Receita de Baião de Dois para comemorar meu aniversário junino

Publicado por: Silvia Oliveira Comidinhas, Cozinha da Matraca, Prato único

Prato típico do Ceará, o brasileiríssimo Baião de Dois também é tradicional em outros estados do Nordeste e em algumas partes da região Norte como Amazonas, Acre, Rondônia e Pará.

O nome veio do “baião”, uma dança típica nordestina. Já o numeral que acompanha se refere aos dois ingredientes principais: arroz e feijão.

O termo se popularizou com a música Baião de Dois, lançada em 1950 e feita em parceria entre o compositor cearense Humberto Teixeira e o pernambucano Luís Gonzaga.

É uma receita de execução fácil, mas que — para mim  — dá um certo trabalho, já que são várias etapas e ingredientes. Você vai encontrar modos diferentes de preparo, mas essa sequência que faço é a que otimizou o meu passo a passo.

Eu fiz o Baião de Dois no meu aniversário no mês passado. Quarentenada, organizei uma minifesta junina em casa com direito a canjica, quentão e pijama xadrez! 😀

Aniversário junino na quarentena

RECEITA DE BAIÃO DE DOIS

Rendimento: serve 6 pessoas
Preparo: 1,5 a 2 horas
Dificuldade: média

INGREDIENTES

  • 500 g de carne seca
  • 2 xícaras (chá) de feijão fradinho ou feijão de corda (eu uso o de corda)
  • 2 xícaras (chá) de arroz
  • 200 g de queijo coalho cortado em quadradinhos
  • 1 gomo de calabresa cortado em cubos
  • 150 g de bacon cortado em cubos
  • 1 cebola picada em cubinhos pequenos
  • 2 alhos amassados (ou bem picadinhos)
  • 2 colheres (sopa) de manteiga (se tiver a manteiga de garrafa, é o ideal)
  • 2 colheres de coentro picado
  • sal e pimenta do reino a gosto

MODO DE PREPARO

1. No dia anterior ao preparo da receita, corte a carne seca em pedaços de 5 a 7 cm e lave-os em água corrente. Cubra a carne com água fria, tampe a tigela e deixe na geladeira por 24 horas, trocando de água apenas uma vez.

2. Após esse período, escorra a água e transfira a carne para a panela de pressão. Complete com água limpa até metade da panela e leve ao fogo médio. Quando a pressão começar a chiar, diminua o fogo e cozinhe por 20 minutos. Desligue o fogo e deixe a pressão sair antes de abrir a panela.

3. Jogue fora a água do cozimento e desfie a carne seca, descartando os pedaços de gordura. Leve novamente a panela ao fogo com metade da carne seca desfiada (reserve a outra metade) e o feijão de corda. Coloque novamente água até a metade da panela e deixe os dois ingredientes cozinharem por apenas 10 minutos após a pressão começar a chiar. Importante: o feijão não deve desmanchar. A textura ideal para o Baião de Dois é aquela em que ele fica cozido, mas inteiro. Reserve.

4. Em uma panela grande aqueça a manteiga e frite o bacon e a calabresa, que devem soltar mais um pouquinho de gordura. Em seguida, refogue a cebola e o alho por uns 3 minutinhos. Acrescente as duas xícaras de arroz. Mexa bem até envolver todos os grãos na gordura (isso deixa o arroz mais soltinho). Tempere o arroz com sal a gosto, mas não exagere: o bacon e a calabresa já são salgados e o prato ainda leva a carne seca. Regue com 4 xícaras de água quente. Quando começar a ferver, tampe e diminua o fogo, como na execução de um arroz tradicional. O arroz não pode ficar papa. Tem que ficar cozido e sequinho.

5. Assim que o arroz estiver pronto solte os grãos com um garfo. Escorra o feijão e a carne seca com uma peneira, mas reserve o caldo do cozimento. Misture o feijão e a carne seca no arroz e misture delicadamente. Nessa hora você pode colocar uma concha (ou mais) do caldo do feijão para que o Baião de Dois fique mais molhadinho.

6. Doure o queijo coalho numa frigideira antiaderente untada com manteiga. Para finalizar acrescente o queijo, a outra metade da carne seca reservada, o coentro e a pimenta do reino a gosto à panela e misture, sempre delicadamente para o baião não virar um risotão amassado. Pode ser servido como prato único ou acompanhado com assados, farofa e vinagrete.

IMPORTANTE | Não tive a pretensão de reproduzir a receita do Baião de Dois como se estivesse numa cozinha profissional. Seguramente existem outras formas de preparo, incluindo as tradicionais. Esta foi só uma tentativa (bem sucedida para nós) de trazer um pouco do dengo e do afago nordestino. O sabor e a textura, garanto, ficam incríveis!

CLIQUE NA FOTO E SALVE ESTE POST NO PINTEREST PARA CONSULTAR DEPOIS

Posts relacionados

Receita de canjica cremosa fácil e deliciosa

Receita de Quentão de Vinho com Especiarias

Receita do melhor Bolo de Fubá

Leia também

Festa Nordestina para comemorar os 60 anos do meu pai: decoração, cardápio, lembrancinhas e figurino

Festa Junina infantil: ideias e decoração para um aniversário barato e criativo

Para ver mais dicas de receitas, festinhas, comes e bebes siga o meu Instagram. Lá eu sou a @matraqueando. Para acessar o nosso conteúdo de viagens clique em DESTINOS.

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados ao Matraqueando®. 

Leve a receita de Baião de Dois para os amigos, compartilhando este artigo nos botões abaixo! 😉



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2020 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar