-  Atualizado 13/06/2020

Café Dalgona: receita e origem do café cremoso que virou modinha na internet

Publicado por: Silvia Oliveira Bebidas, Comidinhas, Cozinha da Matraca

Antes de mais nada, declaro que eu já era fã do Dalgona Coffee muito antes de ele ganhar esse nome rebuscado e virar modinha. 😀

Na minha terra, essa receita é o célebre Café Cremoso, bebida que leva basicamente quatro ingredientes: leite + café + açúcar + água.

O Café Cremoso foi um clássico dos anos 80 ao lado da gelatina mosaico e do coquetel de camarão. #matracavintage

O detalhe é que não se sabe ao certo sua origem: há quem diga que foi na Índia, Paquistão e até Macau.

O curioso é que o Dalgona Coffee explodiu nos últimos meses pelas mãos dos sul-coreanos e agora está sendo considerado uma bebida asiática. Poizé!

Tudo começou com o confinamento social e o consequente fechamento das cafeterias. Pelas mídias sociais, usuários coreanos do Tik Tok, Instagram e do YouTube começaram a preparar a bebida para mostrar aos seguidores, e isso viralizou no mundo!

A palavra “dalgona” é uma referência a um doce coreano que tem o mesmo nome e um sabor de caramelo semelhante ao café cremoso.

Como a bebida é muito fotogênica virou a queridinha nas redes sociais, uma espécie de momento ostentação da quarentena tipo “ó, só meu gourmet coffee”. Procure pelas hashtags #cafedalgona ou #dalgonacoffee que você vai entender —  e visualizar — melhor o que eu estou falando! 😀

CAFÉ DALGONA: COMO PREPARAR O CAFÉ CREMOSO

Rendimento: 800 ml de creme
Preparo: 10 minutos
Dificuldade: facílimo

Ingredientes

  • 50 g de café solúvel (repetindo, é café solúvel)
  • 2 xícaras de açúcar refinado
  • 1 xícara de água fervente


Modo de preparo

1. Bata todos os ingredientes na batedeira por 10 minutos (ou até alcançar ponto firme de creme, tipo um merengue).

2. É uma bebida doce. NÃO DÁ CERTO SE DIMINUIR A QUANTIDADE DE AÇÚCAR. (Tentei fazer com menos açúcar e perdi a receita, fica líquido e não alcança o ponto creme! Não funciona com açúcar de coco. Nunca fiz com o demerara.)

3. Se não tiver uma batedeira, é possível bater na mão com um fouet (aquele batedor de claras). Nesse caso, para não demorar muito para encorpar, sugiro fazer meia receita (25 g de café solúvel, 1 xícara de açúcar e meia xícara de água fervente).

Importante | A receita dobra de tamanho e cabe num recipiente de 800 ml.

Dica da Matraca | Como rende muuuito dá para congelar o creme por até três meses (não endurece no freezer). Se for deixar na geladeira, consumir em até cinco dias. Caso ele fique açucarado depois de alguns dias é só bater mais um pouco novamente.

COMO DEGUSTAR O CAFÉ DALGONA

Em um copo ou xícara, coloque o leite e deixe cerca de dois dedos livres para completar com a mistura do café cremoso. É nessa hora que você bate a foto! 🙂

Em seguida, mexa com uma colher para que o creme incorpore no leite e fique bem cremoso.

Você pode misturar o creme só em água quente se quiser apenas um café “puro”. (Muitas aspas aí porque pela quantidade de açúcar, de puro não tem nada!). Mas o efeito visual e a cremosidade da bebida só acontecem mesmo usando o leite.

Se quiser uma bebida hipergelada acrescente duas pedras de gelo no leite.

Opcional: adicionar 1 colherzinha de canela aos ingredientes na hora de bater ou salpicar a especiaria por cima do creme pronto quando for servir.

É tão fácil que nem precisava, mas tem o vídeo do passo a passo do Café Dalgona no destaque RECEITINHAS do meu Instagram. Lá eu sou a @matraqueando. Se fizer o Café Cremoso me marque no insta que eu adoro ver as peripécias de vocês! 😉

SALVE ESTE POST NO PINTEREST PARA CONSULTAR DEPOIS

Posts relacionados

Noite do Crepe Francês: receitas e montagem de crepes doces e salgados

Ossobuco suculento ao vinho na panela de pressão com polenta cremosa

Brunch Árabe: cardápio simples e receitas fáceis para fazer em casa

Almoço Árabe: arroz sírio com tiras de carne e tabule de quinoa

3 ideias incríveis de tábuas de frios: como montar e servir

Feijoada da Matraca: dicas de decoração, cardápio e receitas

3 receitas deliciosas de azeites aromatizados

E ainda

Bolo integral de banana com castanha, ameixa e damasco

Receita do melhor bolo de fubá da vida

Fondue de chocolate: receita simples e montagem criativa

Para ver mais dicas de receitas, festinhas, comes e bebes siga o meu Instagram. Lá eu sou a @matraqueando. Para acessar o nosso conteúdo de viagens clique em DESTINOS.

Fotos: Sílvia Oliveira | Todos os direitos reservados ao Matraqueando®. 

 



Newsletter

Digite seu e-mail e receba gratuitamente nossas novidades


2 Comentários

  1. Carla Matias

    Fiz e deu super certo, maravilhoso! Dou a dica de começar a bater na velocidade baixa porque quando está líquido espirra muito e faz sujeira, depois sobe a velocidade! Aprovadíssimo!

    responder
    • Silvia Oliveira

      Sim, tem que começar devagar mesmo, porque aquele líquido do café acaba espirrando um pouco. (Vou até colocar essa info no post!) Obrigada! 😉

      responder

Deixe seu Comentário






Comentários do Facebook

Matraqueando - Blog de viagem | Por Sílvia Oliveira

Todos os direitos reservados. 2006-2020 © VoucherPress | Agência de Notícias.
Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte.
Caso queira adquirir nossas reportagens, entre em contato.

Desenvolvido por Dintstudio
×Fechar