para conhecer outros hostales em San Pedro de Atacama, clique aqui.

Hospedagem Classe Média
Além do apart-hotel Parina Atacama (onde nos hospedamos) achei uma graça o Hotel Kimal ou Hotel Kunza. Bem próximo da rua principal, oferece um certo luxo sem cobrar valores de resort. O hotel, com café da manhã estilo buffet , recria a arquitetura atacamenha. Tem restaurante e piscina. Quarto duplo a partir de US$ 185,00.

Momento extravagância
Hotel Explora
Um luxuosíssimo complexo para deixar qualquer fresco/a deslumbrado/a. (Alguém chamou?) Três noites em quarto duplo saem por US$ 1920,00. Obviamente, tudo incluído — desde café da manhã, wi-fi e os principais passeios. No Brasil, eles disponibilizam um telefone para tirar dúvidas e maiores informações: (11) 8266 8110

– E-book | O Barato de Santiago —> Baixe o seu agora mesmo!

______________________

Ainda não encontrou o que queria? Pesquise hospedagem em San Pedro de Atacama com ótimo custo/benefício no Booking.com (parceiro comercial do Matraqueando), onde sempre faço minhas reservas. O sistema não cobra taxa alguma e tem cancelamento grátis para a maioria dos quartos! 🙂

______________________

Posts relacionados

CHILE
Chile, para começar… (introdução)
Da janelinha do avião, a Cordilheira dos Andes

SANTIAGO
Santiago: bairro a bairro – 1º dia
Santiago: bairro a bairro – 2º dia
Santiago: bairro a bairro – 3º dia
Como ir por conta à vinícola Concha y Toro
Metrô Arte em Santiago do Chile
Hospedagem em Santiago do Chile
Galeria de imagem: Mercado Central de Santiago
Galeria de imagem: Museo de Arte Precolombino

ATACAMA
Como chegar a San Pedro do Atacama, no Chile
San Pedro de Atacama
Atacama: 1º dia | Valle de la Luna e Valle de la Muerte
Atacama: 2º dia | Salar de Tara
Atacama: 3º dia| Manhã: Tour Arqueológico
Atacama: 3º dia | Tarde: Lagunas Cejar e Tebinquiche
Atacama: 4º dia | Lagunas Altiplânicas
Atacama: 5º dia | Gêiseres El Tatio
Hospedagem em San Pedro de Atacama
No Atacama fique atento ao solmáforo

__________________

Fotos: Sílvia Oliveira

Banner Guia Santiago 2013


Artigos Relacionados


Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


93 Comentários

  1. Sirlene

    Fico alguns dias sem vir aqui é já testá cheio de novidades! Silvia, uma dos seus trabalhaos mais bonitos é este do Atacama… que lugar deslumbrante! Bjs.

    responder
  2. Marcia Cristina

    Que aconchego este apart-hotel, não? Você sabe de algum hotelzinho meio-termo, em torno de 80 dolares, que valha a pena la no Atacama?

    responder
  3. Otima dica de hospedagem, charmosissimo e com otimo valor de diaria. E concordo em genero, numero e grau quando vc diz q poucos lugares no mundo conseguem ter oferta tão democrática de hospedagem numa área tão pequena e inóspita como San Pedro de Atacama.

    responder
    • Silvia Oliveira

      É verdade, Mari! Da próxima vez (claro que eu penso em voltar, né – hahahaha) quero experimentar algum hotel mais em conta, tipo a Hospedaria San Pedro. Pagaria menos ainda e acho que teria uma viagem tão boa quanto. Só não me arriscaria nos albergues “sei-lá-entende”. hohohohoho!

      responder
  4. Carmen

    Silvia, a dica do Apart. Parina Atacama é excelente! Vou anotar, porque merece a pena.
    Um saludo

    responder
  5. Carmen

    Silvia, também gostei muito do hotel Kimal e amei o Hotel de Larache (explora)!!! Um verdadeiro luxo, até demais pra ser um deserto!
    beijos

    responder
  6. Até no deserto do Atacama tem WIFI grátis! Como é que até hoje existe hotel em grandes lugares no mundo que cobram internet do hóspede?!… que atraso! Deveriam ver o exemplo deste hotel aí…

    Bjos! 🙂

    responder
    • Fê: o Deserto do Atacama é o lugar mais “avançado” do mundo! Apesar de algumas restrições – afinal estamos falando de um deserto, o mais árido do mundo ainda por cima – lá tem tudo que você poderia encontrar em qualquer cidade europeia… 🙂

      responder
  7. Oi Silvia! Já tá anotada a “dica muquirana” do hostel da HI. Embora esse hotel que vc ficou tenha sido uma pechincha mesmo. 120 dólares o casal é um achado. Ainda mais com o wi-fi.
    Li sua coluna no Descubra Brasil e ótimo: vc acredita que eu não tinha me dado conta de que viajar na quarta-feira era mais barato? Bjs

    responder
  8. Perguntinha básica: vai ter um guia matraqueando do Atacama?

    responder
    • Silvia Oliveira

      Mônica, tenho o Guia Personalizado do Atacama, por encomenda! hahaha! Mas 70% das informações estão aqui. Não sonego nada. O Guia Personalizado é só para quem tem necessidades e dúvidas específicas. Beijão!

      responder
  9. Mas é melhor porque impresso…Otimo entao. Eu tô na fase do juntanda grana e rezando para o preco da passagem baixar um pouco e eu conseguir uns cinco dias pra ir pra la. Nao vai dar pra fazer tudo que vc indica mas dá pra conhecer…
    Uma amiga que tb esteve lá amou!!!!
    Eu quero coisa demais para alguém com “bolso de jornalista”….Quero esses cinco dias e mais as férias na Turquia/ Egito e aí, mega caro!!!
    Bjs e qnd for te encomendo…

    responder
    • Monica, eu já tive uma mega ansiedade em relação às maravilhosas viagens que eu queria/quero fazer. Mas a melhor coisa é organização/prioridade. E lembre: “para toda escolha, há uma perda”. Sempre teremos que sacrificar um destino, por causa de outro… Os anos passam e quando nos damos conta já carimbamos várias vezes o passaporte e acumulamos histórias para mais de metro. =)

      responder
  10. Silvia, nós nos hospedamos no novo hotel do Kimal, o Poblado Kimal, que fica exatamente de frente um ao outro. Também era um hotel novinho em folha, e por esse motivo, ganhamos um upgrade: quarto com hidromassagem! Ótimo para relaxar depois dos passeios.

    responder
  11. Jorge Peres

    Ola Silvia,
    Ja estou planejando o Atacama para o mês que vem… e seguindo suas dicas, desde o bilhete aereo.
    Muitiiiiissimo obrigado.
    Mas… mais dúvidas: como contratar os passeios? Com segurança!!!

    responder
    • Jorge! Todas as agências de lá são, de uma maneira geral, boas. A cidade é um ovo, então todo mundo se conhece e um ajuda o outro (entre agências). Eu fiz uma cotação quando cheguei a San Pedro e fiquei com a mais barata… sem medo de ser feliz! Tive ótimos guias-motoristas. E quando a agência contratada “nos esqueceu” – ou seja, a van não passou para nos buscar para um determinado passeio, eles mandaram um motorista particular para nós! =)

      responder
  12. Silvia, adorei os posts sobre o Atacama. Estou planejando uma viagem para lá. O único que falta é tempo, rs. Quanto tempo você acredita ser ideal para a viagem ao Atacama apenas?

    Obrigada e um beijo.

    responder
  13. Anamaria

    Silvia, parabens pelo trabalho, bem bacana. Vc saberia me dizer se algum hotel por la aceita cachorro? Viajo bastante com minha cachorrinha, ela ja esta bem acostumada a viajar de aviao e de carro, mas o grande problema sao os hoteis, que nem sempre aceitam, com excessao da Europa, é claro, nde é bem tranquilo viajar. Mas no Chile nao tenho informaçoes, se vc souber de alguma coisa, agradeço!

    responder
    • Puxa, Anamaria, não sei nada a respeito. Mas a cidade de São Pedro é lotadíssima de cachorros, tem até o apelido de São “Perro”. O jeito vai ser entrar em contato com as hospedagens e fazer uma pesquisa! Abs!

      responder
  14. Renata

    Silvia,

    Você sabe se já é possível fazer a travessia do Atacama até o Salar Uyuni no estilo “matraca”?
    Até agora não achei nenhum relato de viagem com hospedagem em quartos e banheiros privativos (a não ser a travessia pelo Explora: sem condições!).

    Obrigada.

    responder
    • Putz, num sei, não! Pergunte lá no Riq Freire – http://www.viajenaviagem.com – ele acabou de fazer um roteiro por aquelas bandas. Embora ele não tenha feito o Salar de Uyuni talvez tenha informações mais precisas! Abs!

      responder
  15. Ana Carolina

    Silvia
    suas dicas sobre o Atacama estão tão boas que me ajudaram a definir o destino das próximas férias, em agosto. Consegui as passagens de Curitiba a Calama usando milhas-tam (um pinga-pinga terrível) e agora estou escolhendo hospedagem.
    Você reservou o Parina mandando os dados do cartão por e-mail? Achou seguro? o único lugar ‘acessível’ ao meu bolso muquirana que consegui por consolidadores foi o Atacamaadventure – vc sabe alguma coisa dele? Não gostei muito dessa ideia de enviar dados por e-mail…

    responder
    • Não, Ana Carolina, eu liguei no Parina e passei por telefone. Meu medo não é o hotel fazer algo de errado – até porque eles seriam loucos e enterrariam a própria biografia – mas de o e-mail chegar em mãos erradas, ser inteceptado por algum vírus que busca dados no compuatdor da gente mesmo… sei lá! Sou ignorantona nesse quesito, por isso, não facilitei! Não conheci o Atacama Adventure mas ele tem excelente avaliação no TripAdvisor. Veja só: http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g303681-d1405411-Reviews-Atacamadventure_Wellness_Ecolodge-San_Pedro_de_Atacama.html

      responder
      • Ana Carolina

        A reputação dele no TAdv é o que mais me animou, mas não consegui descobrir se ele fica fora de mão. No expedia eles indicam que a distância ao centro é de 1,5km, mas não sei se a informação é confiável.

        responder
        • Ana Carolina

          Silvia
          Joguei cara/coroa, reli esse post de ponta cabeça e as indicações do tripadvisor do avesso e acabei me decidindo pelo Parina,. Liguei lá e falei com a Rosana, que foi super simpática e compreensiva com meu portunhol.
          Mas quero dizer que facilita muito ter acesso à informação mastigadinha para poder escolher, então: muito obrigada! .
          Quando voltar eu conto como foi.
          Até!

          responder
        • Que legal, Ana! Acho que você vai gostar muito! O Parina está a uns 10 minuto caminhado da rua principal (Caracoles)… mesmo à noite, quaado já está meio escurinha a região é bem tranquilo! E o hotel, pelo que cobra, é um excelente custo benefício.

          responder
  16. Ana Carolina

    Silvia,
    pergunta boba que não deverá estar nas 70 dicas – vc recomenda levar pesos chilenos a SPAtacama? O dólar é bem aceito? Há casas de câmbio? Os caixas para saque funcionam bem? – li umas pessoas comentando que foram numa época em que os caixas não tinham dinheiro, aí pensei em comprar pesos ou dólares para levar – qual a sua opinião?

    responder
  17. Existem casas de câmbio e um caixa eletrônico que, de fato, às vezes falha. Eu recomendo levar pesos chilenos, mas o dólar é totalmente aceito. Como eu tinha dólar guardado, levei a moeda norte-americana e em San Pedro paguei os passeios todos em dólar.

    responder
    • Ana Carolina

      Obrigada! Dólar de gaveta sempre faz parecer que o gasto foi quase “de graça” mesmo. Vou me garantir com um pouco de pesos chilenos. Cartões são bem aceitos?

      Posso abusar? Vi numa de suas fotos alguém (vc talvez) de All Star. Dá para encarar a maioria dos passeios com sapatos normais ou é necessário ter algo especial para trekking?

      responder
      • Eu fiz tuudo de all star… Para estes passeios que fiz não precisa de nada, absolutamente nada especial, a não ser bastante agasalho para os géiseres. Mesmo na caminhada no Valle de la Luna – que enche o pé de areia – é tranquilo. Não existe passeio difícil (eu, por exemplo, sou sedentária e pouco adepta a trilhas!). 🙂 Cartões são bem aceitos, mas eu só consegui descontos nos passeios porque paguei em dinheiro… no cartão chega a ficar 20/25% mais caro – em qualquer agência!

        responder
        • Ana Carolina

          Opa, obrigada!
          Perguntar, nesse caso, além de não custar e não ofender, ainda vai me render uma boa economia!

          responder
  18. Olá, Silvia!
    Sou de novo!
    Eu gostei muito do Terrantai, achei mais com “cara” de deserto, você conhece? Tem algum senão?
    Beijos

    responder
    • Sei qual é, mas não visitei. Só que não se preocupe… todos os hotéis por lá têm cara de desterto… são feitos de adobe, com características atacamenhas! 🙂

      responder
  19. Lélia Rezende

    Obrigada pela dica Silvia……adorei o PARINA ATACAMA!! Estive em San Pedro de Atacama por 6 dias e fiquei alucinada com a região, quase abri uma casa do pão de queijo (sou mineira) e fiquei por lá rsssss…….abraços.

    responder
    • Silvia Oliveira

      Quer uma sócia? Acabei de chegar de Minas.. tô cheia de ideias.. hahahaha! 😀

      responder
      • Lélia Rezende

        Rsss….boa boa. Eu gostei tanto de San Pedro que estou pensando em voltar no Reveillon, porém farei um trajeto diferente: entrarei pelo deserto Argentino (Salta) e voltarei por Calama……depois te conto, bjos.

        responder
  20. ana

    olá,

    parabéns pelo blog inspiradíssimo!
    estou planejando uma viagem no final do ano para chile e mendoza e as tuas dicas serão valiosas.

    abraço,
    ana

    responder
  21. Claudia

    Quando estive lá fiquei no hotel Altiplanico, não é bem no centrinho, mas em São Pedro tudo é perto…..e o hotel é muito bom.

    responder
  22. Olá Silvia,
    Estou querendo fazer a reserva para o Hotel Parina, em janeiro.
    Gostaria de saber, como você fez a reserva (por site, por agencia)?
    E se seria seguro eu dar meu numero de cartão de credito para eles por email, para efetuar a reserva da hospedagem?
    Abraços

    responder
    • Eu fiz a reserva diretamente com o hotel, via e-mail. O número do cartão eu passei por telefone. A insegurança de passar números de cartões de crédito (ou outros dados importantes) via e-mail, varia de computador para computador – já que o perigro mora nos programas espiões que se instalam e copiam nossas senhas e têm acesso às informações sigilosas.

      responder
  23. Rodinei Tenorio

    Oi!!! Sem querer chover no molhado, Parabéns pelo site! Muito bem feito, informações úteis, empolgadissimo! Em outubro eu e minha esposa fizemos uma viagem de carro de Las Vegas até o Grand Canyon. Eu, que nunca tinha dirigido em viagens, achei o máximo, outra possibilidade de se explorar um lugar.
    Estava querendo pegar um avião até Calama e lá alugar um carro, mas, pelo que andei lendo, todos os passeios têm que ter guia em San Pedro, é isso mesmo? Dessa forma, o carro seria inútil lá?
    Agradeço a dica do hotel. Não tenho $$ para pagar um um spa de $1000.00, mas não tenho mais idade para entrar em roubadas no meio do deserto he he he. FELIZ 2011!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Rodinei, existem dois ou três passeios que são recomendados fazer com agência: Salar de Tara, Gêiseres del Tatio e Lagunas Miscanti e Meñique (este último mais fácil). Dizem que os outros são mais fáceis…

      responder
  24. Gilberto

    Silvia,

    Fomos eu e minha esposa para o Atacama e suas dicas contribuíram muito para as férias incríveis que tivemos. Ficamos no apart Parina Atacama, muito bom e a agora tem até uma pequena piscina (se quiser te envio a foto). E fizemos os passeios pela agência que você indicou pela economia. Apesar de o conforto do caminhão da agência Grado 10 ter impressionado, fizemos os mesmos roteiros e por menos dinheiro.

    Então muito obrigado pelas dicas.

    Um Abraço,
    Giba e Jaque

    responder
    • Silvia Oliveira

      Giba e Jaque! Muito obrigada pelo feedback! Que alegria saber que tudo saiu dentro dos conformes. Pois é, eu vi a piscina do Parina pelo site deles… Ahhhh que vontade de voltar! Abs!

      responder
  25. André Luis

    Olá Silvia, pretendo ir à San Pedro em novembro partindo de Salta, gostaria de saber o valor da diária do duplex no Parina Atacama. Gracias pelas dicas.

    responder
  26. Ola Silvia, Parabens pelo site. Suas dicas sao suer bacanas. Queria te perguntar se voce acha complicado visitar Atacama em Julho? Obrigada! Abracos.

    responder
    • É super-top-mega frio… depende de você e do seu perfil em relação à temperatura! 🙂

      responder
  27. Silvia! To pensando em dar uma passadinha no final do ano por lá. Vc acha uma época ruim?

    responder
    • Não, acho ótimo! É verão… de dia vai fazer aquele calorzão de costume, mas as noites não serão tão gélidas! Eu fui em novembro e achei o clima ótimo.

      responder
  28. Eba! Já convenci o Fábio! Obrigada!

    responder
  29. Suzan Maria Ribeiro

    Ei Silvia,

    Vc acha muito arriscado ir para San Pedro sem ter reservado hotel? É porque não sei o dia certo que viajarei para lá (saindo de Santiago). Deixei para a última hora e as passagens de avião encareceram muito. Viajarei de ônibus ( se é que encontrarei passagens fácil). Por essas razões penso em não fazer reserva no hotel. O que você acha. Obrigada

    responder
    • Silvia Oliveira

      Eu não viajo para nenhum lugar sem reserva de hotel, hostel ou pousada! A minha sugestão é sempre reservar. Abs!

      responder
  30. Lucy

    Olá Silvia: Estou indo para o deserto neste mês de novembro. Como tenho pressão alta, preocupo-me com possíveis problemas com altitude, embora meu cardiologista nada tenha falado contra. Você viu alguem ou soube de casos de pessoas passarem mal no deserto? Agradeço o retorno
    Lucy

    responder
    • Silvia Oliveira

      Lucy! Meu marido é hipertenso e ele passou super bem no deserto. Em um dos passeios (a 4 mil metros) ele sentiu dor de cabeça… mas isso pode ser o mal das alturas, que pode afetar qualquer um, até quem não tem pressão alta. Boa viagem! 🙂

      responder
  31. Ana Schulman

    Oi Silvia, sabe dizer se pode ser furada ir prp Atacama no Carnaval (muita gente, risco de não conseguir fazer os passeios, etc)?? Obrigada!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Putz, não saberia te informar! Mas eu não vejo o Atacama lotadíssimo por conta do Carnaval… Aliás, Carnaval lotado só aqui no Brasil mesmo… hohohoho! 🙂

      responder
  32. Patricia Ribeiro

    Olá, Silvia! Adorei o seu blog. Quando crescer quero viajar assim. Dúvidas quanto à grana: vou com reais e troco em pesos lá em Calama ou devo ir com dólares? Vou chegar de madrugada em Santiago e não pegarei nenhuma casa de câmbio aberta. A Lickan Antay, que pelo que constatei, é a mais barata. Estou só com esta dúvida de comprar com eles por causa da alimentação. Me falaram que tem agência que serve café frio e pão de queijo duro! rs…Help me! By the way, vou em fevereiro e quando voltar, posso colocar mais comentários úteis no blog . Thanks.

    responder
  33. Cristiane

    Olá,

    Acabo de voltar de San Pedro. Passamos o Ano Novo por lá e acho que vale a pena alertar para algumas coisas.
    Muitas agências (e o comércio em geral) não abrem no dia 01/01, aquelas que abrem fazem os tours só pela tarde, e claro, estão lotadas.

    Me programei muito bem e escolhi pela Internet (porque o atendimento foi muito bom) uma agência – Maxim´s Experience – e reservei antecipadamente os passeios por e-mail. Era um risco, mas não paguei nada. Valeu a pena pois, por haver muita procura os preços subiram em média 5.000 pesos por passeio. Nós em 3 economizamos um bocado pois eles mantiveram os preços da reserva…

    Além disso, fizeram a programação deles baseados na nossa reserva, pois como eramos em 3 já garantimos os passeios dos dias escolhidos. Foi perfeito. Até o guia (que esteve conosco por 3 passeios) Pedro, foi maravilhoso.

    Restaurantes:
    TODOS os restaurantes confiáveis pedem reservas para o jantar do dia 31 e os preços podem subir assustadoramente. Chegamos a ver preços de 50.000 pesos por pessoa pra jantar (mais ou menos R$ 200,00). Vale a pena se programar.
    Nós Jantamos por 15.000 por pessoa sendo que nosso filho não pagou, no restaurante Quitor, uma boa opção. Jantamos lá algumas vezes.
    Vimos MUITA gente sentar no restaurante pra jantar e ir embora quando ouviam as condições do jantar de ano novo.
    Mas no final, a comida foi excelente e nos divertimos.

    A cidade amanhece um caos!!! cheia de bêbados e meio destruída, incrível! Só começa a voltar ao normal lá por 16:00.

    Nada disso estraga a viagem ou a maravilha de tudo aquilo, mas é algo que se precisa ter em mente.

    Outra boa dica, especialmente se quiser economizar, é o Hotel Dunas. U$ 90,00 com café da manhã. Quarto enorme (adoro isso!) mesmo pra 4 pessoas, e muito limpinho, e na única rua calçada fora do centrinho. Fica na Tocopilla a 4 quadras da Caracoles, longe o suficiente pra dormir bem à noite e a 4 quadras do agito. O proprietário – Antonio- é de uma gentileza ímpar. Tem Internet no lobby (se é que se pode chamar assim). Só o que sentimos falta mesmo é de um lugar legal pra sentar e não fazer nada entre os passeios.
    Todas as agências têm passeis que começam às 7:00 e acabam lá por 15:00, ou começam às 16:00 e vão até quase 21:00. Mais de um passeio por dia fica meio pesado, então leve coisas pra fazer, pois na cidade não há muitas opções, e as que há, em 3 horas já foram vistas. Claro, existem opções de bicicleta, mas em janeiro, o sol é de matar durante o dia.

    Fizemos uma viagem maravilhosa, nosso filho de 7 anos adorou e vamos voltar com certeza.

    responder
    • Silvia Oliveira

      Olá, Cristiane!
      Muito obrigada pelo seu relato! Adorei as dicas! 🙂

      responder
  34. Roberta Maués

    Olá! ótimo roteiro, já esta tudo anotadinho!!! Mas além disso, gostaria de fazer a travessia pelo Salar uyuni. Queria saber se a empresa que você contratou (ou outras empresas) faz esse passeio.
    Abs

    responder
    • Silvia Oliveira

      Sim, várias empresa em San Pedro fazem esse tour! Abs!

      responder
  35. Hercilia Faustino da Silva

    Olá Silvia,

    Seguindo sua dica, eu e mais duas amigas estivemos em San Pedro do Atacama e ficamos hospedadas no Parima Atacama entre os dias 10 e 14 de abril.
    Foi maravilhoso, a dona super simpática e acomodações atendeu-nos perfeitamente bem.
    Sua dica foi preciosa.
    Obrigada e um abraço,

    responder
    • Silvia Oliveira

      Oba, obrigada pelo feedback! 🙂

      responder
  36. Patricia

    Acabei de voltar de San Pedro com duas amigas e também me hospedei no hotel Dunas. Recomendo muitíssimo. Quarto amplo, café da manhã, wifi no quarto, pertinho da rua principal, bom custo benefício. As refeições nós fazíamos num restaurante que a dona do hotel (não lembro o nome) indicou C$ 4.000,00/prato do dia com entrada, prato principal e sobremesa. Comida caseira e bem servida. Os passeios fizemos todos pela Maxim Experience. Em média percebi que eles fazem um desconto de 10% sobre o preço da tabela. O pagamento em dinheiro sempre é melhor para se negociar um desconto. E os passeios foram com o guia Pedro, que também recomendo bastante. Uma dica quando for cotar um passeio é não dizer “de cara” se você é paulista, por exemplo, ou sua profissão, percebi que quando eles conhecem o perfil dos brasileiros eles “inflacionam” pois percebem que alguns podem pagar mais. No mais, o deserto é lindíssimo!

    responder
  37. Rafael Martins

    Retornei do Atacama a poucos dias e Me hospedei no hostelCampo base, e indico ele sem duvidas, a Mari da recepção foi ótima, muito simpática e adora os brasileiros…Minha maior decepçào foi a agencia máxxim experiente ou melhor com o tal do guia Pedro, ele é irônico, sinico e só sabe reclamar que brasileiro da muio trabalho…os passeios são bem cansativos e em nenhum momento ele auxilia nos problemas de percurso, ou tenta arriscar um portunhol, ele fala um espanhol difícil de compreender e não gosta de perguntas, ainda mais se forem feitas em português…

    Silvia, não posso deixar de agradecer as dicas que peguei em seu site, com certeza me ajudaram muito…obrigado e parabéns…

    responder
    • luciana

      Olá Rafael,
      Quanto é a diária nesse hostel? Tem banheiro privativo?

      responder
      • Silvia Oliveira

        Olá, Luciana! Mande um e-mail para o hostel, não se sabe quando o Rafael voltará aqui. Abraço!

        responder
    • Silvia Oliveira

      Valeu, Rafael! Que bom que deu tudo certo! 🙂

      responder
  38. Cristina

    Voltei ha pouco tempo do Atacama e vou falar o que vivi la. Fiquei hospedada no Hotel Dunas, que tem um bom custo beneficio e fica perto de tudo. E limpo, tem wi-fi e um cafe da manha legal, vale a pena. Nao precisa dizer que o Atacama e muito lindo. Recomendo fazer os passeios com o Luiz, que trabalha nas agencias Teckara e Andes Guai. Ele e muito gente boa e deixa os passeios mais soltos, de acordo com a vontade do grupo, sem aquele horario apertado das demais agencias. O mais comum e em alguns lugares ter tempo so de tirar fotos, e nao de curtir o visual. Nao recomendo a agencia Inca North. Tivemos muitos problemas com eles, que nos venderam um pacote e nao cumpriram com o acordado. Terceirizaram 4 de 5 tours. Furada total. La tem bons lugares para comer, tomar um pisco. Nao sentimos a altitude, so incomodos para respirar, por ser muito seco. Bom, Foi uma viagem inesquecivel, um lugar magico.

    responder
  39. Cristina

    Ola, para os que querem dicas para comprar passagem para o Atacama, vou falar da minha experiencia. Comprei pelo site da Lan, como se fosse cidada~ chilena (e mais barato e resolvi arriscar), com cartao de credito e a compra foi concluida. Ao chegar ao aeroporto, fiz o check in no totem da Lan (que e pratica da empresa) e ao chegar ao guiche, somente apresentamos os passaportes e despachamos as malas, sem nenhum problema, tanto na ida como na volta. Entao valeu muito a pena. Bjks

    responder
  40. Isabela Blanco

    Olá Silvia!

    Vim aqui agradecer imensamente todas as suas dicas do Atacama!
    Ficamos no Parina e amamos tudo, principalmente a simpatia da dona, quando disse que chegamos lá através de sua indicação ela ficou encantada!

    Enfim, obrigada mesmo! Foi uma mão na roda! Principalmente o post com os itens obrigatórios de mala! rs

    Beijo!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Que legal, Isabela! 🙂

      responder
  41. Hiromi Iwamoto

    Silvia, seu blog e ótimo e tem me ajudado muito. Infelizmente, não tinha mais vaga no Hotel Parina, Dunas e muitos outros recomendado, para o meu bolso. Reservei no Los Agarrobos de Checar, um pouco longe do centro, 3km, mas foi o melhor que conseguí para 5 adultos. Fiz reserva do hotel pelo site booking.com , em um hotel que aceita cartão de crédito, mas estou com uma dúvida, na reserva diz: pagar com a moeda local. No entanto , lí também que se quiser ter a isenção do imposto de 19%( que são para os chilenos e turistas que ficam mais de 59 dias e se você quiser a nota fiscal) você NÃO PODE PAGAR NA MOEDA LOCAL. Afinal, como devemos pagar o Hotel.
    Att.hiromi

    responder
    • Silvia Oliveira

      Hiromi, que estranho. Também fiquei confusa. Sugiro que você mande um e-mail diretamente para o hotel tirando essa dúvida! Abs!

      responder
  42. Simone

    Oi, Silvia!
    Acabamos de voltar do Atacama e suas dicas foram excelentes! Tudo é lindo! Sem palavras. Ficamos no Atacama Adventure Wellness and Ecolodge, um ótimo hotel para quem queria sossego, como eu e meu marido. Fica a 2 km do centro, distância que percorríamos a pé todos os dias. Confortável e com funcionários muito acolhedores e amáveis. Jacuzzi a céu aberto e piscina aquecida. No quarto, banheira de hidromassagem.
    Muito gostoso mesmo. A agência de turismo que contratamos foi a Turistour, bem organizada e com desconto no pacote fechado. Fomos no Valle de la Luna, Lagunas altiplanicas, Geisers, Salar de Tara, Valle del arco-iris,e Hierbas Buenas. Maravilha!
    Grata!
    Abraço.

    responder
  43. Lydiane

    Olá Silvia, estou completamente fascinada com seus relatos! Parabéns!!!
    Eu e meu esposo estamos programando uma viagem ao Chile no começo de outubro. De inínio, a viagem se restringiria apenas a Santiago, agora estou encantada e morrendo de curiosidade para conhecer o Atacama. Me preocupei no seu relatos quando vc fala que a noite é muito frio. Nos hotéis há sistema de aquecimento? Tenho medo de ter um piripaque de frio no meio do deserto! Rs
    Obrigada, abraços! 😉

    responder
    • Silvia Oliveira

      Olá, Lydiane! Hotel geralmente tem calefação, sim! Mas alguns hostels (albergues), não. Quando fizer a reserva pergunte sobre isso. Para mim, que sou suuuuper friorenta é impossível ir para um lugar desses sem calefação! (E ar condicionado durante o dia!) 😉

      responder
  44. Karina Dubuc

    Oi Silvia. Estive recentemente no Atacama e em Santiago, seguindo as dicas do blog, que ajudou muito mesmo…mencionamos seu blog para o Sr. Jesus e ele fez um desconto de 25% sobre os principais passeios. Apenas pra ressaltar, fiquei muito bolada pq nem sempre o desconto valeu a pena. Fica a dica pro pessoal que acessa o blog que algumas empresas são mais caras um pouco mas vale tentar um choro…fizemos os passeios com desconto porem apertados em vans bem antiguinhas pro padrão de outras agências, e em um dos passeios (o do Vale da Morte e da Lua), encheram a van e fomos muito espremidos em 14 pessoas dentro dela (creio que consideraram minha filha como criança pequena ou de colo no momento que informei que ela era menor de idade, mas uma menina de 14 anos não cabe no colo não é?). Há agências que fazem o passeio com ônibus, bem mais confortável e espaçoso…
    A dica sobre Santiago, reforçando o que vc postou é: cuidado com os batedores de carteira, principalmente em frente ao Mercado Persa (tipo de camelódromo) em frente da estação Central…levaram a carteira de meu marido de dentro de minha bolsa, e nem percebi. Foram 4 horas na delegacia, fazendo ocorrência junto com os Carabineiros…que por sinal foram muito atenciosos e nos levaram de viatura ao hotel na volta, pois já eram 8 da noite e ficamos com muito receio de voltar depois da experiência ocorrida.

    responder
  45. Karina Dubuc

    Fazendo minhas as palavras acima… a Turistur é a empresa que faz os passeios em ônibus, mas pra quem vai, fica a dica de perguntar antes o tipo de transporte, a lotação máxima e conferir tudo.

    responder
  46. caio guedes

    ola pessoal …. estou planejando uma viagem para o santiago/atacama…
    gostaria de saber o valor medio dos passeios e hoteis dos ultimos tempos…
    obrigada abraçao…

    responder
  47. Margarida

    Ola Caio! Vou para lá em dezembro.Ficarei no La Ruca,hostel bem próximo a calle Caracoles,centrinho de San Pedro.Quarto sozinha,com banheiro privativo e café da manha incluído 1300 reais(6 noites).Para passeios,ate agora o que já cotei sairá tudo em torno de uns 1000 reais.Tem ainda o transfer que dará em torno de 20.000 pesos ida/volta.Passagens aéreas de Santiago para El Loa(ida/volta):700 reais.Espero que ajude minhas informações.

    responder
  48. Mytsue

    Olá, pessoal, tudo bom?
    Irei para o Chile em maio/14. Li o post inteirinho, mas fiquei com uma dúvida… Já que o Parina Atacama Apart Hotel não possui ar condicionado, o ventilador basta? Meu marido é calorento que só ele… Será que alguém que já se hospedou lá pode me ajudar?
    Obrigada!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Olá, Mytsue! Mande e-mail para o Parina perguntando se já não colocaram o ar. À noite faz frio, mesmo no verão.

      responder
  49. FABIANO COZZI

    Oi Silvia, estaremos no Atacama no dia 01.05. Estou meio na dúvida quanto ao clima nesse período. Mas acredito que não deve chover e nem fazer tanto calor como no verão certo? Imagino que a noite nesse período vai exigir um casaco médio.
    No mais, parabéns pelo blog.

    Abs.

    responder
  50. Roberta Allegretti

    Olá Silvia, parabéns pelo seu Blog! Seu relato nos convenceu a ficar no Hotel Parina. Estamos apenas com uma dúvida. Vc acha que a distancia do centro é boa?
    Obrigada!

    responder
    • Silvia Oliveira

      São 10 minutos de caminhada e à noite fica bem escuro. Mas a cidade é super segura! Defina bem com o Parina a forma de pagamento, se será em dinheiro ou cartão. Parece que no cartão é mais caro. E o hóspede só fica sabendo na hora pelos relatos que li! 😉

      responder
  51. Luciana

    Oi Silvia, teus relatos e fotos do Atacama são muito legais.

    Estou pretendendo ir em outubro/2016 e achei interessante a dica do Parina. Bom e o preço mais em conta do que os demais. Só que ao tentar fazer a reserva no Booking, aparece que não está inclusa a taxa dos 19%-IVA.
    Você reservou pelo Booking? Lembra se teve que pagar também lá na hora, mais os 19%?

    Obrigada Lu

    responder
    • Silvia Oliveira

      Luciana, eu fiz a reserva pelo Booking, sim – mas foi há cinco anos! Não me lembro dos detalhes. Mas acho importante você deixar bem claro com o hotel o valor final. Vi em alguns relatos de hóspedes no Booking que se pagar em dólar é um preço, se for em peso é outro. Escreva um e-mail para o Parina perguntando todos estes detalhes. Abs!

      responder
  52. Sandra

    Olá Sílvia!
    Estou indo para o Atacama em julho/16 com meu marido e duas filhas de 10 e 13 anos. Gostaria de ficar num bom hotel, mas não muito caro. No booking, tanto o Parina como outros similares não me dão a opção de reservar um quarto para nós 4. Eles indicam a reserva de dois quartos, sendo que pelas fotos fica claro que comporta bem 4 pessoas em apenas 1 quarto. Com isso está ficando muito caro. O que você sugere?

    responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2019 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar